PLACAR

Rune confirma favoritismo e enfrenta Wild na segunda rodada

Foto: Kieran Cleeves/AELTC

Londres (Inglaterra) – Cabeça de chave número 15 em Wimbledon, o dinamarquês Holger Rune fez valer o favoritismo e superou sua estreia no torneio, nesta terça-feira, batendo o sul-coreano Soonwoo Kwon em sets diretos, com parciais de 6/1, 6/4 e 6/4, depois de 1h38 de confronto. Na segunda rodada, ele terá pela frente o paranaense Thiago Wild, em duelo inédito.

Depois de anotar a maior virada da carreira, saindo de 2 a 0 contra pela primeira vez, Wild enfrenta um top 20 pela 11ª vez. Nos 10 embates anteriores, ele soma quatro vitórias e seis derrotas, sendo que em Grand Slam foram dois os jogos contra rivais deste porte, surpreendendo Daniil Medvedev ano passado em Roland Garros e caindo diante de Andrey Rublev neste ano na Austrália.

Quadrifinalista no All England Club no ano passado, na melhor campanha da carreira no torneio e também em Grand Slam, igualando as quartas alcançadas em Roland Garros em 2022 e 2023, Rune sonha em ir mais longe desta vez. Porém, sua preparação na grama não teve resultados tão bons, caindo na estreia no ATP 500 de Queen’s.

O dinamarquês foi sólido contra Kwon na estreia, disparou 30 bolas vencedoras e cometeu 16 erros não forçados, ao passo que o rival sul-coreano teve dois erros não forçados a mais e dez winners a menos. O saque também fez a diferença para Rune, que não enfrentou um break-point sequer e venceu 82% dos pontos disputados, 16 deles em aces.

A partida não poderia começar melhor para Rune, que venceu os cinco primeiros games, quatro deles sem perder um ponto sequer. Depois de administrar a confortável vantagem até o final para fazer 1 a 0, ele teve um pouco mais de trabalho nos dois sets seguintes. Rune conseguiu apenas uma quebra na segunda parcial e fez o mesmo para vencer a terceira e selar sua 20ª vitória em Grand Slam.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
André Borges
André Borges
12 dias atrás

Atualmente não é um jogo impossivel. Difícil e a lógica é a derrota, mas é diferente de enfrentar um Sinner.

Saulo Sérgio
Saulo Sérgio
12 dias atrás

Seyboth Selvagem vai jantar o Rune

Andre
Andre
12 dias atrás

Os dois são pavios curto.

Renato
Renato
12 dias atrás
Responder para  Andre

Tomara que se controle. Esse tal de pavio detona muita gente.

Beto_poa
Beto_poa
11 dias atrás
Responder para  Andre

vai ter provocação dos dois lados.

Renato
Renato
12 dias atrás

Muito difícil para o Thiago Wild, mas longe de ser impossível. Penso que precisa de um começo de jogo mais firme, pois o começo do primeiro jogo foi de assustar. Agora não tem o nervosismo da estréia, mas tem um adversário teoricamente bem mais difícil. Uma coisa é certa, estamos na torcida por uma bela apresentação e outra vitória do Wild.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE