PLACAR

Daniel elimina o cabeça 3 no Chile, Pereira também vence

Daniel Dutra da Silva (Foto: Luiz Cândido/CBT)

Concepción (Chile) –  Em rodada com três brasileiros em quadra, dois nomes bastante experiente venceram suas partidas de estreia no challenger de Concepción, em quadras de saibro no Chile. O paulista Daniel Dutra da Silva, canhoto de 35 anos, e o pernambuano José Pereira, de 33, serão os representantes nacionais nas oitavas.

Atual 464º do ranking, Daniel estava liderando a partida contra o argentino Renzo Olivo, cabeça 3 do evento e 278º colocado, por 7/5 e 5/1 quando o rival se retirou da disputa, com aparente desconforto no punho, já que vinha recorrendo só aos slices nos últimos games. Com a vitória, o veterano paulista enfrentará o também argentino Facundo Mena, 406º do ranking, nas oitavas. Mena lidera o histórico por 3 a 2.

Por sua vez, José Pereira mantém o embalo depois de ter passado por um quali com duas rodadas. O atual 633º do ranking superou nesta terça-feira o convidado local Ignacio Becerra, de 23 anos e 750º colocado, com parciais de 6/2 e 6/0 em 1h13 de partida.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A campanha em Concepción está rendendo a recuperação de 20 posições a Pereira, que pode voltar ao grupo dos 600 melhores se vencer mais uma. Seu recorde pessoal no ranking foi o 232º lugar, alcançado ainda em 2015. O adversário nas oitavas é o argentino Hernan Casanova, de 30 anos e 336º do ranking, que venceu o único duelo anterior entre eles, disputado há nove anos.

Outro brasileiro em quadra nesta terça-feira foi o catarinense Pedro Boscardin, de 21 anos e 471º do ranking. Ele foi superado pelo argentino vindo do quali Franco Ribero, de 24 anos e apenas 1070º colocado, que marcou 6/3 e 6/4. Ribero já venceu três brasileiros neste torneio, já que também foi algoz de Wilson Leite e Igor Gimenez durante o quali. Ele agora enfrenta o peruano Gonzalo Bueno, que eliminou o paulista Nicolas Zanellato na última segunda-feira por 5/7, 6/3 e 6/0.

8 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Veridiana Parmegierri
Veridiana Parmegierri
28 dias atrás

caramba genteee. o top 1.100 (mil e cem) já fez a trinca e pediu música. venceu trés brasileiros em seqüência??? no mais patabéns para os garotos Zé Pereira e Danielzinho. boas vitórias. representantes com futuro brilhante!!! avante meninos!

Refaelov
Refaelov
28 dias atrás
Responder para  Veridiana Parmegierri

Tbm fiquei chocado com o argentino fora do top 1000(!) surrando os BRs sem dó..

Fase do Boscardim n tem nem oq comentar, esse rapaz precisa sair um pouquinho do circuito e trabalhar saque e fundamentos ofensivos, com oq está jogando nem em Futures vai se criar..

Leandro Meneoli
Leandro Meneoli
27 dias atrás
Responder para  Veridiana Parmegierri

Deu uma sorte danada de pegar o invicto Dias, se pegasse o Leão Danielzinho, ele tava lascado.

Andre Borges
Andre Borges
28 dias atrás

Boscardin já foi neh?

Paulo A.
Paulo A.
28 dias atrás

Aplausos para esses guerreiros veteranos! Será que eles conseguem ganhar algum dinheiro de prize money?

Andre Borges
Andre Borges
27 dias atrás
Responder para  Paulo A.

Hoje em dia o circuito oferece outras fontes de renda além do prize money. Se organizar direitinho dá green direto.

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
28 dias atrás

Parabéns Daniel e Zé Pereira, lamentável a situação do Boscardin,nem lembro quando o Boscardin venceu uma em chave principal,que situação meus amigos.

Jorge Luiz
28 dias atrás

Parabéns aos veteranos, Boscardin continua uma draga

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE