PLACAR

Bia mantém colocação, Carol dá salto e fica perto do top 300

Foto: Juarez Santos

Miami (EUA) – Principal nome do país na WTA, a paulista Beatriz Haddad Maia manteve sua colocação no ranking divulgado após a disputa do WTA 1000 de Miami. Nesta segunda-feira, a número 1 do Brasil se manteve firme na 13ª colocação, com apenas cinco pontos a mais do que a italiana Jasmine Paolini, a 14ª do mundo.

Bia está firme no top 20 e tem mais de 700 pontos de vantagem para a primeira fora dessa faixa, a russa Anastasia Pavlyuchenkova (21ª). Olhando para cima, a canhota paulista tem uma distância parecida em relação ao top 10, só que um pouco menor. Ela está 568 pontos atrás da letã Jelena Ostapenko, atual décima colocada.

Um pouco mais embaixo, destaque para a paulista Carolina Meligeni Alves, que deu uma boa arrancada nesta semana, ganhou 28 posições no ranking e se aproximou da volta ao top 300, atingindo o 305º lugar, porém distante da 165ª colocação, a melhor da carreira.

Entre Carol e Bia está a também paulista Laura Pigossi, segunda melhor do país na WTA, que teve uma leve queda nesta semana. A tenistas de 29 anos perdeu três posições na lista desta segunda-feira e agora é a 119ª do mundo.

A brasiliense Luiza Fullana começa a semana com uma grande notícia: ganhou 17 lugares e alcançou o melhor ranking da carreira. A tenista de 22 anos subiu para o 845º posto. Também tiveram ascensões, só que pequenas, a gaúcha Gabriela Cé, que ganhou uma posição e agora é a 448ª do mundo, e a paulista Ana Candiotto, que saiu de 579ª para 577ª.

Veja o top 10 das brasileiras no ranking da WTA:

Beatriz Haddad Maia – 13ª
Laura Pigossi – 119ª (-3)
Carolina Meligeni Alves – 305ª (+28)
Gabriela Cé – 449ª (+1)
Ana Candiotto – 577ª (+2)
Thaisa Pedretti – 645ª (-4)
Luiza Fullana – 845ª (+17)
Julia Konishi – 868ª (-2)
Carolina Bohrer Martins – 888ª (+8)
Rebeca Pereira – 971ª (+5)

Stefani sobe no ranking e encosta no top 10 de duplas

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
NFdS
NFdS
13 dias atrás

“Um pouco mais embaixo, destaque para a paulista Carolina Meligeni Alves…”
Como assim, um “pouco” mais embaixo???
Bia é 13, Carol é 305, isso é muito, mas muito mais embaixo!!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE