PLACAR

Qinwen desafia Krejcikova e ameaça top 20 de Bia

Zhengzhou (China) – Maior nome da nova geração de tenistas chinesas, Qinwen Zheng avançou neste sábado para a final do WTA 500 de Zhengzhou e com isso pode voltar ao top 20 no lugar de Beatriz Haddad Maia. A dona da casa não teve dificuldade para superar a italiana Jasmine Paolini e anotou as parciais de 6/2 e 6/3, após esforço de 75 minutos.

Sua adversária na decisão será a tcheca Barbora Krejcikova, depois que a cabeça 7 se mostrou muito superior à russa Daria Kasatkina e marcou o tranquilo placar de 6/3 e 6/0. As duas finalistas farão o primeiro duelo entre si no circuito.

Zheng, de 21 anos e que já apareceu como 19ª do mundo, vai em busca do segundo WTA da carreira e da temporada. Curiosamente, o título no saibro de Palermo veio em cima da mesma Paolini. Apontada como revelação da temporada 2022, Zheng disparou 19 winners na partida deste sábado e só teve um momento de instabilidade, quando sacava para a partida com 5/2 e sofreu sua única quebra.

Provisoriamente, Zheng sobe do 24º para o 21º lugar do ranking e fica apenas 90 pontos atrás de Bia Haddad, que parou na segunda rodada de Hong Kong e permaneceu no 20º posto. Em caso de título neste domingo, a chinesa marcará mais 165 pontos e subirá para 19º, rebaixando tanto Bia como Victoria Azarenka.

Krejcikova por sua vez fará a 12ª final de sua carreira e a quarta desta temporada, tendo ficado com os títulos em Dubai e San Diego e o vice em Birmingham. No geral, a campeã de Roland Garros de 2021 tem sete troféus na carreira. A campanha também fará com que ela recupere o 13º posto do ranking e, se for campeã, chegará ao 11º. A tcheca já foi vice-líder há dois anos.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE