PLACAR

Humbert fatura em casa o quinto título da carreira

Ugo Humbert (Foto: Open 13 Provence)

Marselha (França) – O domingo foi de festa para a torcida francesa na decisão do ATP 250 de Marselha. Com mais uma atuação muito segura, o anfitrião Ugo Humbert, quarto principal favorito, faturou o título ao bater na final o búlgaro Grigor Dimitrov, cabeça de chave 2 da competição disputada em piso duro coberto, pelo placar de 6/4 e 6/3 em 1h23 de partida.

Aos 25 anos, o canhoto francês conquista o quinto troféu da carreira e o segundo jogando em casa, depois de ter triunfado em Metz, sua cidade natal, na temporada passada. Atual número 21 do mundo, ele voltará ao top 20 com os pontos conquistados nesta semana e alcançará o seu melhor ranking, subindo para o 18º lugar. Consequentemente, deixará o compatriota Adrian Mannarino para trás, tornando-se o número 1 da França.

Além de ser o sétimo tenista do país a vencer o torneio de Marselha, Humbert se torna o oitavo jogador na Era Aberta a vencer suas primeiras cinco finais de ATP, igualando os feitos de Hubert Hurkacz, Carlos Alcaraz, Ernests Gulbis, Sjeng Schalken, Thomas Enqvist, Andrei Medvedev e Martin Klizan, este último que ganhou seis.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Já Grigor Dimitrov deixa escapar a chance de conquistar o décimo título da carreira e tornar-se o nono tenista nascido a partir de 1990 a alcançar os dois dígitos. Além disso, poderia voltar ao top 10 se fosse campeão, mas acabou estacionado na 13ª posição do ranking. Esta foi também a primeira derrota para Humbert, depois de ter vencido os dois primeiros encontros em 2019 e 2020.

O primeiro set da partida foi bastante equilibrado e contou com o domínio dos sacadores, que não oferecem nenhum break-point até o décimo game. Foi quando Humbert aproveitou uma das duas chances que teve e quebrou o saque de Dimitrov para sair na frente no placar.

A vitória na primeira parcial deu confiança para o francês, que começou a segunda superando o serviço do búlgaro mais uma vez e abrindo 3/0. Sem maiores problemas, ele administrou a vantagem a até o fim e terminou a partida com 87% dos pontos ganhos com o primeiro saque em quadra, dez aces, apenas uma dupla falta e o quinto troféu da carreira.

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Flávio
Flávio
13 dias atrás

É uma pena que o Dmitrov não tenha levado, pois tem um jogo vistoso que não conseguiu hoje, talvez a dura disputa com Kachanov teria tirando um pouco seu físico.

Eduardo Miranda
Eduardo Miranda
13 dias atrás

O francês tá jogando muito!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE