PLACAR

“Aquela final estará em suas mentes”, acredita Cervara

Foto: Garrett Ellwood/USTA

Nova York (EUA) – Treinador do russo Daniil Medvedev desde 2017, o francês Gilles Cervara conversou com a imprensa depois da grande vitória de seu pupilo nas semifinais do US Open, batendo Carlos Alcaraz por 3 sets a 1. Após duas derrotas seguidas para o jovem espanhol, o técnico acredita que eles conseguiram tirar lições das últimas partidas.

“Faz uma grande diferença quando você enfrenta jogadores e perde, pois aprende muitas coisas. Isso te dá alguns objetivos para a próxima vez. Acho que também foram todas as partidas que já disputou contra Carlos que ajudaram nesta noite”, afirmou Cervara, destacando que em cada torneio as condições são totalmente diferentes, ainda que o piso seja do mesmo tipo.

O francês enalteceu o grande nível mostrado por Medvedev no decorrer da partida. “Assim como na final, há dois anos, senti que ele estava pronto para fazer uma partida incrível. Mas é verdade que antes deste torneio foram dias de trabalho muito duro”, comentou o técnico, destacando a importância da vitória para a confiança. “Acho que é importante, mas não posso responder com precisão, mas é algo que ajuda”.

Sobre o duelo com o sérvio Novak Djokovic, um repeteco da final de 2021, Cervera falou que precisa de mais tempo para pensar sobre a próxima partida. “Mas sim, provavelmente ambos os jogadores terão isso em mente (a decisão de dois anos atrás) porque é o mesmo lugar, o mesmo grande evento”, observou o francês.

“Foi a última vez que jogaram aqui, mas depois se enfrentaram em outros grandes torneios, como em Turim (fase de grupos do ATP Finals de 2022). Mesmo assim, aquele jogo provavelmente estará em suas mentes, com certeza. Então o efeito disso, para ser sincero, ainda não sei. Preciso pensar sobre isso mais tarde”, finalizou o treinador.

Medvedev tem cinco vitórias e nove derrotas contra Djokovic no circuito. Desde a final em Nova York, há dois anos, eles se enfrentaram mais cinco vezes, o sérvio venceu as quatro seguintes, entre elas a final do Masters 1000 de Paris em 2021, e o russo levou a melhor no duelo mais recente entre eles, neste ano no ATP 500 de Dubai.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE