PLACAR

Fritz se torna o 3º norte-americano na semi do Masters de Madri

Corinne Dubreuil/ATP Tour

Madri (Espanha) – Uma longa escrita para o tênis masculino dos Estados Unidos foi quebrada nesta quarta-feira em Madri. O ex-top 5 e atual 13º do ranking Taylor Fritz garantiu seu lugar na semifinal do Masters 1000 da capital espanhola depois de vencer o argentino Francisco Cerúndolo por 6/1, 3/6 e 6/3 em 1h46 de partida nesta quarta-feira.

Fritz é apenas o terceiro norte-americano a chegar à semifinal em Madri. Ele se junta a Andre Agassi em 2002 e 2004 e a Robby Ginepri em 2005. O jogador de 26 anos também se torna o primeiro de seu país na semi desde que o torneio mudou da quadra dura para o saibro.

Após conquistar a vitória de número 250 de sua carreira profissional, Fritz enfrenta o russo Andrey Rublev, número 8 do mundo. Ele lidera o histórico de confrontos contra Rublev por 5 a 3.

Cerúndolo fez mais winners na partida, 25 a 18, mas também cometeu mais erros não-forçados, 37 a 23. Fritz dominou o primeiro set, ao conseguir duas quebras e não enfrentar break-points. No segundo, Cerúndolo escapou de um 15-40, e depois aproveitou a chance já no fim da parcial. Já no terceiro set, o norte-americano novamente não teve o serviço ameaçado e conseguiu a quebra em seu único break-point, já no penúltimo game da partida.

“Devolvi muito bem no primeiro set e coloquei muitas bolas em jogo”, disse Fritz após a partida. “Para ser honesto, ele estava cometendo alguns erros, então isso me fez parecer muito melhor. No segundo e no terceiro set, sinto que ele ficou muito mais sólido e não dava mais ponto de graça. Foi muito difícil encontrar bolas para atacar”.

“Eu só tive que aguentar a partida com meu saque e lutar por alguns pontos, mesmo não me sentindo muito confortável. Aproveitei a chance quando tive”, avaliou o norte-americano. Em um jogo disputado com teto fechado, por conta da chuva, ele acredita que a mudança nas condições favoreceu seu estilo de jogo. “O quique da bola ainda é muito altos. Isso funciona muito bem para o meu saque e o forehand e consegui ser agressivo. Foi minha primeira partida à noite e parecia um torneio diferente do que eu estava jogando. Acho que as condições do dia são ainda melhores para eu sacar e atacar”.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
20 dias atrás

Fritz fará sua 4° semifinal de Master 1000 na carreira.

Refaelov
Refaelov
19 dias atrás

Assisti o jogo, desperdiçou uma grande oportunidade de passar o Cerundolo, após um 1° set errático, passou a dominar as ações a partir do 2° set, pareceu mais próximo de uma quebra durante todo o 3°set até o 30×0 no 3×4; a partir dae, cometeu 4 ENF bisonhos e entregou o jogo, uma pena, hj foi certamente mais uma derrota dele doq uma vitória do Fritz.. perdeu-se a chance de ser o 1° sul-americano numa SF de Masters 1000 nesse temporada..

Kario
Kario
19 dias atrás
Responder para  Refaelov

Foi exatamente nesse 0/30 q a Teliana falou “nossa, como o jogo muda de uma hora pra outra (ou algo assim)”. Cerundolo respondeu errando tudo.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE