PLACAR

Bia sofre nova virada e não passa da estreia em San Diego

Foto: Mubadala Abu Dhabi Open

San Diego (EUA) – Pela terceira semana consecutiva, Beatriz Haddad Maia não conseguiu superar a rodada de estreia de um torneio. Depois de cair na primeira rodada dos torneios de nível 1000 de Doha e Dubai, Bia tentou o WTA 500 de San Diego e foi superada pela britânica Katie Boulter, 49ª do ranking, por 3/6, 6/3 e 6/4 em 2h21 de partida.

Número 1 do Brasil e 13ª do mundo, Bia tem seis vitórias e 13 jogos na temporada. Ela está sem vencer desde a boa campanha que fez no 500 de Abu Dhabi, há três semanas, quando chegou à semifinal. Além disso é a segunda virada seguida sofrida pela brasileira, repetindo o que aconteceu contra a italiana Jasmine Paolini em Dubai. Ela agora busca a recuperação no terceiro WTA 1000 da temporada, em Indian Wells.

A paulistana de 27 anos era a segunda cabeça de chave em San Diego e entrou diretamente nas oitavas. Ano passado, ela chegou às quartas, mas o torneio foi em setembro e ela vai poder manter esses pontos até que aquele torneio complete um ano. Já Boulter, que havia vencido a ucraniana Lesia Tsurenko na última segunda-feira, está apenas uma posição abaixo do melhor ranking da carreira e espera a vencedora da partida entre a croata Donna Vekic, 28ª do ranking, e a jovem canadense de 19 anos Marina Stakusic.

Apesar das condições mais lentas de San Diego, com jogo noturno, ao nível do mar e com muita umidade, os primeiros sete games da partida foram vencidos pelas sacadoras. A brasileira escapou de três break-points até liderar por 4/3 e ainda não tinha ameaçado o saque da adversária. No fim do primeira parcial, entretanto, Bia fez oito pontos seguidos. Ela conseguiu a quebra em um game com duas duplas faltas da britânica e ainda contou com quatro erros de forehand da adversária para resolver o set. A brasileira terminou a parcial com um winner a mais, 7 a 6, mas cometeu só 4 erros contra 17 da rival.

Logo na abertura do segundo set, Bia teve duas chances de quebra, mas não conseguiu aproveitar. Na sequência, Boulter passou a confirmar seus games de serviço de forma mais tranquila. A britânica também passou a ser mais efetiva nas devoluções, pressionando em quase todos os games de saque da brasileira, e vinha definindo os pontos com seus golpes mais retos. O melhor momento de Boulter na partida foi quando ela fez 12 pontos seguidos e saiu de 2/2 para 5/2, definindo a parcial pouco depois. Ela tem 9 a 4 nos winners e cometeu 7 erros contra 8 de Bia.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Como já havia acontecido em outras derrotas na temporada, como contra a russa Maria Timofeeva na Austrália ou contra Paolini em Dubai, Bia passou a ficar muito passiva no terceiro set e a mercê do jogo mais agressivo de sua adversária. Faltava uma bola de definição naquele momento e a brasileira acabou permitindo duas quebras à britânica, que abriu 5/1 no placar. Com muito apoio da torcida brasileira, Bia até voltou a confirmar o saque e devolveu uma das quebras num game com duas duplas faltas da rival, mas Boulter sustentou a grande vantagem construída e definiu a vitória de virada.

 

Saville salva match-point, Kostyuk também vence
Do mesmo lado da chave, a australiana Daria Saville conseguiu uma grande virada contra a alemã Tatjana Maria. Ela ficou em quadra por 3h14, salvou um match-point no segundo set e venceu o jogo com parciais de 5/7, 7/6 (7-2) e 6/2. Saville agora espera pelo jogo entre a norte-americana Emma Navarro, cabeça 3, e a tcheca Katerina Siniakova.

Quem também avançou às quartas foi a ucraniana Marta Kostyuk, cabeça 6 do torneio e 34ª do ranking. A jovem jogadora de 21 anos superou nesta quarta-feira a australiana Taylah Preston por 6/3 e 6/4. Kostyuk pode enfrentar a russa Anastasia Pavlyuchenkova, quarta cabeça de chave, que estreia contra a chinesa Xinyu Wang nesta quinta-feira.

82 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Carlos
Carlos
1 mês atrás

A insegurança que a Bia transmite a quem assiste ao seus jogos e imagino que também às suas adversárias explica tudo! Muito insegura apesar da exuberância física!

Álvaro Canto de Campos
Álvaro Canto de Campos
1 mês atrás

Chave boa para avançar até a final!
Torneio esvaziado…
Mais uma boa oportunidade de somar pontos perdida.
Começo de temporada preocupante.

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás

A grandalhões perdeu? Agora me conta uma novidade.

Rodrigo.c.arruda@rcacc.com.br

É!…

Alex
Alex
1 mês atrás

Coitada.

Última edição 1 mês atrás by Alex
Ubiratan (Black)
1 mês atrás

Bem! Bia perdeu uma boa chance de avançar na pontuação do ranking enquanto as adversárias diretas estavam sem competir na semana.
Já o jogo, foi bem no 1S e podia já ter crescido no 2S quebrando o 1G, mas não conseguiu e aí a Boulter melhorou bem no jogo.
Os 100 pontos que irão cair em setembro será coisa pouca para ela resolver lá nos vários torneios do segundo semestre.
Agora é fazer o de sempre, viajar e treinar pro próximo.
Por enquanto continua com poucos pontos a defender! são só 240 somados nos 4 próximos torneios até antes de Roma.
Avançando bem em pelo menos 1 desses torneios já dá pra equacionar essa perda. Mas o ideal é somar algo a mais para as perdas seguintes.
Bom que 2 desses já serão no saibro.
Sem mágica, como acontece com ela e com todas ali naquela faixa, o resultado esperado chegará em breve mais uma vez, sem dúvida.

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás

Lamentável em muitos aspectos, mas não é o fim do mundo!
Claro, vai ter uma chuva de críticas que não fará ela descer ou subir no ranking (no momento).
Ela já superou desafios na carreira infinitamente superiores a 5 derrotas seguidas: teve que ficar parada quase um ano perdeu todos os pontos e recomeçou do zero; lesões em várias partes do corpo e nas mãos, etc, etc.

SUPEROU TODOS E VEIO MAIS FORTE!!!

Escreva aí: ELA NÃO VAI DESISTIR!!!

VQV BIA!

Última edição 1 mês atrás by Adalberto
NFdS
NFdS
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

É isso!!!

Paulo A.
Paulo A.
1 mês atrás

Uma lástima total! O que estará acontecendo com a nossa campeã???!!!

João
João
1 mês atrás
Responder para  Paulo A.

Campeão de que?

F.F.
F.F.
1 mês atrás

Que fase da Haddad Maia
Descendo a ladeira sem freios

Haroldo Guimarães
Haroldo Guimarães
1 mês atrás

Bia, antes vc ganhava em 3 sets , agora perde. Perdeu a confiança?
Acredito em vc, pode mais do que está mostrando.

Bukele
Bukele
1 mês atrás

Nesse ritmo vai ter um ano complicado. E já pensando nas Olimpíadas, a Bia tem q esquecer a chave de simples pq dificilmente vai disputar uma medalha lá (pra isso precisa pelo menos chegar na semifinal e a chance dela fazer isso é baixa). Talvez deva focar em tentar obter o ouro olímpico das duplas com a Stefani, isso sim é bem plausível e seria histórico se conseguisse. Se fizer muita força nas simples periga repetir Dubai, perder nas Oitavas ou Quartas gastando energia demais e depois perder nas duplas tb, saindo sem nada.

Última edição 1 mês atrás by Bukele
Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás
Responder para  Bukele

Eu sempre disse isso dela focar em duplas. Ótimo ver que concordamos

Bukele
Bukele
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Não concordo com você em nada Leo. A questão da Olimpíada é porque é uma oportunidade única de ganhar um ouro olímpico bem plausível nas duplas, ao passo que nas simples é muito mais difícil até pra pegar um bronze (precisa chegar na semifinal no mínimo e ainda por cima ganhar a disputa do bronze). De resto ela tem que focar em simples.

Renato
Renato
1 mês atrás
Responder para  Bukele

Ah, Olimpíada é oportunidade única, tem que se jogar, participar, dar tudo de si e aproveitar cada experiência.
Tem que entrar na simples e na dupla, e ir para cima. É só uma fase

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás
Responder para  Bukele

Realista, Como você fala muita babaquice eu nem deveria te dar crédito fazendo este post, mas caridade cabe em todo lugar…
O Paciaroni, técnico da Bia, como estudioso do tênis, escreveu um livro sobre alta performance no esporte, que eu acho que você não vai ler, por incapacidade mesmo… mas pelo menos leia, ou peça para que leia prá você essa série de entrevista com ele, na Coluna Saque e Voleio do Uol, feita pelo jornalista Alexandre Cossenza:

LINK :https://www.uol.com.br/esporte/colunas/saque-e-voleio/2023/04/24/entrevista-com-rafael-paciaroni-por-alexandre-cossenza-parte-i.htm

Nathan
1 mês atrás

Aí vai vim os passadores de pano inventando mil desculpas para mais um fiasco kkkkkkkkk.
Jogadora fraca demais, aí vai disso aí pra pior…. Tinha uma época que eu achava ela uma grande jogadora, hoje em dia já vi que é uma apenas um qualquer outra jogadora mediana para fraca, e somente está ali na parte de cima pq o nível do tênis feminino é bem fraco no geral….

Guilherme do ES Ribeiro
Guilherme do ES Ribeiro
1 mês atrás

Decepcionante. Sequência terrível da Bia. Precisa voltar a jogar bem logo.

Jorge Luiz
1 mês atrás

Desandou?

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás

Xiiiii rapaz… 4 derrotas seguidas. Talvez fosse melhor ter focado em duplas mesmo.

Renato
Renato
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Sim, teria ganho muito mais dinheiro inclusive , não teria? O que é lá foi inventar de jogar simples naquele WTA Elite Trophy, por exemplo…preciso concordar com sua astúcia e inteligência

Flavio
Flavio
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Pra variar, mais um comentário paspalho. Não aprende mesmo, já não basta ter tomado aquele esfregão na cara do Mario Sergio.

Albert
Albert
1 mês atrás

Bia, assim vc não está ajudando os seus defensores incondicionais. Mais uma derrota na primeira rodada e eles vão começar a se render… Mas quem sabe essa Boulter é campeã, como fez a Paolini?

Renato
Renato
1 mês atrás
Responder para  Albert

Nunca…somos torcedores! Desistir é só para os fracos

Thiago Silva
Thiago Silva
1 mês atrás

A idade tá chegando pra Bia, já tá sofrendo em partidas longas.

Bricio Cunha Fagundes
Bricio Cunha Fagundes
1 mês atrás
Responder para  Thiago Silva

Viaja não, mano. Ela tá no auge da forma física. Perdeu porque perdeu mesmo. A adversária subiu o nível a partir do segundo set e ela não tá no melhor momento de confiança

Reginaldo Rabelo
Reginaldo Rabelo
1 mês atrás

Irreversível ladeira a baixo. Muita comemoração, aliás justa, pelo final do ano mas pouca concentração com o depois. E o depois está trágico.

Matheus Ferreira
Matheus Ferreira
1 mês atrás

Assim fica difícil!!!

Wagner Jobson
Wagner Jobson
1 mês atrás

Tá difícil de torcer pra Bia. Tá uma geladeira. Não consegui ganhar jogo fácil..

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás

Maré não tá boa. Torcer pra se recuperar nos masters e conseguir uma boa campanha.

Luiz
Luiz
1 mês atrás

Bia é superestimada. Seu lugar é entre 30 e 40 , é só assistir seu jogo.

Fernando r
Fernando r
1 mês atrás
Responder para  Luiz

O pessoal espera dela mais do que ela pode entregar. Apesar das sérias deficiências técnicas que limitam sei poder de fogo, ela conseguiu se firmar entre as top 20, o que é fantástico. Mais que isso, é sonho de uma noite de verão. O problema é que agora o mental colapsou e daí vem o risco de ums grande queda no ranking.

André
André
1 mês atrás

Assim como no jogo contra a Paolini, certa altura Bia perdeu completamente as trocas de fundo de quadra. Uma hora no segundo set a transmissão mostrou 12 pontos seguidos da Boutler. Daí entra no ciclo vicioso, falta de confiança, jogadas conservadoras e vira presa fácil. Complicadíssimo…

Wilson luiz
Wilson luiz
1 mês atrás

Penso que perder uma partida para jogadoras até o top 25 é normal, agora, daí pra baixo, algo precisa ser revisto no jogo da nossa número um!! Se acontecer assim, Bia fica mais uns dois anos no top 20, senão, a queda será inevitável!

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás
Responder para  Wilson luiz

Deve cair. Tarefa quase inimaginável de defender semi de RG e aquele finals B. Vão ter que fazer uma temporada impecável no saibro europeu, se quiser se manter nesse patamar.

Sergio
Sergio
1 mês atrás

Poxa vida! A Bia entrando na Vibe do tênis brasileiro????? Queremos alegria!!!

Rockton
Rockton
1 mês atrás

Está voltando ao normal, só isso.

Wagner Jobson
Wagner Jobson
1 mês atrás

Tá difícil assistir jogo da Bia. O físico tá pesando e ela não consegui sair do buraco.

rafael luis
1 mês atrás

Se quiser alcancar voos mais ambiciosos , deveria renovar toda a comissao tecnica. Poderia contratar o Sacha Bajin ou David Witt, que estao disponiveis.

Roberto
Roberto
1 mês atrás
Responder para  rafael luis

Essa é a minha opinião também, a Bia deveria fazer como a Pegula, afinal ela está mais perto do final da carreira do que do início. Uma nova equipe técnica vai renovar essa falta de confiança que está faltando a ela nesse período…

Michael Sousa
Michael Sousa
1 mês atrás

Bia Haddad segue perdendo chances concretas de disparar no ranking, tênis feminino de certa forma mantém-se irregular!

Última edição 1 mês atrás by Michael Sousa
Paulo
Paulo
1 mês atrás

Tá feio a coisa eim.

Rdson
Rdson
1 mês atrás

Normal, sem novidades…..

Gisele Matias
Gisele Matias
1 mês atrás

Meu Deus perdeu pra essa inglesa sem expressão nenhuma no circuito.

Rodrigo Soares
Rodrigo Soares
1 mês atrás

Bia precisa rever seu jogo, e mudar de técnico, urgente. Muito fraco esse técnico, ela não ta bem.
Muito ruim ver jogo da Bia, vc não sabe oq vai acontecer e a adversária já deve entrar em quadra sabendo que tem 50% de vencer, no segundo set quando a britânica começou a melhorar o jogo, já deve ter entrado na cabeça da Bia que ela ia perder o jogo pq não é possível. A fase não é boa, e ela não ta em fase de ficar aguardando, Pegula ficou fora um período e tinha uma estreia difícil tb e meteu logo um 6/0 na alemã. Preocupante… investiria em um técnico europeu,

LRSantis
LRSantis
1 mês atrás
Responder para  Rodrigo Soares

Tão fraco que levou ela ao top 10

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás
Responder para  LRSantis

Levou ela ou a Bia se levou? Quais as outras referências da equipe tecnica, que por sinal é bem novo de idade.
E sobre a Bia, desde muito nova, no infantil já se chamava atenção para o potencial dela. A chegada no patamar que chegou era previsível desde muito cedo. Não é como se alguém tivesse pego uma jogadora qualquer e levado ao estrelato

Adalberto
Adalberto
1 mês atrás
Responder para  Leo, o realista

Realista, Como você fala muita babaquice eu nem deveria te dar crédito fazendo este post, mas caridade cabe em todo lugar…
O Paciaroni, técnico da Bia, como estudioso do tênis, escreveu um livro sobre alta performance no esporte, que eu acho que você não vai ler, por incapacidade mesmo… mas pelo menos leia, ou peça para que leia prá você essa série de entrevista com ele, na Coluna Saque e Voleio do Uol, feita pelo jornalista Alexandre Cossenza:

LINK :https://www.uol.com.br/esporte/colunas/saque-e-voleio/2023/04/24/entrevista-com-rafael-paciaroni-por-alexandre-cossenza-parte-i.htm

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás
Responder para  Adalberto

Tá bom, o cara é um super gênio. A Swiatek está de olho, só esperando ele ficar livre no mercado… É cada uma!
Não importa se ele escreveu um livro, se é um cara esforçado, inteligente e etc. Ele simplesmente não tem experiência… tem 35 anos só! Ele pode vir a se tornar um grande técnico, mais ainda não temos referência nenhuma para comparar. Experiência e sabedoria, são coisas que vem com o tempo, não são adquiridas num diploma de universidade.

Rodrigo Soares
Rodrigo Soares
1 mês atrás
Responder para  LRSantis

Siiim, é agradecer pelos serviços prestados por levar ela ao top 10 por alguns dias, e trocar de vez, ela tem capacidade de jogar muito mais, mais quedas consecutivas é sinal que algo não está certo, hora de mudar e trocar sua comissão e investir em um técnico europeu..

LRSantis
LRSantis
1 mês atrás
Responder para  Rodrigo Soares

Não é fácil mudar as características de uma atleta, o jogo dela é assim, por sinal bem eficiente, não é toda vez que funciona pancada, mas é o estilo que ela adotou junto com a equipe, que ela considera e acredita. Apenas estava num dia ruim, tem muita lenha ainda, aguardem!

Roberto
Roberto
1 mês atrás

Acredito mesmo que a Bia deva trocar a sua equipe técnica, nem diria pela incompetência, mas para corrigir algumas coisas que não estão enxergando, e o momento é oportuno, e se as coisas não estão fluindo como se espera, quanto antes melhor…

Vinicius
Vinicius
1 mês atrás

A realidade é essa. A bia é uma jogadora mediana e dificilmente vai conseguir entrar no top 10 e se firmar entre as melhores

Luiz Fernandes
Luiz Fernandes
1 mês atrás

Cada comentário idiota, a idade chegou, foca em duplas etc. Essas derrotas seguidas acontecem com muitos tenistas depois há uma recuperação. Ela é top 15 e chegou por méritos e competência.continuo acreditando.

Renato
Renato
1 mês atrás

Tudo bem que tem a turma que quer rebaixar a Bia, ridicularizar, criticar sem fundamento, dizer que é fraca e ponto final. Não vou ser cego e dizer que está tudo bem.
Mas é legal ver que tem outros como eu, que somos fãs e torcedores da Bia…torcer é estar junto na derrota e na vitória, lamentar os dias ruins e sorrir junto com as voltas por cima. Ela transparece ser uma ótima pessoa, tem um baita carisma, e conta com o carinho gigante da nossa turma. Para nós, o sol vai voltar a brilhar, como hoje está para os haters que adoram vociferar nas derrotas.

Emerson
Emerson
1 mês atrás

Fraquinha

André
André
1 mês atrás

Achei normal, da mesma forma que a Bia chegou onde chegou as outras garotas tb buscam a ascensão e a maioria despenca, por uma série de fatores , mental , fisico, tecnicas etc…, o jeito é ir trabalhando trabalhando e trabalhando…. , vamos aguardar por Indian Wells.

gustavo
gustavo
1 mês atrás

que fase…

Juscelino Pinho
Juscelino Pinho
1 mês atrás

Acredito ser uma nuvem passageiro. Logo o tempo ficará favorável.

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás

Talvez fosse melhor trocar de treinador, mudar a equipe toda. Parece que desaba quando perde o último pós derrota. Sai cabisbaixa, meio que quase chorando em quadra.

Weverton Pacheco
Weverton Pacheco
1 mês atrás

Infelizmente perdeu mais uma partida para uma jogadora mediana. Na minha opinião… está na hora de agregar mais um treinador a equipe, inadimissível uma jogadora dessa altura … fazer tão pouco com o saque… Chegar até o Top 20 é uma coisa… agora é agregar para subir de nível… e para os que críticaram na ultima postagem… aconteceu exatamente o que eu disse… se ela ganhasse, teria os pontos das duas rodadas (108 pontos) e se perdesse… ficaria só com aquele pontinho (1 ponto) dos que perderam em primeira rodada.

Annon Nimmo
Annon Nimmo
1 mês atrás

A Bia conquistou muitos torcedores justamente por ter conseguido ótimos resultados a despeito de sua inferioridade técnica. Mesmo entrando como zebra e enfrentando adversárias muito melhores que ela, conseguiu grandes vitórias com base na garra, raça e vontade de vencer, e isso emocionou muita gente, não apenas brasileiros.
Infelizmente, não tem demostrado essa vontade neste início de temporada. No jogo de ontem, parece que só resolveu tentar vencer quando já perdia por 5-1 no terceiro set, aí já era tarde demais.

Jon Dellarc
Jon Dellarc
1 mês atrás
Responder para  Annon Nimmo

Exatamente. Parece que ainda não entrou em forma física pra jogar três sets e não está mostrando aquela gana e coragem, pode ser cansaço mental. Desse jeito, não consegue compensar as falhas técnicas e acaba derrotada.

Paulo Lara
Paulo Lara
1 mês atrás

Absurdo esses tantos de haters de meia tijela. Virem aqui de esbaldarem com a derrota da Bia até o ogro master do FF deu as caras hj por aqui. Lamentavel.

F.F.
F.F.
1 mês atrás
Responder para  Paulo Lara

Abraços Lara
Kkkkkkkkkkk

Paulo Lara
Paulo Lara
1 mês atrás
Responder para  F.F.

Como sempre aparecendo nessas horas. Foi lá dar parabéns ao Matos semana passada? Brazilian Storm cada vez mais forte só vc q não enxerga.

Renato
Renato
1 mês atrás
Responder para  Paulo Lara

Pois é Lara, chega a ser estranho o fato de termos mais torcedores contra do que a favor em um país que até bem pouco tempo atrás não tinha nenhuma top 100, top 50, quiçá top 20.
Basta ver a desaprovação nos nossos comentários com a maioria dos jóinhas pra baixo

Leo, o realista
Leo, o realista
1 mês atrás
Responder para  Renato

Tem torcedor a favor até demais, é pq hj foi derrota e eles se escondem.
Quanto aos joinhas negativos, tem a ver com a quantidade de “groselha” que a pessoa está escrevendo, simplesmente isso.

Leandro Schulai
Leandro Schulai
1 mês atrás

Não adianta ficar xingando, detonando isso não vai adiantar.
Entendo que a Bia não é daquelas tenistas que performa melhor na raiva. Se fosse assim ai valeria dar uma provocada.
Vi da galera aqui e achei que o mais sensato mesmo é realmente rever a comissão técnica. Acho que esse time dela atual rendeu o que poderia render, muito bom, ótimos frutos mesmo, quantas tenistas brasileiras vamos ver no top 10 do mundo nos próximos 100 anos? Temos que respeitar.

Agora se ela quer furar esse top 10 e brigar por coisas maiores e até um GS acho que esse time não tem o que ela precisa. De novo, sem demonizar, sem detonar, parabéns a todos, mas bora mudar e buscar coisas maiores.

Sadi
Sadi
1 mês atrás

Muito instável… novo bellucci, pode ganhar d qualquer uma e perder d qualquer uma… erra muito , não tem plano B… como eu sempre falo, ganhar jogando bem, acertando tudo eh fácil, difícil eh aprender a ganhar jogando mal

Última edição 1 mês atrás by Sadi
Renato
Renato
1 mês atrás
Responder para  Sadi

Então estamos bem. Bellucci figurou muitos anos na elite do tênis mundial.

Antônio Luiz Júnior
Antônio Luiz Júnior
1 mês atrás

Difícil explicar o momento de BIA. Torneio bastante esvaziado, cabeça de chave nº 02, entrou direto nas oitavas e cai na primeira rodada pela terceira vez consecutiva. A falta de confiança fica evidente. Tem muita dificuldade de se impor diante de adversárias de ranking abaixo. A sorte é que ele defende poucos pontos no primeiro semestre, mas, precisa reagir urgentemente, precisa entrar em quadra muito mais focada. Continuamos na torcida…

Antonio
Antonio
1 mês atrás

Tennis é: Técnica- Fisico – Mental
Qdo 1 dos 3 não esta presente fica difícil… A interferência do Técnico em todas jogadas é problema.

Tenista
Tenista
1 mês atrás

Tenho certeza que ela voltará a jogar o seu melhor tênis.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Veja como foi a espetacular vitória de Fonseca sobre Sonego

Nadal pode ter feito seu último jogo oficial em Barcelona

PUBLICIDADE