PLACAR

Victória Barros chega à sua 6ª final de ITF e se aproxima do top 100

Victoria Barros (Foto: Federación Peruana de Tenis)

Lima (Peru) – Logo em seu primeiro torneio na temporada, a juvenil potiguar de apenas 14 anos Victória Barros garantiu vaga na final do ITF J300 de Lima, em quadras de saibro. Ela superou nesta sexta-feira a dominicana Anna Maria Fedotova, 75ª do ranking, por 4/6, 6/1 e 6/2. Sua adversária na decisão será a chilena Antonia Vergara Rivera, cabeça 3 do torneio e 42ª colocada.

“Estou muito feliz, joguei muito bem hoje e estou confiante para a final. Ainda tenho que falar com meu treinador [o francês Quentin Mege] sobre a estratégia para amanhã e espero jogar o meu melhor tênis”, disse Victória, em vídeo divulgado nas redes sociais do torneio.

Victória Barros tem quatro títulos e um vice-campeonato no circuito mundial juvenil de 18 anos da Federação Internacional e disputará sua sexta final da carreira. Ela pode conquistar seu maior título, superando o ITF J100 de Dubrovnik, na Croácia, vencido em outubro. Suas outras três conquistas foram no Chipre, em dois ITF J30 e um J60,

A atual 199ª do ranking está somando 210 pontos, com apenas 30 a descartar, e se aproxima do 115º lugar do ranking. Se for campeã, fará 300 pontos e entará no top 100. É certo que a potiguar já será a segunda melhor brasileira no ranking mundial juvenil. Ela ultrapassa Sthefany de Lima, atual 180ª do ranking, ficando atrás apenas da paulista de 17 anos Olívia Carneiro, 34ª do mundo na categoria, e que caiu na segunda rodada. Já a gaúcha Pietra Rívoli, de 15 anos e 210ª do ranking, chegou às quartas e somaa 100 pontos. Como ela tem 36 a descartar, irá se aproximar da 160ª posição.

Victória Barros completou 14 anos no último mês de dezembro e está em sua segunda temporada treinando na academia Patrick Mouratoglou, na França. Em entrevista a TenisBrasil no fim do ano passado, revelou o plano de disputar seus primeiros torneios como profissional neste ano de 2024. Depois de viajar com o técnico Sliman Taghzouit em 2023, ela passou a ser orientada por Mege, que é radicado nos Estados Unidos como jogador e treinador e faz parte do time de Mouratoglou, além de também acompanhar a mãe, Maria Luiza, nos torneios.

Brasileiros nas finais dos 14 e 16 anos em Lima
Outros dois juvenis brasileiros têm chances de título neste sábado em Lima. Thomas Miranda disputa a final dos 16 anos contra o peruano Nicolas Baena, enquanto Bernardo Carvalho é finalista dos 14 anos contra o argentino Demian Agustin Luna. Nas duplas, Miranda e Baena conquistaram o título dos 16 anos masculino, enquanto Antonio Marques e o colombiano Samuel Pedraza foram campeões nos 14 anos.

Leia mais:

Mouratoglou: “Victória tem jogo completo para ser uma tenista top”

Victória Barros planeja estreia profissional para 2024

 

21 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Izaac
Izaac
4 meses atrás

Parabéns denovo VB!

Everton
Everton
4 meses atrás

vamossss Victoria

Leo, o realista
Leo, o realista
4 meses atrás

Agora vai!

Flavio
Flavio
4 meses atrás
Responder para  Leo, o realista

Que sujeitinho patético.

F.F.
F.F.
4 meses atrás
Responder para  Leo, o realista

Kkkkkkkk
Certeza

Marcus
Marcus
4 meses atrás

Que menina prodígio! Tem um futuro brilhante pela frente, quebrando recordes!

Antonio Neto
Antonio Neto
4 meses atrás

Vitorinha é fera!

Jorge Luiz
Jorge Luiz
4 meses atrás

Menina de ouro, já seria muito justo um convite para o wta de Florianópolis

Leonel
Leonel
4 meses atrás
Responder para  Jorge Luiz

É isso Jorge. Nós temos pressa. Eles que cuidam da Victoria tem que ter um pouco de cautela porque a jornada do tenista é longa e tem que ter cuidado com o mental do atleta pois pode chegar aos 20 anos um tanto cansada (psicologicamente ) falando se colocar carga além da conta. Prodígio com certeza ganhando ou não esse torneio. Vai fazer bonito já no profissional esse ano.

Paulo A.
4 meses atrás
Responder para  Jorge Luiz

Discordo. Ela ainda não tem nível para jogar, de forma competitiva, um 75K. Não há necessidade de pressa, tudo ao seu tempo…

Eduardo
Eduardo
4 meses atrás
Responder para  Paulo A.

Pode ser, mas ao mesmo tempo se olhar nossas jovens jogadoras, quem mereceria um wc mais que ela?

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
4 meses atrás

Futuro promissor

Camila
Camila
4 meses atrás

Menina linda, talentosa, com certeza vai ser nossa Serena Williams !!!! Tô falando que a creche do tênis está maravilhosa e talentosa, as tias que se cuidem futuramente!!

Betinho
Betinho
4 meses atrás

Onde assistir a final?

Thiago
Thiago
4 meses atrás

Se pegarmos apenas as juvenis nascidas em 2009, em que posição do ranking ela estaria?? Tem como saber?

Mateus
Mateus
4 meses atrás
Responder para  Thiago

Fui conferir, Thiago. Olhando pelo ranking na página oficial da ITF, a Victoria é atualmente a 10ª melhor colocada entre as nascidas em 2009. Com os pontos que já ganhou neste torneio, deve saltar para 5ª melhor. Entre elas, a mais impressionante até o momento é a Hannah Klugman (de 18 fev de 2009, quase um ano mais “velha” que a Victoria), que está em 8ª no ranking geral e já chegou às quartas-de-final de um W100 no fim do ano passado.

Thiago
Thiago
4 meses atrás
Responder para  Mateus

Obrigado, Mateus!

Eduardo
Eduardo
4 meses atrás
Responder para  Thiago

A Klugman e a Efremova parecem em outro patamar. Inclusive a Klugman deu uma bicicleta na Victoria na última partida. Chama atenção o fato da Victoria não jogar praticamente no piso duro, apenas no saibro. Pra completar seu desenvolvimento, terá que adaptar seu jogo para o piso rápido. Seus treinadores devem ter um planejamento pra isso.

Jornalista de TenisBrasil e frequentador dee Challengers e Futures. Já trabalhou para CBT, Revista Tênis e redações do Terra Magazine e Gazeta Esportiva. Neste blog, fala sobre o circuito juvenil e promessas do tênis nacional e internacional.
Jornalista de TenisBrasil e frequentador dee Challengers e Futures. Já trabalhou para CBT, Revista Tênis e redações do Terra Magazine e Gazeta Esportiva. Neste blog, fala sobre o circuito juvenil e promessas do tênis nacional e internacional.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon