PLACAR

Tiafoe relata instabilidade emocional: “Estava perdendo de palhaços”

Foto: Florian Eisele/AELTC

Londres (Inglaterra) – A temporada de 2024 está abaixo das expectativas para Frances Tiafoe, que estreou em Wimbledon vencendo o italiano Matteo Arnaldi em cinco sets e marcou apenas sua 14ª vitória do ano. Após a difícil partida desta segunda-feira, o norte-americano falou sobre os momentos de instabilidade emocional que viveu nos últimos meses, que foram marcados por eliminações precoces.

“É brutal. Tive muitos altos e baixos. Mas pense em onde estou. Nesta semana do ano passado, eu era número 10 do mundo. E agora, eu quase fico fora dos cabeças de chave aqui em Wimbledon”, disse Tiafoe, atual 29º do ranking, que derrotou Arnaldi, 35º colocado, por 6/7 (5-7), 2/6, 6/1, 6/3 e 6/3. Foi a primeira vez que ele venceu um jogo, saindo de dois sets abaixo.

“Eu estava perdendo para os palhaços, odeio dizer isso, mas vou ser honesto. Eu fiquei acomodado demais, parei de me divertir e me encontrei em uma posição estranha. Então, você meio que esquece o que estava fazendo para vencer e começa a duvidar de si mesmo”, avaliou o jogador de 26 anos.

“Mas é o jogo. Sempre há luz no fim do túnel e tudo é uma questão do quão rápido você consegue sair dessa situação. Você pode encontrar essa luz com pequenas vitórias ou só continuar sentindo pena de si mesmo e se fazendo de vítima. É aí que tudo fica cada vez mais escuro e mais”, relatou o vencedor de três torneios da ATP.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Deus tem me ajudado bastante. Mas amigos e familiares também. Eles disseram: Cara, você precisa se divertir. Sua vida está boa se comparar com onde você começou. O que você está fazendo é se consumir demais. Apenas divirta-se”, complementou.

O próximo adversário de Tiafoe será o croata Borna Coric, 89º do ranking, e algoz do brasileiro Felipe Meligeni por 6/3, 7/6 (7-2) e 6/3. O norte-americano tem uma vitória e uma derrota contra o croata no circuito e venceu o duelo mais recente, disputado em janeiro no Australian Open.

13 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gilvandro
Gilvandro
14 dias atrás

Tiafoe deveria ser mais respeitoso com o tenista que o derrotou recentemente numa partida treino, ele possui 7 títulos em wimbledon

Joselito
Joselito
13 dias atrás
Responder para  Gilvandro

Ele pensou assim. Eu quase levei o GOAT para o tiebreak, eu não sou qualquer um. Virou uma chave na cabeça dele.

Ana
Ana
14 dias atrás

Uau. Que narrativa dark a dele. Certamente rolou (ou ainda rola) uma depressão aí, mas ele está reagindo, ao que parece.

Kelly
Kelly
14 dias atrás

Avante,Tiafoe! Aliás, ele completou 26 anos em janeiro, não tem 29.

Gilvan
Gilvan
14 dias atrás

Calma, Tiafoe, perder pro Djokovic em 2024 também não é o fim do mundo.

Saulo Sérgio
Saulo Sérgio
13 dias atrás
Responder para  Gilvan

isso mostra o nível de respeito que o sérvio desfruta perante seus próprios colegas…

João Sawao ando
João Sawao ando
13 dias atrás

Nossa que comentário arrogante

Mitzi
Mitzi
13 dias atrás
Responder para  João Sawao ando

Também não gostei. Esse cara estava se achando em 2023 … ganhou a Laver cup, apareceu na Netflix, cheio das poses… agora caiu na real. A autocrítica dele passa por chamar os adversários de palhaços. Quero ver vários “palhaços ” derrotando ele.

André Borges
André Borges
13 dias atrás

Perder pra palhaços negacionistas abala a auto estima de qq um mesmo…..

Lion
Lion
13 dias atrás
Responder para  André Borges

Isso é um BOT?

SANDRO
SANDRO
13 dias atrás

Imaginem só se é DJOKOVIC que dissesse “Estou perdendo para palhaços” ou se IGA dissesse “Estou perdendo para palhaças”… Declaração nojenta, deplorável e preconceituosa de TIAFOE… Agora sou obrigado a torcer contra ele…

Matheus
Matheus
13 dias atrás

Não acho que ele tenha nível ou consistência para ser top 10! Seu lugar natural é no top 30 mesmo.

Oscar Riote
Oscar Riote
13 dias atrás

Eu sempre achei ele meio mala demais. Se ele fosse branco, estaria tão detestado como o Moutet

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE