PLACAR

Bia joga na China e é cabeça 1 pela primeira vez

Foto: Prudential Hong Kong Tennis Open

Nanchang (China) – Com apenas uma vitória nos três jogos que fez na sua fase asiática da temporada, Beatriz Haddad Maia permanece na China e disputará a partir deste domingo o torneio de US$ 259 mil que acontece no piso sintético de Nanchang. E pela primeira vez aparece como cabeça 1 num torneio de nível WTA.

Sua adversária inicial é a japonesa Nao Hibino, de 28 anos e 1,63m, que no momento ocupa o número 92 do ranking, embora já tenha aparecido como 56º em 2016. Hibino tem três títulos de nível WTA, um deles conquistado em Praga deste ano. As duas nunca se cruzaram.

Caso mantenha seu favoritismo, Bia pode enfrentar a australiana Kimberly Birrell, que aguarda uma qualificada. A primeira cabeça no seu quadrante é a chinesa Lin Zhu. No seu setor da chave, ficaram tambem a tcheca Marie Bouzkova e a espanhola Sara Sorribes.

Bia não fez grandes campanhas no piso sintético neste segundo semestre. Perdeu na segunda rodada de Montréal e na estreia de Cincinnati, vencendo um jogo no US Open. Depois, fez quartas em San Diego e sofreu o acidente quando iria disputar Guadalajara. Viajou para a Ásia mesmo sem estar totalmente recuperada e aí caiu na estreia de Pequim e na segunda rodada de Hong Kong.

Com tudo isso, ela corre o risco de perder lugar no top 20 do ranking na lista que será divulgada nesta segunda-feira, caso a chinesa Qinwen Zheng conquiste o título do 500 de Zhengzhou. Isso coloca risco de a brasileira ficar de fora do WTA Elite Trophy, que reúne as tenistas entre 9 e 20 do ranking no final da temporada.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE