PLACAR

Olívia se despede no juvenil do AO, Ymanitu para na estreia

Ymanitu Silva (Foto: Frank Molter/ITF)

* Atualizado nesta quarta-feira após a partida de duplas de Ymanitu Silva

Melbourne (Austrália) – A participação brasileira no torneio juvenil do Australian Open chegou ao fim nesta terça-feira, com a queda de Olívia Carneiro na segunda rodada da chave de duplas. Olívia e a dinamarquesa Laura Brunkel foram superadas pela tcheca Julie Pastikova e pela alemã Julia Stusek por 6/3 e 6/2 em 1h de partida.

O primeiro set teve cinco quebras consecutivas, mas a dupla europeia esteve o tempo todo à frente no placar. Elas lideraram por 3/1, 4/2 e 5/3, antes de sacarem para fechar. E na segunda parcial, Pastikova e Stusek não enfrentaram break-points e conseguiram duas novas quebras.

Brasileira mais bem colocada no ranking juvenil feminino, Olívia Carneiro é a 38ª do mundo e disputou sua segunda chave principal de Grand Slam. Ela também havia atuado no saibro de Roland Garros em 2022 e no quali de Wimbledon no ano passado. Em simples, a paulista de 17 anos foi superada na estreia pela holandesa Rose Nijkamp no último domingo.

Ao todo, cinco brasileiros disputaram o Australian Open juvenil. Além de Olívia, o também paulista Enzo Kohlmann chegou a avançar uma rodada de simples. O mineiro Pedro Rodrigues, o carioca Nicolas Oliveira e a catarinense Carolina Bohrer foram superados na rodada de estreia, sendo que Bohrer jogou apenas a chave de simples e foi superada justamente por Pastikova, uma das algozes de Olívia nas duplas.

Ymanitu é eliminado no tênis em cadeira de rodas
Já pelo torneio de tênis em cadeira de rodas do Australian Open, o catarinense Ymanitu Silva foi eliminado na estreia da chave de simples. O veterano de 40 anos e número 10 no ranking da divisão Quad perdeu por 6/1 e 6/0 para o holandês Sam Schroder, cabeça 2 em Melbourne e atual bicampeão do torneio.

Ymanitu também caiu na estreia de duplas ao lado do turco Ahmet Kaplan. Eles foram superados pelo britânico Andy Lapthorne e o norte-americano David Wagner por 6/0 e 6/1. O brasileiro já esteve em três finais de duplas em Grand Slam, uma delas na Austrália no ano passado.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE