PLACAR

Draper é o finalista britânico mais jovem desde Murray

Jack Draper (Foto: LAP.bg)

Sófia (Bulgária) – Um dos nomes promissores do tênis britânico, Jack Draper vai disputar no ATP 250 de Sófia a primeira final deste nível na carreira. Nesta sexta-feira, ele derrotou o alemão Jan-Lennard Struff, cabeça de chave número 3, com o placar de 6/3 e 6/4, depois de 1h25 de confronto, para alcançar o feito inédito.

“Ele é um jogador que teve um ano incrível, venceu muitas partidas. Tive que jogar muito bem hoje e estou feliz com meu desempenho. Já tinha chegado a algumas semifinais, então vieram algumas lesões, mas voltei ainda mais forte e agora alcanço uma meta importante”, comentou o canhoto de 21 anos.

Draper é o britânico mais jovem a fazer uma final no circuito desde Andy Murray em 2009, quando o ex-número 1 faturou o título em Miami. Na final de sábado, ele terá pela frente mais um dos principais favoritos da competição, o cabeça de chave 2 Adrian Mannarino, que bateu o russo Pavel Kotov com parciais de 6/2 e 7/6 (7-2).

A semi em Sófia foi a terceira da carreira do britânico em nível ATP, a quarta se contarmos o Next Gen Finals do ano passado, onde foi superado pelo norte-americano Brandon Nakashima. Ele também havia caído na penúltima rodada em Adelaide 2, neste ano, derrotado pelo sul-coreano Soonwoo Kwon, e em Eastbourne, no ano passado, perdendo para o norte-americano Maxime Cressy.

Do outro lado, Mannarino vem na melhor temporada da carreira, com dois títulos e seu melhor ranking. Atual 25 do mundo, ele irá igualar a melhor marca (22º) com a campanha até então e pode até debutar no top 20 se for campeão e o compatriota Ugo Humbert não conquistar o título no ATP 250 de Metz.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE