PLACAR

Fonseca: “Feliz por essa vitória, mas falta uma ainda”

Foto: Omar Erre

Assunção (Paraguai) – Grande esperança para o futuro do tênis brasileiro, o carioca João Fonseca aos poucos vai se tornando uma realidade. Depois de despontar com duas vitórias no Rio Open, o tenistas de 17 anos vai disputar sua primeira final de challenger no saibro de Assunção, onde superou as semifinais no último sábado.

“Sensação muito boa. Depois do Rio Open, tomei duas primeiras rodadas e agora estou fazendo a final, isso mostra todo o trabalho. Era algo que a gente tentava fazer, ir melhor em torneios com jogos longos e superação em quadra. Muito feliz por essa vitória, mas falta uma ainda, vamos com tudo”, comemorou o carioca.

“O circuito challenger é muito importante para o desenvolvimento de um jogador. Os caras de 500 a 100 do mundo que jogam esses torneios têm um nível muito alto”, afirmou Fonseca em entrevista ao site da ATP após sua vitória nas quartas de final.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Fonseca derrotou na semifinal o argentino Roman Burruchaga, 161º do ranking, e com isso fará a primeira final profissional de sua curtíssima carreira. Seu adversário na busca do título será o paulista Gustavo Heide, que na outra semi bateu o peruano Juan Pablo Varillas, cabeça de chave 1.

Com a campanha desta semana, o carioca de 17 anos está dando um salto de 58 colocações no ranking e vai entrar no top 300 pela primeira vez, subindo provisoriamente para o 283º lugar. Ele poderá chegar até por volta da 254ª posição se for campeão neste domingo.

Do outro lado, Heide também dará um bom salto e vai entrar no top 200 pela primeira vez com os resultados de Assunção. O paulista de 22 anos está alcançando a 192ª posição, subindo 33 lugares com a vaga na final, e pode chegar perto dos 175 melhores com o título do torneio paraguaio.

 

4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Antônio Luiz Júnior
Antônio Luiz Júnior
22 dias atrás

Uma grande promessa do tênis, está jogando tão bem que muitos já o colocam como uma realidade. Uma coisa é certa, tem muito potencial para ir muito longe, tudo no seu tempo, sem a pressa dos apressados. É muito bonito vê-lo jogar em quadra, tem todos os fundamentos…

Leandro Schulai
Leandro Schulai
22 dias atrás

Feliz e triste por essa final.

Os dois merecem esse caneco.

Andre
Andre
22 dias atrás

Alguém sabe informar se irá passar na TV ?

Última edição 22 dias atrás by Andre

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE