PLACAR

Jamrichova evita a festa australiana e conquista o título no juvenil

A eslovaca Renata Jamrichova bateu a australiana Emerson Jones na final (Foto: Tennis Australia)

Melbourne (Austrália) – Apesar da grande expectativa da torcida da casa, o título do torneio juvenil feminino no Australian Open ficou com a eslovaca Renata Jamrichova, canhota de 16 anos e número 3 do ranking mundial da categoria. A campeã superou a australiana de 15 anos Emerson Jones, oitava colocada, por 6/4 e 6/1 em uma hora de partida na Rod Laver Arena.

Jamrichova é apenas a segunda jogadora eslovaca a conquistar o título em Melbourne, juntando-se a Tereza Mihalikova em 2015. O país agora tem quatro títulos de Grand Slam juvenil em simples, somando as conquistas de meninos e meninas no circuito.

Principal cabeça de chave do Australian Open, Jamrichova cedeu apenas um set na competição, na semifinal diante da japonesa Ena Koike. Ela chegou à final tendo passado apenas 5h47 em quadra nas fases anteriores, contra 8h29 da tenista da casa. A eslovaca já havia alcançado as semifinais de Wimbledon e do US Open no ano passado e ocupa o 783º lugar no ranking profissional da WTA, chegando a figurar na 603ª posição em abril.

Vice-campeã em Melbourne, Jones foi a primeira australiana a disputar a final do torneio juvenil desde Jessica Moore em 2008. Já a última campeã da casa segue sendo Siobhan Drake-Brockman, que conquistou o título em 1995. A derrota foi a primeira na temporada para a australiana, que venceu o torneio preparatório em Traralgon na semana passada e estava invicta há onze jogos.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“Estou muito feliz. Joguei o meu melhor esta semana”, disse Jamrichova após a partida deste sábado em Melbourne. “No começo, estava muito nervosa por causa da torcida e da Rod Laver [Arena], mas depois disse a mim mesma: ‘Seja feliz na quadra e aproveite cada ponto'”. Já a vice-campeã se surpreendeu com o bom início de temporada: “Não esperava chegar até aqui, foi uma ótima experiência”.

O início da partida foi melhor para Jones, que saiu vencendo por 3/0 e chegou a liderar o set incial por 4/1, além de ter um break-point no sexto game, que poderia ampliar a vantagem. Jamrichova conseguiu se salvar e iniciou uma forte reação para devolver a quebra na sequência e buscar o empate no oitavo game.

A eslovaca, que disparou cinco aces no primeiro set, passou a confirmar seus games de serviço de forma mais tranquila. Ela também teve maior domínio dos ralis de fundo, sendo que os movimentos de execução e terminação do forehand lembravam um pouco os de Rafael Nadal. Na reta final do set, a eslovaca voltou a quebrar e ainda salvou um break-point em um rali de 27 trocas de bola antes de definir a parcial em seu saque.

O domínio de Jamrichova continuava no segundo set. A eslovaca quebrou mais duas vezes e abriu 4/0 no placar. Jones ainda reverteu um 15-40 para vencer seu único game de serviço na parcial e ainda teve mais dois break-points, mas a eslovaca fechou a porta e conseguiu definir a disputa em sets diretos. Ela terminou o jogo com 6 a 4 em aces, 15 a 11 nos winners e apenas 16 erros contra 27, além de ter quebrado cinco vezes o serviço da australiana.

Apesar de o estilo de jogo lembrar o de Nadal, a eslovaca tem Roger Federer como ídolo e tem como recordação de infância vê-lo jogar no Melbourne Park. “Quero um dia e jogar no mesmo nível que ele, mas já estou feliz por ter jogado na mesma quadra. Isso é muito legal”.

Jornalista de TenisBrasil e frequentador dee Challengers e Futures. Já trabalhou para CBT, Revista Tênis e redações do Terra Magazine e Gazeta Esportiva. Neste blog, fala sobre o circuito juvenil e promessas do tênis nacional e internacional.
Jornalista de TenisBrasil e frequentador dee Challengers e Futures. Já trabalhou para CBT, Revista Tênis e redações do Terra Magazine e Gazeta Esportiva. Neste blog, fala sobre o circuito juvenil e promessas do tênis nacional e internacional.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Quando os tenistas se machucam, mas ainda vencem

ATP seleciona as 10 melhores jogadas do ATP FInals