PLACAR

Jabeur e Badosa marcam suas primeiras vitórias no ano

Foto: Jimmie48/WTA

Melbourne (Austrália) – Depois de não atuar nos torneios preparatórios para o Australian Open e jogar apenas exibições durante a preparação para a temporada de 2024, Ons Jabeur conseguiu sua primeira vitória no ano. A tunisiana estreou em Melbourne superando a ucraniana vinda do quali Yuliia Starodubtseva, 150ª do ranking, por 6/3 e 6/1.

Aos 29 anos, Jabeur aparece atualmente no sexto lugar do ranking mundial. Ela já atuou seis vezes no Grand Slam australiano e chegou às quartas de final em 2020. Nos dois últimos anos, sofreu com lesões. Ela não jogou em 2022 por um problema nas costas e parou ainda na segunda rodada em 2023 por lesão no joelho.

“Eu decidi descansar um pouco mais antes de vir para a Austrália e jogar apenas este torneio. A torcida me ajudou muito hoje e espero jogar ainda melhor na próxima rodada. O ano passado não foi tão bom, então voltar aqui era um pouco estressante. Mas vi hoje na quadra algumas pessoas que estão aqui desde 2016, quando joguei o quali. Muito obrigada por me apoiarem durante todos esses anos”, disse Jabeur, que liderou nos winners por 15 a 5 e cometeu 28 erros contra 35 da rival.

A próxima rival de Jabeur em Melbourne será a russa de 16 anos Mirra Andreeva, 47ª do mundo, que derrotou a norte-americana Bernarda Pera por 7/5 e 6/2. Andreeva se juntou a outras duas jogadoras de 16 anos na segunda rodada do Australian Open, a também russa Alina Korneeva e a tcheca Brenda Fruhvirtova. Esta é a primeira vez desde 2005 com três tenistas tão jovens avançando ao mesmo tempo.

Quem também marcou a primeira vitória no ano foi Paula Badosa, recuperada recentemente de uma lesão nas costas. A espanhola superou a norte-americana Taylor Townsend por 6/1 e 6/3. A ex-número 2 do mundo e atual 100ª do ranking enfrenta a russa Anastasia Pavlyuchenkova na segunda rodada.

Badosa ficou fora do circuito desde Wimbledon até a semana passada, em Adelaide, onde caiu na estreia, mas comemorou o fato de finalmente poder jogar sem dor. O melhor resultado da espanhola no Australian Open foi em 2022, quando ela chegou às oitavas.

Já a russa Veronika Kudermetova, 17ª do ranking, foi eliminada ainda na rodada de estreia pela suíça Viktorija Golubic, 85ª colocada, por 7/6 (7-4), 1/6 e 6/1. Golubic enfrenta a tcheca Katerina Siniakova, que venceu a romena Jaqueline Cristian por 6/2 e 7/5.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE