PLACAR

Iga: “Sinto que a cada ano me adapto mais facilmente à grama”

Foto: AELTC

Paris (França) – Campeã de Roland Garros pela quarta vez, levantando a taça no último sábado ao bater a italiana Jasmine Paolini na final, a polonesa Iga Swiatek tem agora pela frente a parte mais complexa de seu ano que é a curta temporada de grama, piso sobre o qual ela ainda não conseguiu grandes resultados, mas acredita que está melhorando com o passar dos anos e segue lutando para evoluir.

Na entrevista coletiva após o título em Paris, a polonesa comentou sobre seu desenvolvimento na grama e o que pode fazer para ficar cada vez melhor no piso. “Tive algumas ideias como fazer a pré-temporada na grama para aprender a jogar na superfície. Os resultados do ano passado foram bons, sinto que a cada ano me adapto mais facilmente à grama”, comentou Swiatek.

A polonesa tem como melhor desempenho em Wimbledon as quartas de final alcançadas no ano passado e ainda busca um primeiro título na grama. Seu melhor resultado em qualquer torneio neste piso foi a semifinal em Bad Homburg, também em 2023.

“Estou tentando melhorar, é um grande desafio. Se eu perdesse aqui antes, em Roland Garros, talvez eu pudesse jogar mais duas semanas na grama e ser uma jogadora melhor nessa superfície. Não vou desistir disso”, complementou a número 1 do mundo, que tem apenas 23 jogos disputados na grama, com 16 vitórias e sete derrotas (69% de aproveitamento).

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Viviane
Viviane
8 dias atrás

Se ela voltasse a jogar como jogou em seu título de Wimbledon júnior já ajudava. Não sei se é uma opção do técnico o modo como ela joga hoje, mas acho que se ela trouxesse o modo de jogar de antes ao modo que ela joga hoje seria uma jogadora ainda melhor. A Iga de antes tinha mais repertório.

melkizedeke
melkizedeke
8 dias atrás
Responder para  Viviane

Se aumentar o repertório, ganha 20 GS, fica até sem graça o feminino, sua superioridade é colossal, vamos torcer pela competitividade.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Viviane

Se quiser conquistar a grama ela vai ter que aprender a usar slice, curtas e sacar melhor no primeiro saque, pois só jogando como joga aí é quase impossível, mas como o tênis feminino atual esta limitado demais aí eu não sei aonde ela vai chegar jogando da mesma maneira na grama.

CARLOS ALBERTO RIBEIRO DA SILV
CARLOS ALBERTO RIBEIRO DA SILV
8 dias atrás

A Iga poderia fazer uma consultoria com o ex-tenista sueco Björn Borg, que ganhou Roland Garros e Wimbledon em sequência em 1978, 1979 e 1980. Isso aconteceu há mais de 40 anos mas imagino que ele possa dar alguma dica útil.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE