PLACAR

Victória faz semi de duplas na Itália, seis juvenis avançam em La Paz

Victoria Barros (Foto: Federación Peruana de Tenis)

Santa Croce sull’Arno (Itália) – A juvenil potiguar de 14 anos Victória Barros será a representante brasileira nas semifinais de duplas do ITF J300 de Santa Croce, em quadras de saibro na Itália.

Victória e sua parceira Gloriana Nahum, do Benin, venceram nas quartas a canadense Nadia Lagaev e a colombiana Valentina Mediorreal Arias por 1/6, 7/5 e 10-3. Elas enfrentam na semifinal as italianas Noemi Basiletti e Gaia Maduzzi.

Em simples, Victória se despediu nas oitavas de final. A atual 87ª do ranking foi superada pela cazaque de 17 anos Sonja Zhiyenbayeva, 29ª do mundo, por 6/4 e 6/2. Já a paulista de 17 anos Olívia Carneiro, 44ª do ranking, sofreu 6/2 e 6/1 da canadense Nadia Lagaev, 102ª colocada.

Na chave masculina, a dupla brasileira formada pelo goiano Luis Augusto Miguel e o paulista Enzo Kohlmann caiu nas quartas de final, superados pelo francês Theo Papamalamis e o alemão Max Schoenhaus por 7/5 e 6/3.

Seis juvenis brasileiros disputam as quartas de final em La Paz

Seis juvenis brasileiros disputam as quartas de final do ITF J100 de La Paz, em quadras de saibro na Bolívia. É certo que um representante nacional estará na semi, vindo do duelo entre João Lago e Davi Carlos. Ainda na chave masculina, Enzo Vargas enfrenta o boliviano Diego Muñoz Navia, enquanto Vitor Machado encara o também anfitrião Santiago Lora. Já na chave feminina, Ana Cruz enfrenta a argentina Sol Larraya, cabeça 1 do torneio, enquanto Gabriela Félix joga contra outra argentina, Sofia Meabe.

Noale, Guerra e Cho jogam em Portugal

Pelo ITF J100 de Lousada, em Portugal, Stephan Noale é cabeça 2 e entra diretamente na segunda rodada contra o francês Thomas Van Den Dooren, em jogo que acontecerá apenas na quinta-feira. Já Beatriz Guerra estreou vencendo a espanhola Africa Burillo por 6/2 e 6/1 e enfrentará a cipriota Emma Fantusis. Também na chave feminina, Gabriela Cho é cabeça 12 e enfrenta a ucraniana Masha Lazarenko. Já o paulista Luiz Felipe Silva perdeu do português Diego da Silva por 4/6, 6/1 e 6/3.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wild enfrenta inspirado Monfils e a torcida francesa em Paris

A homenagem de Roland Garros ao adeus de Alizé Cornet

PUBLICIDADE