PLACAR

Bia joga na grama de Bad Homburg e enfrenta Kalinskaya

Foto: Mutua Madrid Open

Bad Homburg (Alemanha) – Em seu segundo torneio na temporada de grama, Beatriz Haddad Maia disputa na próxima semana o WTA 500 de Bad Homburg. A número 1 do Brasil e 18ª do mundo faz sua última preparação para Wimbledon e tenta se recuperar da queda na primeira rodada em Berlim.

Bia é a quarta cabeça de chave do torneio e estreia contra a russa Anna Kalinskaya, 24ª do ranking, em confronto inédito no circuito. Se vencer, a paulistana de 28 anos poderá enfrentar outra russa, Anna Blinkova, ou a canadense Bianca Andreescu, que jogou a final de ‘s-Hertogenbosch na semana passada.

No mesmo quadrante de Bia está sua antiga parceira de duplas, a bielorrussa Victoria Azarenka. A ex-número 1 do mundo é cabeça 5 e enfrenta a jovem tcheca de 19 anos Linda Noskova. A vencedora pode enfrentar a alemã Tatjana Maria ou uma jogadora vinda do quali.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

A russa Liudmila Samsonova, campeã na grama holandesa no domingo, passado está no mesmo lado da chave. A atual número 15 do mundo é a segunda cabeça de chave e e estreia contra a espanhola Sara Sorribes. Se vencer, pode enfrentar a francesa Clara Burel ou a tcheca Katerina Siniakova, atual campeã. A também russa Ekaterina Alexandrova enfrenta a argentina Nadia Podoroska e pode enfrentar a croata Donna Vekic nas oitavas.

Sakkari é a cabeça 1 do torneio alemão

A grega Maria Sakkari, número 9 do mundo, é a principal cabeça de chave do torneio na grama. Ela estreia contra a italiana Elisabetta Cocciaretto. Quem vencer pode enfrentar a espanhola Paula Badosa ou a holandesa Arantxa Rus. O quadrante de Sakkari tem a jovem russa de 17 anos Mirra Andreeva, semifinalista de Roland Garros e 23ª do ranking. Ela enfrenta a ucraniana Dayana Yastremska. Quem vencer enfrenta a alemã Angelique Kerber, ex-líder do ranking, ou a russa de 20 anos Diana Shnaider.

Outra ex-número 1 do mundo no torneio é Caroline Wozniacki. A dinamarquesa recebeu convite e enfrenta a ucraniana Elina Svitolina, cabeça 7 do torneio. A vencedora pode encarar a russa Veronika Kudermetova ou uma tenista vinda do quali. No mesmo setor da chave está a norte-americana Emma Navarro, terceira favorita, que jogará contra uma jogadora do quali e pode enfrentar a compatriota Peyton Stearns ou a cazaque Yulia Putintseva.

Uma vitória em Bad Homburg, torneio que subiu de categoria este ano, vale 60 pontos na WTA, com 108 para quem chegar às quartas. Bia tem 55 pontos a defender, por ter avançado uma rodada em Eastbourne do ano passado. O evento alemão dará 500 pontos na WTA para a campeã, 325 para a vice e 195 para as semifinalistas.

22 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
gustavo
gustavo
24 dias atrás

R$ 500 na Kalinskaya

Blumenau
Blumenau
24 dias atrás
Responder para  gustavo

Apesar de menor ranking a russinha é favorita pela má fase da Bia e este ano venceu a 1Ga e a Galfi em Dubai no início do ano, fora isto venceu 2x a Ostapenko que Bia nunca venceu, a Paolini que Bia é freguesa, a Krejcikova que só dá chinelada na Bia, então cuidem do seu dinheirinho, pode ser que ele vá pro ralo. O Gustavo está certo, vai ganhar uma grana.

Vanessa
Vanessa
22 dias atrás
Responder para  gustavo

Ai ai …

Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
24 dias atrás

Estreia dura.

Blumenau
Blumenau
24 dias atrás
Responder para  Guilherme E.S. Ribeiro

Por ter perdido a condição de top quase 10 vai enfrentar só estreias duras daqui pra frente, temo que bata o record da Shuai Zang que perdeu 30 partidas nas estreias.

Rodrigo
Rodrigo
24 dias atrás

Essa Russa joga bem. Na fase da Bia, ela é uma pedreira.

Blumenau
Blumenau
24 dias atrás
Responder para  Rodrigo

A russinha joga muito bem e já aprontou este ano pra cima das top 10, venceu 1ga, Gaufi, Ostapenko e Paolini. É favorita contra a Bia.

Adalberto
Adalberto
24 dias atrás

Não tem pontos a defender, né?
Senão fica complicada posição na tabela…
Essa russa o que tem de elegância, tem de tênis e sorte, kk…
Do nada está fazendo 4a.final em Berlim…
Nova chance para a Bia surpreender, kk…
VQV BIA!

Drino
Drino
24 dias atrás

Acontece que temos que cair na real. O Ranking da Bia é de 20° a 40°.
Ela deu muita sorte no ano se 2023. O tênis dela é mediano. Vai perder semana que vem, e não vai longe em Wimbledom.

Adalberto
Adalberto
24 dias atrás
Responder para  Drino

Já que tem bola de cristal, poderia falar prá gente os números da Mega acumulada, Rrss…
VQV BIA!

André Borges
André Borges
23 dias atrás
Responder para  Drino

Sim, ela deu muita sorte. Lembro daquele WTA50 que ela venceu e que alteraram de ultima hora pra valer 500 pontos. Isso foi uma grande sorte que acabou ajudando ela. E aquele Elite Trophy que ela foi campeã com todas as outras jogadoras desistindo também foi uma grande sorte. Mas acho que a grande sorte mesmo foi quando sortearam 1000 pontos na loteria federal e ela levou. Duvido que esse ano ela vai ter todas essas sortes em sequencia.

Evandro
Evandro
24 dias atrás

Pelo menos, a russa da vez não termina em ova nem eva. Quem sabe agora.

Profeta do Caos
Profeta do Caos
23 dias atrás

Top 10, top 15 tá sendo um fardo pra ela. Talvez estacionando num top 25 ou top 30 seja mais conveniente de lidar. Menor pressão. Outro fator é o time. Acredito que uma mudança total, uma ruptura seja o melhor caminho.

Burigoto
Burigoto
23 dias atrás

Aos tecnicos do “sofa” fica a dica: td acontece no seu tempo se Bia vai ganhar ou perder quêm pode cravar ? O sucesso incomoda os pessimistas. Eu, prefiro crer que Bia Haddad Maia vai superar seus desafios. Ela mais q ninguêm esta ciente q precisa evoluir. Eu, amante do esporte, prefiro acreditar q sempre. ” Ninguem joga pedra em passaro morto” .

Vanessa
Vanessa
22 dias atrás
Responder para  Burigoto

Exatamente.

Renato
Renato
23 dias atrás

Ela vai ganhar essa. Vamos Bia!!

NFdS
NFdS
23 dias atrás

A russa acaba de ultrapassar a Bia no ranking. Está subindo a 17 com a final e pode ir a 16 se for campeã. Bia voltando pra 20.

João Sawao ando
João Sawao ando
23 dias atrás

Vai ser duro mas acredito em uma virada de chave vamos Bia

Blumenau
Blumenau
23 dias atrás
Responder para  João Sawao ando

Tem torcedores com fé de mais e outros fé de menos.

Balbino Neto
Balbino Neto
22 dias atrás

Bia vai encarar na terça-feira a Kalinskaya que joga hoje uma final pesada em Berlim. O fator Wimbledon pode pesar favorávelmente para a brasileira que precisa maís do que nunca vencer essa partida para retomada de atuações mais vencedoras.

Fabio Duarte
Fabio Duarte
22 dias atrás

Pessoal,chega de ilusão,o jogo da Bia é de mediano pra fraco, ela já deu o máximo que podia,daqui pra frente é queda livre

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE