PLACAR

Gauff sobrevive a dia instável no saque e estreia bem

Foto: Porsche Tennis Grand Prix

Stuttgart (Alemanha) – Em seu primeiro jogo na temporada de saibro, Coco Gauff sobreviveu a uma dia muita instabilidade no saque e nos golpes de fundo, mas levou a melhor no duelo norte-americano contra Sachia Vickery, 134ª do ranking. A atual número 3 do mundo precisou de três sets e 2h26 para vencer por 6/3, 4/6 e 7/5 e garantir vaga nas quartas do WTA 500 de Stuttgart.

Gauff fez 14 duplas faltas e cometeu 49 erros não-forçados na partida. Ela marcou dois winners a mais, 23 a 21, e Vickery cometeu 36 erros. A partida teve 15 quebras de serviço, 8 a 7 para Gauff, com 33 break-points disputados. Depois de vencer o primeiro set com duas quebras e de permitir a reação da adversária na segunda parcial, a campeã do US Open chegou a estar perdendo o último set por 4/2, mas conseguiu duas novas quebras no fim do jogo.

“Foi um jogo duro. Ela chega em todas as bolas. Precisava ser paciente e saber os momento de ser agressiva. Eu tentei agredir mais o segundo serviço e acho que ela sentiu a pressão. Acho que fiz um bom trabalho”, disse Gauff na entrevista em quadra após a partida.

Esta é a primeira vez que ela chega às quartas em Stuttgart, depois de ter perdido na estreia em 2022 e nas oitavas no ano passado. Sua próxima rival pode ser a chinesa Qinwen Zheng, cabeça 5 do evento e que jogou na última terça, ou a ucraniana Marta Kostyuk, que bateu a alemã Laura Siegemund por 6/3, 6/7 (4-7) e 6/4. “É sempre um torneio difícil para mim, mas tenho que pensar em um jogo de cada vez”.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A norte-americana também falou sobre os jogos longos que têm acontecido nas primeiras rodadas de Stuttgart, especialmente nesta quarta-feira. “É o primeiro torneio no saibro para a maioria das jogadoras. Então, as pessoas ainda estão experimentando o jogo e descobrindo como atuar nessas quadras. Deve ser por isso que tivemos tantos jogos longos. Não é uma coincidência. Acho que as jogadoras de melhor ranking sabem como lidar melhor com esses momentos de pressão. Mas quando entramos em quadra, o ranking não importa tanto”.

Ainda nesta quarta, a atual 36ª do ranking Anastasia Potapova venceu um duelo russo contra a 17ª colocada Liudmila Samsonova por 6/4, 4/6 e 6/3. Potapova desafia nas oitavas a tcheca Marketa Vondrousova, atual campeã de Wimbledon e número 8 do mundo. Vondrousova lidera o histórico de confrontos por 3 a 1.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wild enfrenta inspirado Monfils e a torcida francesa em Paris

A homenagem de Roland Garros ao adeus de Alizé Cornet

PUBLICIDADE