PLACAR

Roddick aconselha Djokovic a ser cauteloso e voltar só em 2025

Andy Roddick (Foto: Reprodução/YouTube)

Nova York (EUA) – Após duas longas batalhas consecutivas em sua campanha deste ano em Roland Garros, o sérvio Novak Djokovic teve uma lesão no joelho direito que o impediu de entrar em quadra para disputar a semifinal e acabou o forçando a passar por uma cirurgia. Para o norte-americano Andy Roddick, o ex-número 1 do mundo deveria ser cauteloso em seu retorno.

“Um menisco rompido no joelho não é grande coisa quando você tem 24, 25 ou 26 anos. Mas agora é o pior momento possível porque o tempo entre os torneios do Grand Slam é o mais curto”, comentou o norte-americano em seu podcast Served with Andy Roddick.

Com previsão de retorno entre três semanas e um mês, Djokovic corre contra o relógio para ver se consegue voltar a tempo para competir em Wimbledon ou pelo menos para disputar os Jogos Olímpicos de Paris. Em contrapartida, Roddick diz que o sérvio não deveria negligenciar a reabilitação. “Não pode dizer a si mesmo: ‘Tudo bem! Meu joelho está bem, o suficiente para jogar em um mês’”.

Para o norte-americano de 41 anos, o sérvio deveria voltar só no ano que vem. “Ele poderia simplesmente terminar a temporada e fazer uma última tentativa de vencer tudo no próximo ano. Certifique-se de ficar saudável novamente para o próximo ano! Ele é provavelmente o melhor jogador defensivo da história do tênis, mas tem que ser capaz de confiar nas pernas na defesa”, opinou.

Médico não crê que Djokovic possa jogar em Wimbledon

Subscribe
Notificar
guest
33 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Marcelo Reis
Marcelo Reis
1 dia atrás

O Novak quer muito o ouro olímpico. Precisa? Não. Já tem os principais números da história do tênis masculino. Mas li diversas reportagens dele em canais nacionais e internacionais, nos quais ele jamais escondeu essa meta.

Se ele ganhar o ouro, se aposenta. Se não ganhar, tentará beliscar mais uns GSs. Puro achismo meu. :)

Ricardo
Ricardo
1 dia atrás
Responder para  Marcelo Reis

Ele não iria ganhar as olimpíadas nem se estivesse bem fisicamente. Agora com o joelho baleado, esquece.

Oscar
Oscar
1 dia atrás
Responder para  Ricardo

Exato. O nivel dele já estava baixo antes mesmo da lesão. Não chegou em nenhuma final esse ano.

José Afonso
José Afonso
1 dia atrás
Responder para  Oscar

Ele estava com esse nível abaixo justamente por causa do joelho, o problema tem tempo. Ele já poderia (e deveria) ter operado faz tempo, logo depois do AO. Mas está pagando o preço da teimosia.

Dirceu
Dirceu
15 horas atrás
Responder para  José Afonso

Pq choraram qdo Roger se aposentou?? E Nole já deveria ter-se aposentado??? Pq 2 pesos??

José Afonso
José Afonso
1 dia atrás
Responder para  Marcelo Reis

Não, não se aposenta se ganhar o ouro. Pode cobrar.

Ainda bem que sabe que é puro achismo seu, pois ele quer mais GSs. Inclusive, já falou isso várias vezes, que enquanto puder ganhar Slams, não irá se aposentar. Somente quando vir que não tem mais boas chances.

Isso daí é papo de torcedor de Nadal ou Federer que não quer que se ele distancie mais nos Slams.

Davi Silva
Davi Silva
20 horas atrás
Responder para  Marcelo Reis

Eu tbm acho que não precisa ganhar o ouro, até porque a competição é bem atípica, vide que dos grandes, apenas Agassi e Nadal ganharam, mas o sérvio é obcecado pela medalha e com certeza vai tentar novamente

Henrique
Henrique
8 horas atrás
Responder para  Marcelo Reis

Precisa ganhar a medalha de ouro sim, o Nadal tem ouro em simples e em duplas, Federer tem prata em simples e ouro em duplas. As pessoas desvalorizam a medalha de ouro do Federer mas ele venceu a maior dupla da história na semifinal, os irmãos Mike Bryan e Bob Bryan. Djokovic tentou até jogar duplas mistas e não tem nem um bronze.

Thiago Pereira
Thiago Pereira
1 dia atrás

Pode esquecer. Esse ano, a grande meta do Djokovic sempre foi os jogos olímpicos. É o único título que ainda lhe falta. A não ser que a lesão o impossibilite,não há nada que vá fazer ele mudar de ideia . Ele não vai abrir mão do tão sonhado ouro olímpico. Só deverá abrir mão de Wimbledon, porque é o jeito,e olhe lá se não acabar indo jogar na grama sagrada. E,discordo do Roddick. Não acho que a lesão do Djokovic seja tão grave assim, a ponto dele abrir mão da temporada. Aos 37 anos,ele já não tem mais esse tempo. Cada corpo reage de uma forma diferente, e diferentemente do Roddick, Djokovic tem um corpo bem mais leve e sempre foi dotado de ótima capacidade física. Tanto que teve poucas lesões na carreira. Mas, só o tempo poderá dizer

Dirceu
Dirceu
15 horas atrás
Responder para  Thiago Pereira

Análise coerente. Em certos aspectos não é possível fazer comparações, ou apenas bem relativas. O aspecto físico de Novak é um dos pontos fortíssimos dele.

Guilherme Augusto
Guilherme Augusto
1 dia atrás

Meu Deus Roddick. QUEM É VOCÊ pra dar pitaco na vida do MAIOR ATLETA DE TODOS OS TEMPOS?

Fabio Silva
Fabio Silva
1 dia atrás
Responder para  Guilherme Augusto

Vc que sabe de tênis. Roddick, não….

Cristiana
Cristiana
1 dia atrás
Responder para  Fabio Silva

Kkkkkk

Renato B
Renato B
1 dia atrás
Responder para  Fabio Silva

Esses fãs do Djokovic são lunáticos.

Cabelo de Boneca 2024
Cabelo de Boneca 2024
1 dia atrás
Responder para  Guilherme Augusto

Puro achismo meu, mas tenho a séria impressão que melhor que vc ele é.

Eduardo
Eduardo
1 dia atrás
Responder para  Guilherme Augusto

Só sabe quem já passou por um procedimento como esse. Sou fã do Nole, mas o Roddick tem suas razões. Já passei por esse tipo de cirurgia e posso falar com propriedade, a recuperação não é tão simples. Requer dias para a cicatrização. Um mês é pouco tempo, mas como estamos falando do ponto fora da curva no tênis, Djokovic, possivelmente quebrará mais um recorde. É o que espero.

Wesley
Wesley
8 horas atrás
Responder para  Guilherme Augusto

Roddick já foi número 1 do mundo e o Djokovic é freguês dele kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Gilvan
Gilvan
1 dia atrás

A ideia do sérvio de voltar a jogar exatamente no local em que ele se lesionou, tendo reclamado do piso e da organização do torneio, não faz muito sentido.
Vai arrebentar de novo o joelhinho de paçoca e reclamar dos franceses.

José Afonso
José Afonso
1 dia atrás
Responder para  Gilvan

Os organizadores serão outros, “jênio”.

Em vez da incompetente Mauresmo & cia, será o Comitê Olímpico.

Gilvan
Gilvan
1 dia atrás
Responder para  José Afonso

As quadras serão as mesmas, o piso será o mesmo, o saibro será o mesmo.

Mas lógico, para os fanáticos, vale até colocar a culpa na Mauresmo pelo mau desempenho do sérvio.

Piter Oliveira
Piter Oliveira
1 dia atrás
Responder para  Gilvan

Espero que vc se cure dessa tristeza de ver o Djokovic ainda competitivo, enquanto os demais do Big 3 já foram. rsrs

Marcelo
Marcelo
1 dia atrás

Discordo do Roddick, um ano a mais a essa altura do campeonato é muito pra quem já possui 37 anos, a lesão parece que não é tão séria, não foi ligamento ou tendão rompido, aí seria outra história. Se o Djoko se sentir bem, até Wimbledon pode arriscar jogar, já que não exige tanto como no saibro e os pontos são mais curtos. Olimpíadas dificilmente vai abdicar. Depois vai ter um tempo até o US open, que certamente vai querer ganhar.

Roger
Roger
1 dia atrás

Isso, se não abandonar novamente Olimpíadas.. que ficou MUITO feio na última.

melkizedeke
melkizedeke
1 dia atrás

Errou feio na estratégia, já não vinha bem na ronda de saibro, levou o corpo ao limite e foi cobrado, deu adeus a possibilidade de mais um GS em Wimbledon onde era favorito, e provavelmente perdeu o jogos olímpicos, mesmo que consiga voltar, não deve ser um dos favoritos, pois, dois tirar 2 sets dele hj é bem possível para mais de 10 jogadores. A dica de Roddick seria o caminho mais correto. Mera especulação de um torcedor.

CARLOS ALBERTO RIBEIRO DA SILV
CARLOS ALBERTO RIBEIRO DA SILV
1 dia atrás
Responder para  melkizedeke

A lesão do Djokovic em Roland Garros poderia ter acontecido com qualquer um, faz parte dos riscos do esporte. A meu ver não foi por erro de planejamento.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 dia atrás

Andy tá maluco! Em 2018, Djoko operou o cotovelo e voltou um mês depois! Essa decisão de retorno cabe ao médico do sérvio!

Neto
Neto
8 horas atrás
Responder para  Fernando Venezian

Cotovelo é joelho agora? Kkkkkkkkkkkkkkkk

Patricia Peruchin
Patricia Peruchin
1 dia atrás

Pra reabilitar completamente e competir em esporte de alto rendimento, pelo menos três meses.

João Silva
João Silva
1 dia atrás

Sensato e racional.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
18 horas atrás

Roddick sabe que negar que Djokovic é o GOAT é como negar a lei da gravidade, mas nessa ele errou. Ele já terá condições de voltar nas Olimpíadas e chegar bem para Cincinnati e USO.

Neto
Neto
8 horas atrás
Responder para  Paulo Almeida

Djokovic é freguês do Roddick.

JOÃODERVAL
JOÃODERVAL
18 horas atrás

Kd meu comentário estagiário? kkkk

Tu é federelet, é?

Fã do rei da entressafra! hahahahaha

Renato
Renato
8 horas atrás

Perfeita a opinião do Roddick. Sem mais.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE