PLACAR

Pegula lamenta ausência em RG e foca no retorno na grama

Foto: Lexie Wanninger/San Diego Open

Paris (França) – Logo antes de sortear as chaves de Roland Garros deste ano, a organização informou as desistências de última hora, que na chave feminina foram duas, com destaque para a norte-americana Jessica Pegula. Quem também não irá disputar o Grand Slam francês neste ano é a britânica Jodie Burrage. Ambas serão substituídas por lucky-losers na chave.

Quadrifinalista de Roland Garros em 2022, Pegula não disputou nenhuma partida no saibro nesta temporada. Sua última aparição no circuito foi nas eliminatórias da Billie Jean King Cup, em Orlando, em abril, quando venceu suas duas partidas para ajudar a levar os EUA à vitória por 4 a 0 sobre a Bélgica.

“Estou quase de volta aos treinos, não tenho problemas há semanas, mas lidei com recuperação de uma forma super segura. Se eu tivesse mais 5 a 7 dias, estaria lá 100%. Então, com certeza voltarei para uma temporada completa de grama e o resto do verão”, escreveu a número 5 do mundo na quinta-feira no Instagram.

No início deste ano, uma lesão no pescoço forçou Pegula a se retirar dos torneios disputados no Médio Oriente. A desistência de Roland Garros encerra sua sequência de 19 participações consecutivas nas chaves principais de Grand Slam, desde Roland Garros 2019.

Outra desistente de última hora, Burrage, que alcançou o top 100 em julho passado depois de chegar à sua primeira final de WTA em Nottingham, foi submetida a uma cirurgia no punho esquerdo em março. Seus planos de retornar à ação em Paris sofreram um revés com uma lesão no tornozelo às vésperas da competição.

“Ontem caí e torci o tornozelo enquanto jogava pontos no saibro me preparando para Roland Garros. Como está agora, tive que me retirar a partir da próxima semana. Não saberei a extensão dos danos até fazer mais exames nos próximos dias. Depois de tudo com meu pulso e de como foi minha recuperação, é difícil entender o que aconteceu”, lamentou a britânica.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE