PLACAR

Fonseca pulará o saibro e foca na preparação para a grama

Foto: Tiriac Open

Rio de Janeiro (RJ) – O carioca João Fonseca não deve jogar mais na atual temporada europeia de saibro. Sem a possibilidade de entrar direto pelo ranking no qualificatório de Roland Garros, o tenista de 17 anos focará agora na preparação visando a participação na fase prévia de Wimbledon. Para isso, ele começará a jogar mais cedo na grama, disputando três eventos de nível challenger 125 no Reino Unido.

Já a partir do próximo dia 3 de junho, ele estará em Surbiton, seguindo para Nottingham e Ilkley nas semanas posteriores. Vale lembrar também que Fonseca estava inicialmente inscrito para disputar o challenger de Skopje, na Macedônia do Norte, nas mesmas datas em que será disputado o quali de Roland Garros, mas ele optou por retirar seu nome da lista e montar uma calendário totalmente focado no piso original do tênis e sua estreia profissional no All England Club.

Agora sem o jovem carioca, o torneio macedônio conta ainda com outros dois brasileiros na lista de entradas, o pernambucano João Lucas Reis e o paulista Matheus Pucinelli. Por sua vez, o gaúcho Orlando Luz é o oitavo alternate e por enquanto terá de jogar o quali.

Fonseca agradece esforço da CBT ao consultar a FFT

Quanto à solicitação por parte da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) junto à Federação Francesa para que João recebesse um convite para a etapa classificatória de Paris, a entidade explicou que a própria equipe do atleta optou por antecipar a transição para a grama, segundo apurou o UOL Esporte.

“A equipe do João Fonseca agradeceu a iniciativa da CBT em solicitar o wild card (convite) para Roland Garros, mas por decisão técnica, eles optaram por treinar na grama e focar nos torneios da temporada de Wimbledon. Eles já informaram a CBT, que também informou a Federação Francesa de Tênis”, disse a CBT.

Em sua primeira temporada totalmente dedicada ao tênis profissional, Fonseca disputou 11 torneios, sendo seis challengers, três ATP 250, um ATP 500 e um Masters 1000. Suas campanhas de maior destaque foram uma semi e um vice-campeonato de challenger em Buenos Aires e Assunção, respectivamente, além das quartas de final do Rio Open e de Bucareste. Ele ainda chegou à segunda rodada no Aberto de Madri, marcando sua primeira vitória em nível 1000 da carreira.

Subscribe
Notificar
guest
47 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Geraldo
Geraldo
5 dias atrás

De repente pode ser melhor,…. chegar bem adaptado a grama em WB, poderá trazer um fazer resultado. Bola pra frente e segue o jogo

Paulo A.
5 dias atrás
Responder para  Geraldo

Mas como ele pode ter certeza de que vai jogar Wimbledon se ainda não tem ranking para tal? Não ficou claro na matéria…

Refaelov
Refaelov
5 dias atrás
Responder para  Paulo A.

Com o ranking atual dele ele provavelmente entraria, só correria riscos de n entrar se perder os 3 R1 nesses CHL q disputará(e, se for o caso, dae é melhor nem disputar o Qualy do Wimblendon msm)..

Só discordei dessa estratégia pelo tempo excessivo q ele ficará sem jogar(praticamente um mês), n me parece o mais indicado, sobretudo pra um tenista em formação q precisa de horas de voo..

Penso q se o plano era focar em Wimblendon, deveria estar jogando algum CHL nessa semana corrente, dae sim, encerraria essa temporada de saibro atuando e teria 2 semanas de preparação pra grama, sem maiores prejuízos ao ritmo de jogo..

Andre Barbieri
Andre Barbieri
5 dias atrás

Errado não tá… provavelmente já deve ter tido um retorno que não receberia o WC pro quali de RG… então tá certo em focar na grama, porque o quali de Wimbledon tá logo ali na frente…

Andrade
Andrade
5 dias atrás
Responder para  Andre Barbieri

Pelo que entendi, ele não deixou a Federação Francesa sequer decidir, o Fonseca se atencipou e já disse que não teria interesse no quali de Roland Garros. Se realmente foi isso, acho um equívoco da parte dele. Agora é vida que segue, boa sorte na temporada de grama!

Gilvan
Gilvan
5 dias atrás

Essa é a forma como a Federação Francesa trata a maior promessa do tênis brasileiro dos últimos 15 anos? E isso que, supostamente, ela teria uma boa relação com a CBT.

o realista
o realista
5 dias atrás
Responder para  Gilvan

Normal. Imagine se forem dar WC pra cada promessa de cada país… não teria o suficiente!
Fazem certo em privilegiar tenistas da casa.

Fernando S P
Fernando S P
5 dias atrás
Responder para  o realista

Parece que há uma falta de consistência entre o que você diz e as tuas opiniões, especialmente quando você diz seguir a ciência.

Estabelecer critérios claros para os convites resolveria muitos problemas.

O João tem um ranking próximo do corte do quali, está no Top 100 na corrida e é uma exceção da exceção por ter vencido uma partida em um M1000 com menos de 18 anos.

Quando for usar a “ciência”, é importante aprender a fazer segmentações adequadas. Aumenta a robustez dos resultados.

o realista
o realista
5 dias atrás
Responder para  Fernando S P

Mas há critérios claros para os convites de lá. Dão para os tenistas da casa. Se sobra algum, vai para tenistas de nacionalidade onde tem slams, em que eles podem se beneficiarcom trica de convites.
Se sobrasse além desses, aí sim poderiam pensar no João.
Vc querer para ele, apenas mostra que seu critério é ser torcedor e esquece todo o resto.
Ano passado teve outro jovem destaque como o João. Retratados também… não ganharam WC.

Fernando S P
Fernando S P
4 dias atrás
Responder para  o realista

Então deixe claro o critério no comentário como fez agora. Não mencionei que o convite deveria ser dado a ele (inferência tua) e sim que ele mereceria, na minha opinião. Para mim os critérios poderiam ser revistos em torneios de maior porte (M1000 e GS), pois eles são obrigatórios.

gil
gil
5 dias atrás
Responder para  o realista

cara, como é difícil o teu entendimento…. não é para a promessa de cada país… É o top 1 do mundo, é o nascido em 2006 com maior pontuação no ranking, o maior destaque da mídia internacional e brasileiro, apadrinhado pela CBT, que tem parceria com a CFT. Tu sabes disso, mas parece que gosta de espezinhar e levar esculacho.

James Garcia
James Garcia
5 dias atrás
Responder para  Gilvan

Como se o tênis brasileiro tivesse um grande prestígio pra ficar exigindo wc pra promessas que começaram ontem. Se fossem dar convites pra alguém seriam para os argentinos que estão fortes no circuito e entregam resultados

Fernando S P
Fernando S P
4 dias atrás
Responder para  James Garcia

Acho que alguns não se deram conta que o convite era para o “quali”. Pelo teu comentário seria para a “chave principal”.

O João já tem o ranking para o quali. No dia do fechamento das inscrições ele estava próximo. Naquela semana, ele perdeu para o Tabilo em 3 sets em uma partida em que esteve muito perto de ganhar (4/6, 7/6(5), 6/4). Faltou apenas a pontuação desta vitória.

O Tabilo, aparentemente, está indo bem neste M1000, não é mesmo? Um desperdício o Fonseca não ter o convite para o quali, na minha opinião.

Vanessa
Vanessa
5 dias atrás

Bom, era sabido das “dificuldades” em se conseguir o WD de RG. Então, foi uma escolha assertiva iniciar a preparação para o Wimbledon, na minha opinião. Vamos!

Andre Borges
Andre Borges
5 dias atrás

Acho que ficou de ótimo tamanho pra imagem de todos essa de declinar o WC e já focar na grama. Todos saem ganhando.

PRGF
PRGF
5 dias atrás

Acredito que seria mais interessante aproveitar essa reta final do saibro para jogar mais alguns challengers e somar pontos… Piso que se destaca mais… Depois nem que queira vai ter torneios no saibro…

A escolha pela grama parece mais um capricho pessoal… Que poderia dar essa atenção extra mais pra frente na carreira…

Mas vamos acreditar que a equipe sabe o que é melhor parq q carreira dele…

Marcelo O. C.
Marcelo O. C.
5 dias atrás
Responder para  PRGF

Discordo que o saibro seja o piso em que ele mais se destaca, embora praticamente só tenha jogado nele até então. Nos GS juvenis, ele foi bem na grama e o título que ganhou foi no hard.

Espero que ajuste os detalhes e prossiga bem nos demais pisos durante o ano. João é um tenista completo, acredito que vai surpreender em qualquer piso.

PRGF
PRGF
5 dias atrás
Responder para  Marcelo O. C.

Rio Open, Madrid, primeira vitória em Atp na europa, as duas finais em challengers foram em que tipo de piso??
Não sou eu que estou dizendo… São os números dele e as escolhas que a equipe dele fez…

Realmente ele é muito talentoso e pode ir bem em todos os pisos. E é o que todo brasileiro que gosta de tênis esta torcendo.

Só disse que ele deveria aproveitar ao máximo o piso que ele é melhor. E angariar o máximo de pontos possíveis.

A própria equipe dele optou alguns meses atrás, por abrir mão de tentar a temporada de quadra dura na América do Norte para conseguir pontos nos challengers sul americano…

Simples assim… Não vejo motivo para tanta revolta… É simplesmente analisar os dados que temos dele até o momento…

Fernando S P
Fernando S P
4 dias atrás
Responder para  PRGF

PRGF, ele só jogou no saibro este ano. Fica a pergunta: por quê? Quais torneios na quadra dura ele poderia ter disputado nesta época do ano? Não tinha ranking para o AO, nem para IW ou Miami, certo? ;)

Não são os “números dele” (pode ser que venham a ser) e sim o “que tinha”.

Carolina
Carolina
4 dias atrás
Responder para  Fernando S P

Ele recebeu convite para o qualy de IW e dispensou para focar no saibro

Fernando S P
Fernando S P
4 dias atrás
Responder para  Carolina

Pareceu certo, não? Seria um torneio isolado no meio da temporada de saibro. Não compreendi se você está sugerindo que ele desistiu do torneio porque se sente mais confiante no saibro…espero que não seja isso.

Vanessa
Vanessa
5 dias atrás
Responder para  Marcelo O. C.

Concordo contigo, ele precisa começar a pegar ritmo em nível profissional nos demais pisos também. E também acredito que ele vai surpreender bastante no piso hard. Assisti a final do US OPEN JR, e observei que os golpes dele andam muito nessa superfície.

Fernando S P
Fernando S P
4 dias atrás
Responder para  Vanessa

Será bom em todas as superfícies. Até no gelo se tivesse. É um craque, vai escalar no ranking absurdamente rápido.

Beto_poa
Beto_poa
5 dias atrás
Responder para  PRGF

ja decretou que a grama nao é a praia dele ? esta certo de começar agora e aprender desde cedo, ainda adolescente, a jogar nesse piso. Ele tem jogo para todas as superfícies; o saque Kick dele me lembra o Stefan Edberg em Wimbledon, o sueco tinha um serviço que quicava tao alto que dava até tempo de tirar uma soneca na rede antes que bola retornasse pro lado dele da quadra KKK

James Garcia
James Garcia
5 dias atrás
Responder para  PRGF

Jogador de elite tem que ser bom em todos os pisos

PRGF
PRGF
5 dias atrás
Responder para  James Garcia

Então o Guga não era elite?

Pois diversas vezes o Guga pulou a temporada de grama.

Não é bem assim… A grande maioria dos jogadores tem mais destaque em algum tipo de piso…
Mesmo indo bem em todos os pisos.

Só disse que o piso que ele tem melhores resultados é no saibro e devia aproveitar ao máximo os torneios no saibro…

Até pq muitos que estão aqui dizendo que ele tem que ganhar em todos os pisos.. Vão ser os que vão criticar o menino se ele perder em rodadas iniciais…

Leo CG
Leo CG
5 dias atrás
Responder para  PRGF

Guga fez 4as em 1999….

Renato
Renato
5 dias atrás
Responder para  James Garcia

Djocko venceu pouquíssimo no saibro. Nadal venceu pouco fora do saibro, isso comparando com seus 15 títulos em RG. Todos querem isso, mas a verdade é que no final acabam “focando” onde percebem serem mais fortes. Acho natural isso.

Fernando S P
Fernando S P
4 dias atrás
Responder para  Renato

Nadal ganhou mais Slams fora do saibro do que o Agassi….

Djokovic brilhou em RG, como não? Conquistou 3 títulos (quantos fizeram isto na história do piso?), além de chegar a mais 4 finais, 5 semifinais e outras 5 quartas de final. Um histórico impressionante de 17 aparições no Top 8 do torneio.

Respondendo a pergunta: apenas Nadal e Borg ganharam mais de 3 títulos em RG na era moderna. Outros 4 franceses entre 1894 e 1932.

Última edição 4 dias atrás by Fernando S P
Luiz Otavio
Luiz Otavio
4 dias atrás
Responder para  Fernando S P

O problema do brasileiro é achar que somente o “campeão” conta. Discutir uma decisão tecnica que leva em conta justamente treinos e futuro por palpite é duro. Voce esta certissimo Fernando. Só ver o Medvedev melhorando a cada ano no saibro e sabendo a necessidade, e outros em outros pisos.

Renato
Renato
3 dias atrás
Responder para  Luiz Otavio

Não foi isso que eu quis dizer. Acho que os resultados dos brasileiros esse ano estão fantásticos, cheios de mérito, subindo no ranking, abrindo caminho para o tênis brasileiro brilhar. Afinal, cada torneio só terá UM campeão. Só fiz um comparativo de títulos para mostrar como eu vejo a questão de um jogador se sobressair em algum piso específico. 15 títulos no saibro quer dizer muita coisa na minha opinião. 10 títulos na Austrália também. Sei que os caras jogam muito em qualquer piso, mas acabam ganhando mais em algum deles. Pode ser só coincidência também.

Renato
Renato
3 dias atrás
Responder para  Fernando S P

Eu nunca disse que não brilharam em todos os tipos de piso. Apenas que “brilharam mais” em um determinado tipo. Compare 10 títulos na Austrália com 3 na grama. É só isso que eu disse. Claro que esses caras, com talento e foco MUITO acima da média, brilham em qualquer piso. Mas traça um comparativo entre Nadal e Djockovic. No saibro, Nadal se sobressai. Enfim, eu vejo dessa forma, por mais que jogue muito em qualquer piso, o jogador acaba se sobressaindo em algum deles.

Arthur
Arthur
5 dias atrás
Responder para  PRGF

Tomara que o João seja bom na grama, todos os brasileiros não são MT bons na grama, até o Guga n gostava de jogar na grama

Vanessa
Vanessa
4 dias atrás
Responder para  Arthur

A Bia ganhou campeonato na grama, inclusive, ganhou simples e dupla.

Fernando S P
Fernando S P
4 dias atrás
Responder para  PRGF

Imagino que ele tem o objetivo de ser Top 10, pelo menos. Como ele já possui o ranking para o quali, ele está fazendo a escolha certa.

André Borges
André Borges
4 dias atrás
Responder para  PRGF

Challenger de saibro?!?!?!?!?!?!?!?!?!? O cara quer ser top mundial não somador de pontos em challenger de saibro.

Jose Carlos
Jose Carlos
5 dias atrás

Se pretende se firmar no topo algum dia vai precisar aprender a se virar desde cedo fora do saibro. Decisão correta e se tudo der certo ainda vai ter a oportunidade de jogar ainda uns 15 ou 20 Roland Garros na carreira e devidamente preparado para 5 sets.

Kario
Kario
5 dias atrás

A escolha está feita, boa sorte pro nosso brazuca nessa temporada de grama!

F.F.
F.F.
5 dias atrás

Certeza que viu que o WC não seria atendido e literalmente saiu “a francesa”…kkkkk

Fernando S P
Fernando S P
4 dias atrás
Responder para  F.F.

Provável!

Marcelo José
Marcelo José
5 dias atrás

Orlando Luz, deixa ele cair no quali mais uma vez, deixa ele quebrar o recorde de eliminação em qualis de Challenger.

Renato
Renato
5 dias atrás

Creio que a estratégia foi boa sim. Três torneios na grama até chegar no objetivo. Vai estar adaptado, focado e bem preparado. Tomara que consiga a classificação e uma boa campanha para deixar claro que teremos outro tenista brasileiro brigando por títulos e pela primeira colocação do ranking. Espero que mais de um.

rafael luis
rafael luis
5 dias atrás
Responder para  Renato

o negocio é ir pra Inglaterra e ja comecar a ir treinando na grama esta semana mesmo. Quanto mais rapido melhor. Enquanto a maioria ta jogando no saibro, o Joao vai estar treinando os slices e saques e movimentacao na grama.

rafael luis
rafael luis
5 dias atrás

Grama precisa de muita adaptacao. A maioria dos Jogadores experientes em outros pisos nao conseguem jogar bem na grama porque nao estao adaptados. Jogar 3 challengers antes do qualifying e se ele for avancando, acredito que vai dar uma vantagem muito boa . Vamos aguardar pra ver se o Joao é jogador de grama tambem.

Roberto Pascarelli
Roberto Pascarelli
4 dias atrás

O que eu nao entendi eh que ele provavelmente entraria no quali SIM.

Tem o tal do Mate Valkusz (abaixo do Fonseca no ranking) que era Alternate e acabou de entrar, pq a lista rodou agora com os convidados. Pq nao se inscreveu pro Quali de qq jeito como Alternate e esperava a sorte? Nao interferia na programacao da grama…

Nico
Nico
4 dias atrás
Responder para  Roberto Pascarelli

O Ranking de inscricao do Mate Valkusz é 227, o do Fonseca era acima do 240, entao ele ainda estaria de Alternate.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Nadal leva público italiano ao delírio com incrível reação

Conheça o que aconteceu nos bastidores do WTA 100 de Madri

PUBLICIDADE