PLACAR

WTA divulga seu calendário com 10 torneios 1000

WTA 1000 de Wuhan poderá voltar ao calendário depois de cinco anos

Miami (EUA) – A WTA divulgou nesta segunda-feira o calendário de competições para 2024, confirmando os planos da entidade de realizar dez torneios de nível 1000, cinco deles com duas semanas de duração.

Os torneios de Indian Wells e Miami em março, Madri e Roma em maio, além de Pequim no fim de setembro terão duas semanas. Os outros cinco WTA 1000 serão em Doha e Dubai em fevereiro, Toronto e Cincinnati em agosto, além de uma data em outubro estar reservada para Wuhan, apesar de não haver confirmação oficial. A cidade chinesa está fora do calendário desde 2019.

+ Veja como ficou o calendário de 2024 da WTA

Entre outras novidades, o WTA 500 de San Diego passou de março para fevereiro, servindo como preparação para Indian Wells. Já a cidade mexicana de Guadalajara, que teve um WTA 1000 bastante esvaziado, ficará com um torneio 500, na semana seguinte à do US Open, antes se o circuito se mudar de vez para a Ásia, com raras exceções.

As competições de tênis nos Jogos Olímpicos de Paris, entre 27 de julho a 4 de agosto, vão coincidir datas com o WTA 500 de Washington. Será uma opção para as tenistas que prefiram jogar em busca de pontos no ranking e premiação em dinheiro na semana do torneio olímpico.

Ainda não foi divulgada a sede do próximo WTA Finals, apenas a data, a partir de 4 de novembro. Já a Billie Jean King Cup terá o Qualificatório Mundial, com presença do Brasil na semana de 8 de abril, e a fase final a partir de 11 de novembro, com sede a definir.

O único WTA 250 na América do Sul segue sendo o de Bogotá. O evento em quadras de saibro na capital colombiana está marcado para acontecer entre os dias 1º e 7 de abril de 2024.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE