PLACAR

Kyrgios: “Ainda tenho um pouco de gasolina no tanque”

Foto: Tennis Australia

Sydney (Austrália) – O australiano Nick Kyrgios praticamente não jogou na atual temporada, passou por uma artroscopia no joelho no começo do ano e disputou somente uma partida em 2023, na grama do ATP 250 de Stuttgart. Lutando para retornar ao circuito, ele garantiu, através das redes sociais, que ainda está cheio de vontade de competir.

“Para meus milhões de fãs por aí, acho que só temos que ser pacientes. Confiem em mim, ainda tenho um pouco de gasolina no tanque, meu corpo só precisa de tempo para se recuperar e voltar. Tudo fora de quadra está indo muito bem. Estou querendo em voltar e ter novamente uma temporada como minha última”, afirmou o australiano de 28 anos.

Com poucos torneios disputados nos últimos 12 meses, Kyrgios viu seu ranking despencar por causa da ausência nas competições e atualmente aparece apenas na modesta 135ª colocação. Vice-campeão de Wimbledon em 2022, ele já foi número 13 do mundo em 2016 e chegou a figurar no top 20 na temporada passada.

Apesar de dizer que está ansioso para voltar a competir, acreditando que possa repetir os bons resultados do ano passado, Kygios já avisou que não pretende jogar poor muito mais tempo. “Não tenho chance de jogar até os 33”, afirmou o australiano em julho durante o Ultimate Tennis Show (UTS) em Los Angeles.

“Kyrgios jogando até os 33 é uma loucura! O calendário está fora de controle e eu estou ficando velho. Sei que tenho 28 anos, mas com toda a bebida e festa que tive na vida, parece que eu tenho 57 anos”, brincou o australiano.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE