PLACAR

Djokovic: “Sempre jogo o meu melhor na Austrália”

Foto: Divulgação/United Cup

Perth (Austrália) – Não é segredo para ninguém o quanto Novak Djokovic se sente em casa na Austrália. Decacampeão do Grand Slam local e sempre com muito apoio do público, o sérvio costuma abrir sua temporada com títulos e muita energia. Depois de um ótimo início em 2024, com duas vitórias na estreia da United Cup, o número 1 do mundo falou sobre sua relação com o país no qual viveu alguns dos melhores momentos da carreira.

“A maioria das vezes que comecei minha temporada na Austrália foi muito positiva. Estando em solo australiano, provavelmente por motivos diferentes, sempre jogo o meu melhor e me sinto melhor aqui. Acho que um dos motivos é que quero muito começar o ano da melhor maneira possível. É uma espécie de impulso para o resto da temporada. Acho que quanto mais você ganha em um determinado torneio, mais confortável e confiante se sente na próxima vez que chega naquele local”, explicou o recordista de títulos do Australian Open.

Djokovic também destacou sua preferência por disputar competições coletivas como preparação para o novo ano. “Acho que provavelmente em mais da metade das vezes que vim à Austrália, joguei algum evento por equipes como preparação, seja a Copa Hopman, a ATP Cup ou agora a United Cup.”

“São oportunidades especiais e únicas para realmente sentir o espírito de equipe e construir a química. Talvez você não tenha todas as coisas ou rotinas que normalmente tem, mas acho que consegue algo diferente que normalmente não experimenta jogando individualmente. Eu amo isso”,  acrescenta.

Nole também foi questionado sobre as metas para 2024 e se é possível ir ainda mais longe do que foi na última temporada, com quatro finais e três títulos de Grand Slam, a conquista do ATP Finals e a liderança do ranking pela oitava vez ao final do ano. Para ele, se seguir a mentalidade vencedora que alimentou nos últimos anos tem tudo para conquistar ainda mais coisas.

“Sempre acreditei muito em mim mesmo. Eu sei que sou um jogador muito versátil. Quando estou em forma e no auge do meu desempenho, posso vencer qualquer Slam ou torneio. Não tenho medo de dizer isso. Não é segredo que quero quebrar mais recordes e fazer mais história no tênis. Isso é algo que continua me motivando”, frisou.

“Espero poder ganhar outra medalha para a Sérvia nas Olimpíadas. Eu adoraria fazer isso essa é uma das maiores metas para este ano”, completou o jogador de 36 anos, que também inclui mais troféus de Grand Slam em sua lista de desejos para 2024.

Leia mais:

Djokovic joga de madrugada e tenta classificar a Sérvia

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gusmão
Gusmão
2 meses atrás

Força Djokovic.

Gusmão
Gusmão
2 meses atrás

Acreditar sempre, lutar, e desistir jamais.
Que venha mais Títulos e recordes.

SANDRO
SANDRO
2 meses atrás

Que DJOKOVIC comece o ano sendo CAMPEÃO DA COPA DO MUNDO DE TÊNIS, a UNITED CUP!!!

Souza Oliveira
Souza Oliveira
2 meses atrás

Tu e fera, não precisa provar nada pra ninguém. Mais nunca será…..Paz

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE