PLACAR

Pucinelli lidera dia com 4 vitórias brasileiras no Uruguai

Foto: João Pires

Punta del Este (Uruguai) – A rodada de quarta-feira no ITF M25 de Punta del Este, disputado no saibro uruguaio, foi bastante positiva para os brasileiros. Dos seis tenistas do país que entraram em quadra na chave de simples, quatro saíram com a vitória e se garantiram nas oitavas de final da competição.

Cabeça de chave número 5, o paulista Matheus Pucinelli confirmou o favoritismo diante do convidado local Juan Martin Buenaventura e venceu pelo placar de 6/2 e 7/5. Ele encara agora o algoz do carioca Wilson Leite, o paraguaio Daniel Vallejo, que triunfou por 6/2 e 6/0.

No quadrante de baixo, o gaúcho Eduardo Ribeiro, sexto pré-classificado, levou a melhor no duelo nacional com o quali paulista Rafael Tosetto por 6/1 e 6/3 e terá pela frente o argentino Guido Justo, que passou pelo compatriota Ignacio Monzon em jogo de três sets.

O vencedor deste duelo poderá cruzar com o paulista Daniel Dutra da Silva ou o peruano Gonzalo Bueno, quarto favorito da chave. Também nesta quarta-feira, Danielzinho precisou de 3h55 para derrotar o qualificado argentino Juan Otegui, com parciais de 6/1, 6/7 (2-7) e 7/6 (7-3), enquanto Bueno despachou o convidado uruguaio Joaquin Cardozo por 6/2 e 6/0 em apenas 1h17 de partida.

Por fim, o brasiliense Paulo Saraiva venceu a primeira na chave principal depois de furar o quali e eliminou espanhol Alex Marti por 6/4 e 6/2. Nas oitavas, ele medirá forças com o argentino Gonzalo Villanueva, que derrubou de virada, ainda na terça-feira, o pernambucano João Lucas Reis, cabeça 2 do torneio.

Saraiva e Britto caem nas duplas
Se, na chave de simples, o dia foi repleto de vitórias nacionais, nas duplas os jogadores brasileiros ficaram pelo caminho. Formando a terceira principal parceria, Luis Britto e o argentino Fermin Tenti acabaram caindo para os também argentinos Marlano Kestelboim e Juan Bautista Torres, com placar final de 7/5 e 7/6 (7-5). Já os cabeças 4, Paulo Saraiva e o local Franco Roncaelli, pararam no dueto formado pelo uruguaio Ignacio Carou e o argentino Facundo Mena, com parciais de 7/6 (7-3) e 6/3.

Gimenez começa bem nos EUA
Já no saibro norte-americano, Igor Gimenez começou bem sua campanha no ITF M15 de Sunrise ao derrotar o anfitrião Ryan Dickerson, vindo do qualificatório, por 7/5, 2/6 e 6/4. Nas oitavas, ele encara outro sul-americano, o cabeça de chave 3 colombiano Nicolas Mejia, que passou pelo compatriota lucky-loser Juan Sebastian Osorio por 6/3 e 6/0.

7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Andre Borges
Andre Borges
5 meses atrás

Putz torneio desse pro Pucinelli qq coisa menor que copar é pra repensar muita coisa na carreira

Thiago
Thiago
5 meses atrás
Responder para  Andre Borges

Em tese, quem teria mais obrigação de copar ainda seria o Reis… mas já disse adeus na R1. Que fase!

Gusmão
Gusmão
5 meses atrás
Responder para  Andre Borges

Pucinelli é o 5° Cabeça de chave.

Guilherme ES Ribeiro
Guilherme ES Ribeiro
5 meses atrás

Muito boa a vitória do Saraiva. Venceu um TOP500. Legal. Bora Pucinelli ganhar esse torneio

Luiz
Luiz
5 meses atrás

O Pucinelli é cabeça 5. Ou seja, pela lógica, tem 4 com mais obrigações de copar do que ele…

Jorge Luiz
Jorge Luiz
5 meses atrás

Puccinelli torneio bom pra embalar,o Heide poderia estar jogando esse torneio,25 pontos seriam muito bem vindos pra se aproximar do top 200

Gusmão
Gusmão
5 meses atrás
Responder para  Jorge Luiz

Força Brasileiros.

Continua faltando torneios no Brasil.
A CBT ainda sem entender que tem que investir nos ITF, que é a base para os jogadores acessarem do amador, juvenil, para o profissional.
Onde dará condições de surgimento de novos jogadores para o circuito ATP.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE