PLACAR

Victória Barros e Gustavo Almeida estreiam bem em Istres

Victória Barros (Foto: Luiz Candido/CBT)

Istres (França) – A terça-feira foi de bons resultados para os brasileiros no ITF J200 de Istres, no saibro francês. A potiguar Victória Barros e o paranaense Gustavo Almeida estrearam com vitória na competição e seguem em busca da classificação para Roland Garros.

Victória, de apenas 14 anos, é a sétima favorita da chave feminina e está com o melhor ranking da carreira no 83º lugar. Ela venceu a croata de 16 anos Dora Miskovic, 156ª colocada, por 7/5 e 6/1. Sua próxima rival é a norte-americana Julieta Pareja, 251ª do mundo.

Gustavo Almeida é o cabeça 7 do masculino e, curiosamente, também ocupa o 83º lugar de seu ranking. Após a vitória na estreia sobre o tailandês Thanaphat Boosarawongse por duplo 6/3, ele enfrenta o espanhol Rafael Segado Esteve, 106º colocado. O paranaense de 17 anos já foi 41º do ranking e tenta jogar Roland Garros pela segunda vez na carreira.

Nas duplas, Victória Barros e a búlgara Iva Ivanova venceram a holandesa Joy De Zeeuw e a croata Dora Miskovic. Elas enfrentam nas quartas a ucraniana Yelyzaveta Chainykova e a norte-americana Leena Friedman.

A vaga nas oitavas na França rende 36 pontos no ranking para ambos os brasileiros, com chance de 60 pontos para quem chegar às quartas. O torneio dá 200 aos campeões, 140 para os vices e 100 para os semifinalistas. O ranking considera os seis melhores resultados de simples em um ano e mais 25% da soma das seis melhores pontuações nas duplas. O fechamento das inscrições para o torneio juvenil de Roland Garros será em 30 de abril.

12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leonel
Leonel
1 mês atrás

Dá pra chegaram lá. Ranking 83 pra eles podendo.jogar talvez mais torneio até dia 30/04. Nossos juvenis se ganharem 2 rodadas será grande feito. Lógico que Guto e Nauhany mostraram que são bons e imprevisíveis. Nauhany já mostrou servico qdo esteve na Europa e Guto foi semi finalista de Wimbledon até 14 anos.

Julio cabrales
Julio cabrales
1 mês atrás
Responder para  Leonel

A Victoria eh só 4 meses mais velha que a nauhanny , fez 14 em dezembro e já eh 83 do juvenil ( por isso que já mora e treina na Europa , descoberta pelo mouratoglou ) ! A nauhany fez 14 agora mas eh 300 e pouco do mundo ( mas acho que subirá logo ) ! chances de termos um duo de tops no futuro !

Leonel
Leonel
1 mês atrás
Responder para  Julio cabrales

Julio. Ainda não vi a Victória jogar. Sao da mesma idade. A Nauhany parecer ter todos os repertórios em quadra jiga bem no saibro e quadra dura. Sem ficar com muitas comparações mas acho que Nauhany saiu na frente da Victoria mesmo a Victória com ranking 83. Vai ser legal acompanhar essas 2 torres gêmeas. Pelo visto as 2 estarão em Roland garros.

Carlos Magno
Carlos Magno
1 mês atrás

Pessoal o outro J200 que a vitória estava disputando, ela foi até que etapa? Infelizmente o TenisBrasil, pelo que vi não divulgou. É difícil saber como vão os juvenis

Jorge Luiz
Jorge Luiz
1 mês atrás
Responder para  Mário Sérgio Cruz

Foi publicado e vc está de parabéns pela cobertura que faz do nosso tênis juvenil

Rosemeire Batista Costa
Rosemeire Batista Costa
1 mês atrás
Responder para  Mário Sérgio Cruz

Acredito no desempenho de Victoria Barros.uma jovem que tem td pra chegar muito mais longe ,uma criança com tanto talento parabéns Victoria representa o nordeste e o nosso Brasil

Samuel Cunha
Samuel Cunha
1 mês atrás
Responder para  Mário Sérgio Cruz

Boa noite.
Desculpe, já perguntei semana passada, mas esqueci. Qual o ranking próximo pra entrar direto em RG mesmo?
Desde já, obrigado.

José Nilton Dalcim
Admin
1 mês atrás
Responder para  Samuel Cunha

O mais correto é 100, embora sejam 104 vagas diretas. Essas quatro no entanto ficam por conta dos rankings protegidos.

Maurício
Maurício
1 mês atrás
Responder para  Carlos Magno

É difícil pq não procura, tem o site ITF júniors tour com chave, resultados e a lista de inscritos antes do torneio começar

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE