PLACAR

Bia fica a apenas 25 pontos do retorno ao top 10

Foto: WTA Elite Trophy

Miami (EUA) – A conquista do maior título de sua carreira de simples no WTA Elite Trophy colocou Beatriz Haddad Maia muito próxima do retorno ao top 10 do ranking internacional. A canhota de 27 anos aparecerá pelo menos no 11º lugar, num salto de oito postos com os 700 pontos somados em Zhuhai, mas o novo ranking só será divulgado no dia 6, ou seja, depois do Finals de Cancún.

Bia somará 2.855 pontos, apenas 25 a menos do que a tcheca Barbora Krejcikova, a 10ª do mundo e que está com 2.880 pontos. Primeira alternate no Finals Cancún, Krejcikova só pode somar pontos ainda em 2023 caso ocorra alguma desistência durante a fase de grupos. Caso isso não aconteça, ela perderá pontos e Bia terminará como 10ª.

De qualquer forma, Bia marcará outra façanha pessoal e para o tênis feminino brasileiro, já que no ano passado ela encerrou oficialmente em 15º. Antes disso, ela havia figurado duas vezes entre as 100 primeiras, como 65ª ao final de 2017 e 82ª em 2021.

Bia atingiu o marcante número 10 do ranking por duas semanas, entre 12 e 19 de junho deste ano, após a semifinal em Roland Garros, e ainda apareceu como 12ª em agosto. Depois, sofreu ligeira queda e saiu pela primeira vez do top 20 após 14 meses, mas isso durou apenas uma semana, em 16 de outubro.

No ranking de duplas, a brasileira ocupa atualmente o 24º lugar. Ela terminou a temporada passada na 13ª posição na modalidade e classificada para o Finals, ao lado da cazaque Anna Danilina. Diferente do que acontece em simples, o Elite Trophy nas duplas não dá pontos no ranking, apenas premiação em dinheiro.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE