PLACAR

Australian Open terá primeira final sem Big 3 desde 2005

Safin e Hewitt disputaram a última final do AO sem o Big 3, em 2005

Melbourne (Austrália) – Com a classificação de Jannik Sinner e Daniil Medvedev para a decisão de domingo, e a consequente eliminação de Novak Djokovic, o Australian Open terá pela primeira vez em 19 anos uma final sem nenhum integrante do Big 3. Em 2005, último ano em que o poderoso trio ficou fora da disputa pelo título, o russo Marat Safin conquistou em Melbourne o segundo e último troféu de Major de sua carreira, ao bater o anfitrião Lleyton Hewitt por 3 sets a 1, com parciais de 1/6, 6/3, 6/4 e 6/4.

A partir de 2006, todas as decisões do Grand Slam australiano tiveram a presença de Roger Federer, Rafael Nadal ou Novak Djokovic. O suíço chegou à final em seis ocasiões e foi campeão em cinco delas. Ele também já havia vencido o torneio em 2004 contra o próprio Safin. Já o canhoto espanhol esteve lá seis vezes e levantou a taça em duas oportunidades, enquanto o sérvio, atual número 1 do mundo, jogou as suas dez finais no Melbourne Park neste período e ganhou todas.

Dentre os finalistas de 2024, Sinner jogará sua primeira decisão de Grand Slam, ao passo que Medvedev disputará a sexta da carreira e a terceira na Austrália. Nas outras duas, caiu justamente para Djokovic, em 2021, e Nadal, no ano seguinte.

Veja todas as finais do Big 3 no Australian Open desde 2006:

2006 – Roger Federer v. Marcos Baghdatis, 5/7, 7/5, 6/0, e 6/2
2007 – Roger Federer v. Fernando González, 7/6 (7–2), 6/4 e 6/4
2008 – Novak Djokovic v. Jo-Wilfried Tsonga, 4/6, 6/4, 6/3 e 7/6 (7–2)
2009 – Rafael Nadal v. Roger Federer, 7/5, 3/6, 7/6 (7–3), 3/6 e 6/2
2010 – Roger Federer v. Andy Murray, 6/3, 6/4 e 7/6 (13–11)
2011 – Novak Djokovic v. Andy Murray, 6/4, 6/2 e 6/3
2012 – Novak Djokovic v. Rafael Nadal, 5/7, 6/4, 6/2, 6/7 (5–7) e 7/5
2013 – Novak Djokovic v. Andy Murray, 6/7 (2–7), 7/6 (7–3), 6/3 e 6/2
2014 – Stan Wawrinka v. Rafael Nadal, 6/3, 6/2, 3/6 e 6/3
2015 – Novak Djokovic v. Andy Murray, 7/6 (7–5), 6/7 (4–7), 6/3 e 6/0
2016 – Novak Djokovic v. Andy Murray, 6/1, 7/5 e 7/6 (7–3)
2017 – Roger Federer v. Rafael Nadal, 6/4, 3/6, 6/1, 3/6 e 6/3
2018 – Roger Federer v. Marin Cilic, 6/2, 6/7 (5–7), 6/3, 3/6 e 6/1
2019 – Novak Djokovic v. Rafael Nadal, 6/3, 6/2 e 6/3
2020 – Novak Djokovic v. Dominic Thiem, 6/4, 4/6, 2/6, 6/3 e 6–4
2021 – Novak Djokovic v. Daniil Medvedev, 7/5, 6/2 e 6/2
2022 – Rafael Nadal v. Daniil Medvedev, 2/6, 6/7 (5–7), 6/4, 6/4 e 7/5
2023 – Novak Djokovic v. Stefanos Tsitsipas, 6/3, 7/6 (7–4) e 7/6 (7–5)

2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Rebeca
Rebeca
25 dias atrás

Federer em 2005 conseguiu não chegar na final, e veríamos na sequência da carreira dele isso acontecer infinitas vezes

Helton
Helton
24 dias atrás

Coitado do Murray. Ele perdeu as 5 finais que disputou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE