PLACAR

Britânicos decidem primeiro título de cadeira de rodas do Rio

Alfie Hewett (Fotojump)

*Atualizado às 13h12 com vídeo

Rio de Janeiro (RJ)
– Os britânicos Alfie Hewett, ex-número 1 do mundo e atual campeão do US Open, e Gordon Reid, medalha de outro nos Jogos Paralímpicos do Rio em 2016 e vários Grand Slam no currículo, vão decidir nesta sexta-feira, o título do Wheelchair Elite Rio, torneio de tênis em cadeira de rodas que acontece pela primeira vez no Rio Open.

Em partidas equilibradas e decididas apenas no match tie-break, Hewett derrotou o lendário japonês Shingo Kunieda, enquanto Gordon Reid superou o mineiro Daniel Rodrigues, que atualmente é o melhor brasileiro da modalidade. Kunieda tem 28 títulos de simples de Grand Slam no currículo e quatro medalhas de ouro paralímpicas. No sábado, às 16h, haverá um jogo de duplas com os quatro tenistas em quadra.


Saiba mais sobre os tenistas em cadeira de rodas que competem no Rio Open:

Shingo Kunieda é japonês e conquistou 50 títulos de Grand Slam na carreira, sendo 28 em simples e 22 nas duplas. Ele também tem quatro medalhas paralímpicas de ouro, com Atenas-2004 nas duplas e Pequim-2008, Londres-2012 e Tóquio-2020 em simples. No Rio de Janeiro, ele volta a disputar uma competição após um ano de sua despedida das quadras.

Alfie Hewett é britânico e atualmente ocupa o número 2 do mundo no ranking de simples e número 1 nas duplas. Hewett ostenta 26 títulos de Grand Slam, com oito em simples e 18 nas duplas. Ele conseguiu um grande feito em 2021, quando completou o Grand Slam nas duplas, vencendo os quatro maiores torneios. Em Jogos Paralímpicos, ele ganhou duas medalhas de prata em simples e duplas no Rio-2016, além da prata nas duplas em Tóquio-2020.

Gordon Reid também é britânico e ocupa atualmente o número 5 do mundo em simples, além de ser o número 2 nas duplas. Ele já liderou os dois rankings mundiais do tênis em cadeira de rodas. Reid tem 25 títulos de Grand Slam, sendo dois em simples e 23 nas duplas, na qual fechou o Grand Slam ao lado de Hewett em 2021. Ele foi ouro em simples e prata nas duplas nos Jogos Paralímpicos Rio-2016, além de conquistar a prata em duplas e o bronze de simples em Tóquio-2020.

Daniel Rodrigues é o representante brasileiro no torneio. Ele disputou as últimas três Paralimpíadas em Londres-2012, Rio-2016 e Tóquio-2020. Ele vem de título importante de simples e duplas em Indian Wells e ocupa o top 20 mundial em simples e duplas. Ele soma 76 títulos na carreira, com 32 em simples e 44 nas duplas.

 

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja os melhores lances da rápida final masculina de Miami

Collins segura os nervos e bate Rybakina: veja o melhor da final

PUBLICIDADE