PLACAR

Wild vai reencontrar Fognini na estreia em Metz

Foto: CBT

Metz (França) – Atuando pela quarta semana consecutiva em quadras duras e cobertas na Europa, Thiago Wild disputará a chave principal do ATP 250 de Metz, na França. O número 1 do Brasil e 73º do mundo estreia contra o experiente italiano de 36 anos Fabio Fognini, ex-top 10 e atual 134º colocado.

Wild venceu Fognini recentemente, na final do challenger de Gênova, disputado no mês de setembro. Desde então, o paranaense de 23 anos conseguiu mais duas vitórias, contra o dinamarquês August Holmgren na Copa Davis e sobre o norte-americano Michael Mmoh no quali do ATP da Basileia.

Durante as três semanas de torneios da ATP em quadras cobertas, Wild foi eliminado na estreia das chaves principais de Estocolmo e Basileia e também não passou da primeira rodada do quali do Masters 1000 de Paris, superado pelo australiano Jordan Thompson no último sábado.

De acordo com o sorteio da chave em Metz, o vencedor entre Wild e Fognini deve enfrentar o dinamarquês Holger Rune, principal cabeça de chave e número 7 do mundo, nas oitavas de final. Mas após a classificação de Rune para o Finals ainda nesta sexta-feira, é possível que o dinamarquês não jogue o ATP francês, o que pode causar um reordenamento dos cabeças de chave durante o fim de semana.

O quadrante de Wild, Fognini e Rune em Metz ainda tem o italiano Lorenzo Sonego, cabeça 6, que estreia contra o norte-americano Marcos Giron. No mesmo lado está o canhoto francês Ugo Humbert, quarto cabeça de chave, e que tem nomes experientes no caminho como Dominic Thiem e Richard Gasquet, além do alemão Yannick Hanfmann.

O australiano Alex de Minaur é o segundo cabeça de chave e espera o duelo francês Pierre-Hugues Herbert e Arthur Cazaux. Ele tem o suíço Stan Wawrinka no quadrante. E do mesmo lado da chave estão o russo Karen Khachanov, terceiro favorito, e o cazaque Alexander Bublik, cabeça 5 e com bom histórico em quadras cobertas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE