PLACAR

Zheng recoloca a China na final após 10 anos e desafia Sabalenka

Foto: Corinne Dubreuil/FFT

Melbourne (Austrália) – Dez anos depois da conquista de Na Li no Australian Open de 2014, uma nova jogadora chinesa disputará a final em Melbourne. A jovem de 21 anos Qinwen Zheng, número 15 do mundo, garantiu vaga em sua primeira final de Grand Slam depois de vencer nesta quinta-feira a ucraniana vinda do quali Dayana Yastremska, 93ª do ranking, por duplo 6/4.

Zheng é apenas a segunda jogadora chinesa a disputar uma final de Grand Slam. Li esteve em três finais em Melbourne, também ficando com o vice em 2011 e 2013, e conquistou Roland Garros em 2011. Outras duas jogadoras do país estiveram em semifinais de Slam, Jie Zheng e Shuai Peng. A jovem chinesa entrará no top 10 após o Australian Open e pode chegar ao sexto lugar do ranking em caso de título. Ela é treinada pelo espanhol Pere Riba, que acompanhou Coco Gauff na campanha para o título do US Open no ano passado.

A adversária de Zheng na final marcada para o próximo sábado às 5h30 (de Brasília) será Aryna Sabalenka, número 2 do mundo e atual campeã do Australian Open. A bielorrussa venceu o único duelo anterior entre elas, disputado no US Open do ano passado, e busca seu segundo Grand Slam da carreira aos 25 anos. No circuito da WTA, Zheng tem dois títulos e um vice, enquanto Sabalenka tenta vencer seu 14º torneio.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Já Yastremska encerra sua melhor campanha em Grand Slam. Ex-número 21 do mundo e vencedora de três torneios da WTA, a jogadora de 23 anos nunca havia passado da terceira rodada na Austrália e das oitavas em um Major. Ela terá grande recuperação no ranking e voltará ao grupo das 30 melhores jogadoras do mundo. O primeiro título da carreira profissional de Yastremska foi conquistado no Brasil, um ITF em Campinas no ano de 2016, quando ela tinha apenas 15 anos. Já há dois anos, a ucraniana precisou sair às pressas de seu país e se refugiar na França, após o início da guerra.

No encontro entre duas jogadoras de estilo agressivo e que definiam os pontos em poucas trocas de bola, a partida começou com games longos e muitas chances de quebra para os dois lados. Yastremska saiu vencendo por 2/0 depois de criar cinco break-points, mas Zheng buscou o empate em sua quarta oportunidade. Para diminuir a quantidade de erros e ter mais controle de bola nos golpes, a chinesa trocou de raquete no 3/3 e utilizou cordas mais duras. Com um jogo mais consistente do fundo de quadra, ela quebrou o saque da rival e fez 4/3.

Yastemska pediu atendimento médico fora da quadra, para um aparente desconforto na região abdominal. A partida ficou interrompida por quase sete minutos. Na volta, a ucraniana teve um break-point, mas Zheng se defendeu muito bem e conseguiu sustentar a vantagem até o fim do set. Até aquele momento do jogo, Yastemska tinha mais winners, 11 a 8, e menos erros, 12 contra 15, mas o aproveitamento nos break-points era o diferencial.

O roteiro do segundo set foi muito parecido com o da primeira parcial. Foram duas quebras logo no início, em games muito longos, e Zheng retomou a vantagem no sétimo game. Depois de estar perdendo por 3/2, a chinesa fez 12 pontos em 13 possíveis para virar o placar para 5/3. Yastemska até confirmou sem muitos riscos seu último game de serviço, mas Zheng soube aproveitar a chance de sacar para o jogo e garantiu seu lugar na final.

10 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leo realista
Leo realista
1 mês atrás

Boa queen Zheng! Era pra ela ter ganhado aquele Wta Finals B, se o fisico não falhasse. Mas agora tem a chance de um troféu maior ainda.
Só que do outro lado vai estar a Sabalenka jogando muito. Vai ser uma tarefa quase impossível pra china

Elienki Hasamel
Elienki Hasamel
1 mês atrás
Responder para  Leo realista

Leo ex-alxingel?! Qual a realidade no tênis masculino??????….

Flávio
Flávio
1 mês atrás
Responder para  Elienki Hasamel

Elienki Hasamel o tênis masculino é muito, muito, muito superior ao feminino porque tem muito mais qualidade técnica, portanto não cabe você mencionar isso..

Gustavo Franchi
Gustavo Franchi
1 mês atrás
Responder para  Leo realista

“Era pra ela ter ganhado” não existe no mundo tênis amigão, você já deveria saber disso…

Leonel
Leonel
1 mês atrás
Responder para  Leo realista

Leo, Sabakenka vai bem quando joga a frente do.placar. acho que a coisa tá parelha. Da minha parte tô muito contente porque admiro essas duas jogadoras depois da Bia, mas…se tiver que optar fico com a chinesa talvez pq ela não ganhou nenhum slam ainda.Bora ser feliz.

Evandro
Evandro
1 mês atrás
Responder para  Leonel

Também acho que a Sabalenka vai ter de suar muito, se quiser vencer o seu 2º Slam.

Beto_poa
Beto_poa
1 mês atrás
Responder para  Leo realista

a realidade é que o complexo de encolhimento cultural continua.

Daniel Macedo
Daniel Macedo
1 mês atrás
Responder para  Leo realista

Tá difícil de digerir até agora a vitória da Bia no WTA Elite Trophy. Ela realmente tem tornado dura a vida dos haters, no caso, misóginos enrustidos. Outra coisa, adjetivo pátrio de quem nasce na China é chinês ou chinesa, e nāo “china”.

Ubiratan (Black)
1 mês atrás

Parabéns! aproveitou o caminho aberto para as quartas e logo depois também para a semi e confirmou.
Jogou mais uma vez muito bem, devolveu bolas onde a Yastremska parecia já ter ganho o ponto. Yastremska conseguiu retomar dois serviços que tavam 0x40 no 1S mas perdeu esses games. Mas está de parabéns também.
Zheng é a nova número 7 e bem encostada na Jabeur que vai estar em mais momentos defendendo mais pontos.
O caminho dela já era top 8 mesmo que tivesse parado na semi! tinha e tem um primeiro semestre muito bom para somar pontos.

Evandro
Evandro
1 mês atrás

A chineza Qinwen Zheng está muito perto de vencer seu 1º Slam. Joga com desenvoltura e tem um técnico normal. Aquele da ucraniana… que que é aquilo! Anormal. Passa tensão para a pupila.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE