PLACAR

Halep revela nervosismo no retorno após suspensão

Foto: Corinne Dubreuil / FFT

Bucareste (Romênia) – De volta às competições, depois de cumprir um período de suspensão por ter sido pega no antidoping no US Open de 2022, a romena Simona Halep contou em entrevista à Associated Press retomar a carreira a deixou um pouco nervosa. A ex-número 1 do mundo retornou ao circuito WTA 1000 de Miami e não sabia o que encontraria.

“Eu estava muito nervosa, não tinha certeza de como seria a recepção, nem dentro nem fora da quadra. Não sabia o que esperar do pessoal de Miami. O fato de estar novamente no vestiário e na área das jogadoras, toda essa rotina que não fazia há quase dois anos, me parecia nova”, contou a romena, que se sentiu acolhida não só pelas tenistas, mas também pelo público.

“Quando cheguei, o carinho que recebi das pessoas que trabalham no torneio, dos seguranças e de todos ao redor, assim como dos jogadores, me ajudou a esquecer tudo . Foi uma sensação muito boa, uma energia muito grande e no fundo me senti muito feliz por voltar a fazer parte desse esporte que tanto amo. Para mim foi uma ótima experiência, muito melhor do que eu esperava”, disse Halep.

Sobre o período de inatividade, maior do que os nove meses aos quais foi sentenciada após recorrer da suspensão original de quatro anos, a romena falou que não foi fácil. “Tenho 32 anos, não sou mais tão jovem. Então não posso esquecer. Tem uma bagagem que provavelmente vai ficar, não consigo esquecer, de um dia para o outro o que aconteceu”, comentou.

“Então tenho que lidar com isso da melhor forma possível. Tenho que controlar minhas emoções. Então tem muitas coisas que não são fáceis. Mas a alegria, espero, vai me ajudar”, acrescentou Halep, que se sente novamente como um tenista depois de alguns meses de afastamento. Sua estreia no saibro acontecerá na próxima semana no WTA 125 de Oeiras.

Halep inicia temporada de saibro no WTA 125 de Oeiras

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wild enfrenta inspirado Monfils e a torcida francesa em Paris

A homenagem de Roland Garros ao adeus de Alizé Cornet

PUBLICIDADE