PLACAR

Nardi diz que entrou em quadra pensado em perder de pouco

Luca Nardi (Foto: Andrew Wevers/BNP Paribas Open)

Indian Wells (EUA) – Responsável por uma das maiores surpresas até então no Masters 1000 de Indian Wells, eliminando o sérvio Novak Djokovic na terceira rodada, o italiano Luca Nardi revelou que entrou em quadra para desafiar o número 1 do mundo, seu ídolo de infância, pensando em perder de pouco e focado apenas em dar seu máximo.

“Sinceramente, nos primeiros dois ou três games pensei que não queria perder por 6/1 e 6/1. Ventava muito, não foi fácil jogar para nós dois e acho que comecei bem. Percebi então durante os ralis que me sentia bem”, contou o italiano de 20 anos e atual 123 do mundo, que entrou na chave principal como lucky-loser após perder na última rodada do quali para o belga David Goffin.

“Ninguém poderia imaginar isso, eu fui tipo o terceiro lucky-loser. Fiquei surpreso quando entrei. Nunca tinha vencido um top 50, mas bati (Zhizhen) Zhang na primeira partida e agora, Djokovic. Não sei o que dizer sobre isso”, comemorou Nardi, que entrou direto na segunda rodada e agora já está nas oitavas de final no torneio californiano.

Questionado sobre seu próximo adversário na competição, o norte-americano Tommy Paul, o italiano não poderia ser mais sincero. “Tommy Paul para quê? Eu jogo contra ele? Sério?”, disse Nardi aos risos. “Eu não sabia, não verifiquei a chave. Então, obrigado por me avisar. Com certeza vou preparar o jogo com meus treinadores e vai ser muito difícil, porque ele está jogando muito bem”.

Fã confesso de Djokovic, o italiano não escondeu a felicidade por bater seu ídolo, de quem tem um pôster na parede de casa. “Sensação incrível. Eu não imaginava jogar uma partida contra ele e agora também o venci. Então é um sonho que se tornou realidade para mim. E sim, todas as noites vou para a cama e vejo Novak”, disse Nardi.

“Estamos assistindo ele jogar faz 20 anos. Acho que a única vantagem que eu tinha era que ele nunca me viu jogar”, disse o jovem italiano, que teve que se concentrar na hora de fechar. “Quando eu estava sacando em 5/3, as bolas eram quase novas, e sei que hoje tive alguns problemas de saque, com algumas faltas duplas. Meus treinadores sabem que se errasse o primeiro saque, ficaria muito nervoso, então no último game tentei sempre usar o primeiro saque”, falou o algoz de Djokovic.

Apoiado pelo público durante boa parte do jogo, Nardi disse que mal prestou atenção nisso, já que estava concentrado na partida. “Sinceramente, tentei não ouvir muito o público. Eu estava tentando apenas me concentrar no que tinha que fazer. Mas depois da partida, meus treinadores me disseram, ‘Luca, todo mundo estava torcendo por você’”.

“Desempenho muito ruim da minha parte”, avalia Djokovic

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Frederico
Frederico
1 mês atrás

Só faltou dizer qual foi o placar.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE