PLACAR

Fritz faz mais aces do que Raonic e avança às quartas

Taylor Fritz (Foto: ATP Tour)

Londres (Reino Unido) – Depois de anotar 47 aces na primeira rodada e bater o recorde de pontos com o saque em partidas de três sets no circuito, o canadense Milos Raonic não passou da segunda fase no ATP 500 de Queen’s. Enfrentando outro ótimo sacador, o ex-número 3 do mundo foi superado pelo norte-americano Taylor Fritz, quarto principal inscrito do torneio, que levou a melhor pelo placar de 7/6 (7-4) e 6/4 em 1h22 de confronto.

Bicampeão na grama de Eastbourne em 2019 e 2022, Fritz já faz sua melhor campanha no Queen’s Club, em Londres, depois de chegar às oitavas de final no ano passado e não passar da estreia na temporada anterior. Ele terá pela frente um duelo contra o australiano Jordan Thompson, que foi beneficiado pela desistência do britânico Andy Murray após apenas cinco games disputados.

Os dois já se enfrentaram duas vezes no circuito profissional, mas em quadras duras, e Fritz ganhou ambas, no qualificatório de Acapulco em 2017 e nas quartas de Washington em 2023.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Já Raonic segue sem fazer campanhas de destaque. Atualmente na modesta 186ª colocação, o canadense de 33 anos passou por inúmeros problemas físicos nas últimas temporadas e não sabe o que é disputar uma semifinal de ATP desde o Masters 1000 de Paris de 2020. Dono de oito títulos na elite do tênis masculino, ele não levanta uma taça há mais de oito anos.

Fritz aproveita raras oportunidades para vencer

Como esperado em um duelo de bons sacadores na grama, a partida desta quarta-feira ficou marcada pelo equilíbrio e as poucas oportunidades dos devolvedores. O primeiro set, por exemplo, não teve um único break-point e nem mesmo chegou a qualquer igualdade. Enquanto Fritz cedeu apenas seis dos 30 pontos disputados em seu saque, Raonic perdeu somente dois de 26. No tiebreak, o canadense chegou a ter 5-4 e dois saques para fechar o set, mas sucumbiu. Fritz então aproveitou a chance para virar e fazer 1 a 0 no jogo.

A segunda parcial seguiu por boa parte o mesmo roteiro de domínio dos sacadores, apesar de Fritz precisar salvar três chances de quebra do rival no quarto game. No nono, foi a vez de o norte-americano ter um raro break-point a favor e ele não desperdiçou, sacando na sequência para liquidar a vitória e justamente com um ace.

Fritz terminou o jogo com mais aces do que Raonic (11 a 9) e não cometeu uma única dupla falta, diante de três do canadense. O norte-americano ainda foi mais eficiente usando o primeiro saque, com melhor índice de acerto (66% a 58%) e de pontos vencidos (81% a 79%). Um dos fatores cruciais para a vitória do atual número 12 do mundo foi o baixo número de erros não forçados (2 a 13), sendo que em winners eles ficaram bem próximos (25 a 24 para o americano).

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
André Aguiar
André Aguiar
1 mês atrás

Como é que o cara faz 47 aces numa partida e apenas 9 na seguinte? Fadiga muscular?

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
1 mês atrás
Responder para  André Aguiar

Sem dúvidas. Está jogando somente por dinheiro, meu caro. Fisicamente Raonic acabou há muito. Abs !

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Fils vence a grande batalha de Hamburgo em cima de Zverev

Veja como Zheng chegou ao bicampeonato em Palermo

PUBLICIDADE