PLACAR

Brooksby é suspenso por não realizar exames antidoping

Londres (Inglaterra) – A Agência Internacional de Integridade do Tênis (ITIA) anunciou nesta terça-feira que um tribunal independente suspendeu o tenista norte-americano Jenson Brooksby por 18 meses depois que o jogador faltou a três exames antidoping em um período de doze meses.

Brooksby, que chegou a ser número 33 do mundo e eleito o Novato do Ano na ATP em 2021, optou por adotar uma suspensão provisória voluntária logo após ser notificado da acusação. Dessa forma, a sanção será retroativa a 5 de julho de 2023 e terminará em 4 de janeiro de 2025. Mas o tenista de 23 anos e atual 301º do ranking já está sem jogar desde janeiro, por ter realizado duas cirurgias no punho no primeiro semestre da atual temporada. Durante o período de suspensão, ele não pode jogar ou comparecer a qualquer evento oficial do tênis.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

O tribunal independente reuniu-se a 10 de outubro de 2023, ouvindo o jogador e várias testemunhas, incluindo o Oficial de Controle de Dopagem (DCO) que esteve envolvido na contestação do segundo teste não realizou. Brooksby aceitou que a primeira e a terceira faltas eram válidas, de modo que apenas o segundo teste perdido estava em disputa. Tendo considerado as evidências, o tribunal concluiu que o grau de culpa de Brooksby, uma vez que “tomou todas as medidas razoáveis para localizar o jogador”, que teria sido negligente ao não estar disponível para exames no intervalo de tempo identificado.

A CEO da ITIA, Karen Moorhouse, comentou: “O programa de localização é uma ferramenta vital para manter um esporte limpo e ninguém quer que os jogadores infrinjam as regras desta forma. Oferecemos suporte e educação regulares a todos os jogadores e nos colocamos à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas. Pedimos a todos os jogadores que tomem as medidas necessárias para garantir que sejam meticulosos com os registros de sua localização”.

Três falhas de localização – que podem incluir testes perdidos ou falhas de preenchimento – dentro de um período contínuo de 12 meses podem resultar em uma violação da regra antidopagem e acarretar uma sanção máxima de suspensão de dois anos. No caso de Brooksby, três testes perdidos foram registrados em um período de 12 meses a partir de abril de 2022. O jogador tem 21 dias para recorrer da decisão ao Tribunal Arbitral do Esporte (CAS).

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE