PLACAR

Nadal: “Vou me testar no sábado, não sou favorito”

Corinne Dubreuil/ATP Tour

Madri (Espanha) – Depois de vencer com tranquilidade sua partida de estreia no Masters 1000 de Madri, Rafael Nadal terá a oportunidade de reencontrar o australiano Alex de Minaur, número 11 do mundo e seu algoz na semana passada em Barcelona. Ciente de que não será o favorito em quadra, o ex-número 1 do mundo encara a partida do próximo sábado como um teste para saber qual é seu real nível de tênis na preparação para Roland Garros.

“Honestamente, a nível esportivo, ganhar ou perder no sábado não muda nada para mim”, disse Nadal, que disputa apenas seu terceiro torneio no ano e tem lidado com uma lesão no quadril que limitou seu calendário nos últimos dois anos. “Não é uma vitória que vai mudar minha carreira. Sou realista e não aspiro vencer. Se eu quisesse vencer estaríamos tendo outra conversa, que é a que temos há 15 anos. Estamos em um momento diferente e sábado terei a oportunidade de testar o meu nível de tênis”.

“Em Barcelona joguei um bom primeiro set. Mas no segundo, não foi possível. Para mim é uma oportunidade de jogar contra um adversário que me dá muito trabalho. Ele te faz jogar todos os pontos, e no momento em que estou, isso fica mais difícil. Tenho consciência que para vencer esse tipo de jogo é preciso ter muito esforço físico na maioria dos pontos”, acrescentou o espanhol, que tem três vitórias e duas derrotas contra De Minaur no circuito.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Depois de um ano e meio, é a primeira vez que jogo duas semanas seguidas. Embora não tenha feito muitas partidas. Para mim, isso também é importante para saber como o corpo está se adaptando. No sábado vou tentar competir e veremos o que acontece. É um jogo em que não sou favorito”, complementou o experiente jogador de 37 anos.

Espanhol cedeu apenas um game na estreia

Em sua partida de estreia em Madri, Nadal marcou uma tranquila vitória sobre o jovem norte-americano de apenas 16 anos Darwin Blanch por 6/1 e 6/0. “Foi um jogo confortável onde fiz o que tinha que fazer. Não testei muito meu corpo hoje. Acho que o meu adversário que tem um grande futuro pela frente, mas ainda comete muitos erros. Eu apenas tentei ser sólido o tempo todo, sem correr muitos riscos e funcionou bem. Estou feliz por ter vencido e desejo a ele tudo de melhor para o futuro”.

Indefinição sobre Roland Garros

Vencedor de 22 títulos de Grand Slam, incluindo 14 conquistas em Roland Garros, o ex-número 1 do mundo utilizou o ranking protegido para entrar na chave, mas ainda não definiu se jogará ou não em Paris. Tudo vai depender do nível de tênis apresentado nos Masters 1000 de Madri e Roma.

“A perspectiva para Roland Garros não vai me mudar. Não vou tomar nenhuma decisão aqui, mas sim depois de Roma. Quero jogar em Paris com a sensação de que posso competir. Não estou falando de vencer, mas de entrar em quadra com a sensação de que posso dar o meu melhor e ser competitivo. Depois de tudo que vivi em Paris, não quero me sentir diferente naquela quadra que é tão importante para mim”.

11 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
João Sawao ando
João Sawao ando
23 dias atrás

Ainda bem que ele sabe que não é favorito pára o próximo jogo

PAULO
PAULO
23 dias atrás
Responder para  João Sawao ando

Mas vc pode ter certeza que vai ir babando pra cima do De Minaur. Nadal n entra pra perder. E tá pistola por ter perdido o outro jogo. Vai dar o maximo

Osvaldo
Osvaldo
23 dias atrás

isso aí, Nadal ! o homem tá com tudo de novo ! Vc vai voltar mais forte do que nunca ! rumo ao 15º RG !
#rumoaos25slams #euacredito

Elias Aguiar
Elias Aguiar
23 dias atrás
Responder para  Osvaldo

25 Slams kkkkkkkk
Torça primeiro para ele vencer um top 10, depois pensa em título.

Romerio
Romerio
23 dias atrás
Responder para  Elias Aguiar

Kkkk vdd. Esse daí é babão ao extremo

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
22 dias atrás
Responder para  Elias Aguiar

Osvaldo é federete. O desejo é que Nadal ultrapasse Djoko em majors.

charlie
charlie
23 dias atrás
Responder para  Osvaldo

Cara, ele está em fase final de carreira. Não vai conseguir mais nenhum título, infelizmente. Os jogadores novos evoluíram bastante e estão no mais alto nível. Sinner, Alcaraz, Sverev…

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
23 dias atrás

Grand Slam é diferente porque é em 5 sets, exige muito mais do físico. Eu, particularmente, entendo perfeitamente o Nadal. Acho que estar competitivo para o Nadal nesse momento seria aguentar jogar 5 sets e conseguir chegar pelo menos nas oitavas de final.

Davi Silva
23 dias atrás

Sei não ein, quando esses caras estão focados, dificilmente perdem, pena que o corpo não está obedecendo a mente

Vagner Paiva
Vagner Paiva
23 dias atrás

Que m4luco arrogante!

Vai perder mais uma vez pro De Menor revoltado! Kkkkk…

Freguês de carteirinha!

Arthur
Arthur
23 dias atrás

Vai pegar mais uma peia

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE