PLACAR

Rodada diurna de domingo é 29 minutos menor que jogo de Djokovic

Paris (França) – Se no sábado a ação terminou bem tarde da quadra Philippe Chatrier, com a vitória do sérvio Novak Djokovic sobre o italiano Lorenzo Musetti acabando depois das 3h da madrugada, após mais de 4h de batalha, o oposto aconteceu na manhã deste domingo no palco principal de Roland Garros.

As três partidas marcadas para a jornada diurna da quadra central do Grand Slam francês foram tão rápidas que juntas duraram 29 minutos a menos do que o jogo de Djokovic na noite anterior. Somando apenas o tempo de jogo dos três primeiros confrontos deste domingo temos 4h de disputa, contra 4h29 do último jogo do sábado no mesmo lugar.

O triunfo da polonesa Iga Swiatek em apenas 40 minutos, batendo a russa Anastasia Potapova com duplo 6/0 ajudou muito na conta, mas a norte-americana Coco Gauff também não demorou exata uma hora para derrotar a italiana Elisabetta Cocciaretto com parciais de 6/1 e 6/2.

Para completar a jornada diurna, o espanhol Carlos Alcaraz resolveu sua partida contra o canadense Félix Auger-Aliassime em sets diretos, mas em um tempo mais normal de jogo, levando 2h20 para derrotar o rival com o placar final de 6/3, 6/3 e 6/1.

As partidas acabaram tão rápido que a organização conseguiu encaixar um jogo a mais na Philippe Chatrier, colocando um confronto de duplas mistas que de um lado tinha os cabeças de chave 8, os norte-americanos Austin Krajicek e Bethanie Mattek-Sands e do outro a chinesa Shuai Zhang e o salvadorenho Marcelo Arevalo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE