PLACAR

Djokovic: “Punho está bom, tenho treinado sem dor”

Foto: Tennis Australia

Melbourne (Austrália) – Dez vezes campeão do Australian Open, o sérvio Novak Djokovic mais uma vez chega em Melbourne como o nome a ser batido. Sem medo de reconhecer que seu histórico na competição o credencia como o maior favorito, o número 1 do mundo garante que é seu principal obstáculo na busca pelo 11º título.

“Eu sempre primeiro, e depois, claro, todos os outros melhores jogadores do mundo”, disse o sérvio ao ser questionado sobre qual sua maior ameaça na competição. “Qualquer jogador está aqui com a intenção, tenho certeza, de realizar o sonho de vencer um Grand Slam. São 128 na chave, alguns vão conseguir ir mais longe, mas todos vão tentar jogar seu melhor tênis”, acrescentou.

O físico do sérvio de 36 anos deu um susto semanas antes, com um problema no punho durante a United Cup. Porém, ele garante que está recuperado. “Meu punho está bom. Tive tempo para me recuperar entre minha última partida na United Cup até a primeira aqui. Tenho treinado bem, sem dor até agora. É bom. Tudo parece bem. Vamos ver o que acontece”.

Pronto para estrear no domingo, Djokovic vê com bons olhos o dia a mais de competição. “Isso vai ajudar, tenho certeza, a tirar alguns jogos do caminho, a organizar melhor a agenda na semana de abertura, que é sempre muito movimentada, com muitos jogos que precisam ser finalizados no devido tempo. Vamos ver se funciona”, falou o sérvio, acreditando que isso evitará jogos até muito tarde.

Sempre direto, ‘Nole’ espera começar bem mais uma temporada, na qual tentará mais uma vez buscar o Golden Slam. “Não é segredo que eu verbalizo meus objetivos e digo claramente que quero vencer todos os Slams em que participo e jogo. Não é diferente este ano”, afirmou o número 1 do mundo.

“Só espero poder começar a temporada da mesma forma que tenho começado a maior parte das minhas temporadas: com uma vitória aqui na Austrália. É meu lugar favorito, sem dúvida, a quadra onde fiz grandes coisas e alcancei meus maiores resultados no Grand Slam”, disse o decacampeão do Australian Open.

Apesar da confiança, Djokovic observou que vencer os quatro Slam e os Jogos Olímpicos no mesmo ano não é nada fácil “Vamos ver como acontece. Quero dizer, a temporada é muito longa. Temos um ano olímpico. Grand Slams e Olimpíadas, esses são os grandes objetivos. Tenho que ver como vai ser aqui e pensar em todo o resto quando chegar a hora”, encerrou o sérvio.

3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Paulo Almeida
Paulo Almeida
1 mês atrás

Treino é treino e jogo e jogo. Vamos torcer para o Craque não sentir nada em momentos de maior exigência.

Gusmão
Gusmão
1 mês atrás

Força Djokovic.

Fernando Venezian
Fernando Venezian
1 mês atrás

Iniciar o torneio um dia antes é bom pros tenistas e melhor ainda pra nós! Jogos no sábado é uma maravilha pra gente acompanhar!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE