PLACAR

Zheng derruba Jabeur e garante seu melhor Slam

Qinwen Zheng (Foto: Andrew Ong/USTA)

Nova York (EUA) – Escolhida como a revelação da última temporada do circuito da WTA, Qinwen Zheng chega pela primeira vez às quartas de final de um Grand Slam. A jovem chinesa de 20 anos e 23ª do ranking avançou no US Open depois de superar a tunisiana Ons Jabeur, número 5 do mundo e finalista no ano passado, por 6/2 e 6/4 em 1h23 de partida.

Até então, o melhor resultado de Zheng em Grand Slam havia era a campanha até as oitavas de final de Roland Garros no ano passado, quando foi superada por Iga Swiatek. Em Nova York, ela havia parado na terceira rodada no ano passado. A vitória sobre Jabeur foi a quarta contra top 10 na carreira da chinesa e a segunda na temporada.

Zheng enfrenta nas quartas a vencedora da partida entre Aryna Sabalenka e Daria Kasatkina. Ela ainda não enfrentou Sabalenka e tem uma vitória contra Kasatkina, no início deste ano em Abu Dhabi. A chinesa é treinada por Wim Fissette, que já trabalhou com várias campeãs de Grand Slam como Victoria Azarenka, Kim Clijsters, Simona Halep, Naomi Osaka e Angelique Kerber.

Por sua vez, Jabeur vai perder algumas posições no ranking com a derrota nas oitavas. A tunisiana, que completou 29 anos na última semana e ainda busca seu primeiro Grand Slam, será ultrapassada por Coco Gauff e Marketa Vondrousova. E ainda tem a posição ameaçada por mais jogadoras, especialmente pela tcheca Karolina Muchova, atual décima do ranking. Ela relatou ter sofrido com muitos problemas físicos nas primeiras rodadas, mas ainda assim passou por Camila Osorio, Linda Noskova e Marie Bouzkova em jogos muito equilibrados.

A tranquila vitória de Zheng sobre Jabeur começou a ser construída com uma quebra de serviço logo no início da partida, depois de uma dupla falta da tunisiana. Dois games tarde, a chinesa voltaria a quebrar e fez 4/1, com direito a um winner de devolução no break-point. Jabeur devolveu uma das quebras, mas voltaria a perder o saque logo na sequência, permitindo que a rival fechasse o primeiro set.

O roteiro do segundo set foi parecido, com muita instabilidade nos game de saque de Jabeur. A tunisiana sofria com a agressividade da chinesa desde as devoluções. E mesmo sendo uma jogadora de muitas variações, não conseguiu quberar o ritmo da adversária. Zheng abriu 5/2 e perdeu a primeira chance de sacar para o jogo, com duas duplas faltas no mesmo game. Pouco depois, Jabeur salvou um match-point em seu serviço. Ainda assim, a vantagem construída pela chinesa foi suficiente para que ela tivesse novas chances de definir a partida em sets diretos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE