PLACAR

Ymanitu retorna ao Australian Open e enfrenta o cabeça 2

Ymanitu Silva (Foto: Frank Molter/ITF)

Melbourne (Austrália) – Pela segunda vez em sua carreira profissional, Ymanitu Silva será o representante brasileiro no torneio de tênis em cadeira de rodas do Australian Open. O catarinense de 40 anos é o número 10 no ranking da divisão Quad e estreia às 21h (de Brasília) desta segunda-feira contra o holandês Sam Schroder, cabeça 2 em Melbourne e atual bicampeão do torneio.

Esta será a quinta participação de Ymanitu em um Grand Slam. Ele busca uma inédita vitória em simples, mas já acumula um histórico respeitável nas duplas, com três finais disputadas. As duas primeiras foram no saibro de Roland Garros em 2019 e 2022. E no ano passado, ele também foi vice de duplas na Austrália, ao lado do sul-africano Donald Ramphadi.

Caso supere a rodada de estreia, o brasileiro pode enfrentar o chileno Diego Perez ou o britânico Andy Lapthorne. Do mesmo lado da chave esta o norte-americano David Wagner, cabeça 3. Já na outra chave, o principal favorito é o holandês Niels Vink.

Pelo torneio de duplas, Ymanitu jogará ao lado do turco Ahmet Kaplan. Eles estreiam contra Andy Lapthorne e David Wagner. Em caso de vitória, podem enfrentar o australiano Heath Davidson e o canadense Robert Shaw, cabeças 2.

A chave de simples do Quad, divisão para tenistas com deficiência em um membro superior, tem 16 jogadores e as de duplas conta com oito parcerias. Nas últimas semanas, Ymanitu jogou dois torneios na Austrália. Ele alcançou uma final de duplas em Victoria e chegou às quartas de simples em outro evento em Melbourne.

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE