PLACAR

Parceira de Stefani em 2022, Hunter tenta bicampeonato

Elise Mertens e Storm Hunter (Foto: Foto: Guadalajara Open AKRON)

Guadalajara (México) – Pelo segundo ano consecutivo, a australiana Storm Hunter disputará a final de duplas do WTA 1000 de Guadalajara. Campeã no ano passado, ao lado da brasileira Luísa Stefani, Hunter terá a oportunidade do segundo título, desta vez com a belga Elise Mertens.

Principais cabeças de chave em Guadalajara, Hunter e Mertens venceram nesta sexta-feira as norte-americanas Caroline Dolehide (finalista da chave de simples) e Asia Muhammad por 7/5 e 6/3.

Hunter e Mertens têm apenas um título juntas, no WTA 1000 de Roma em maio. Elas também foram finalistas de Wimbledon. Canhota de 29 anos, a australiana tem seis títulos de duplas na WTA. Mertens, de 27 anos, tem 17 conquistas no circuito.

As adversárias na final deste sábado às 18h30 serão a canadense Gabriela Dabrowski e a neozelandesa Erin Routliffe, cabeças 3 e recentes campeãs do US Open, que venceram a italiana Jasmine Paolini e a egípcia Mayar Sherif por 6/2 e 7/6 (7-4).

Gabriela Dabrowski, de 31 anos, tem 14 títulos no circuito de duplas da WTA. Já Erin Routliffe, de 28 anos, venceu quatro torneios no circuito. A parceria foi formada durante a preparação para o US Open e só atuou em Montréal, Cincinnati e Cleveland antes do Grand Slam nova-iorquino.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE