PLACAR

Após exames no joelho direito, Djokovic desiste de Roland Garros

Foto: Nicolas Gouhier / FFT

Paris (França) – Depois de sentir um problema no joelho direito na heroica vitória de virada nas oitavas de final sobre o argentino Francisco Cerúndolo, vencendo mais uma após estar perdendo por 2 sets a 1, o sérvio Novak Djokovic acabou desistindo de Roland Garros. Ele fez uma ressonância logo cedo nesta terça-feira, que apontou lesão no menisco medial,  e viu que não tinha condições de seguir na competição.

Djokovic lutava pelo tetracampeonato em Roland Garros e por seu 25º título de Grand Slam, mas fez duas partidas muito desgastantes. A primeira delas terminou às 3h da manhã, em cinco sets diante de Lorenzo Musetti, e a outra nesta segunda-feira com mais cinco sets contra o argentino Francisco Cerúndolo.

Foi justamente na altura do terceiro game do segundo set, quando Djokovic já tinha feito 6/1, que o sérvio levou um escorregão no piso mais seco da quadra principal e sentiu desconforto no joelho. Pediu atendimento médico, fez tratamento mas revelou depois que só conseguiu se manter em quadra graças à altas dosagens de analgésicos.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

“Estou muito triste em anunciar que terei que me retirar de Roland Garros. Joguei com o coração e dei tudo de mim na partida de ontem e, infelizmente, devido a uma ruptura do menisco medial do joelho direito, minha equipe e eu tivemos que tomar uma decisão difícil após cuidadosa consideração”, disse Djokovic, em comunicado oficial. “Desejo boa sorte aos jogadores que competem esta semana e agradeço sinceramente aos incríveis fãs por todo o amor e apoio. Vejo vocês em breve”.

Ruud avança direto à semi e Sinner será número 1 

Com sua saída, o sérvio de 37 anos automaticamente perderá a liderança do ranking, que mantinha desde o título do US Open, 39 semanas atrás. Sua contagem na ponta chegará a 428 no total, quando o italiano Jannik Sinner assumir o posto na próxima segunda-feira.

Ao mesmo tempo, o norueguês Casper Ruud avança para mais uma semifinal em Paris, a terceira consecutiva. Vice-campeão das duas últimas edições, em 2022 para Rafael Nadal e no ano passado diante  de Djokovic, ele aguardará o vencedor do jogo a ser disputado nesta quarta-feira entre o alemão Alexander Zverev e o australiano Alex de Minaur.

Na entrevista oficial de segunda-feira, o recordista de vitórias e troféus de Grand Slam já havia mencionado a possibilidade de abandonar a competição. Ele disse ter feitos exames preliminares após a partida, que não pareciam tão ruins, mas que precisava ver sua reação no dia seguinte e passar por outra bateria de exames.

163 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Danilo BR
Danilo BR
8 dias atrás

Poxa! Que pena! Tirou o brilho dessa edição, mas também demonstra que a idade chega para todos. O tempo de recuperação das lesões e desgastes físicos vai ficando cada dia mais complicado com a idade avançada

Paulo Mala
Paulo Mala
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Não acho que tenha tirado o brilho.
Antes do torneio ninguém esperava que ele fosse finalista. Só os fãs deles que tinham alguma esperança. Hoje ele não tem nível e fisico para slam.

wagner roberto moretti
wagner roberto moretti
8 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Muito certo, não é sempre que vai fazer milagre, uma hora o corpo acusa. Saudades do mágico federer, que não fazia esforço pra ganhar as partidas, elegancia plena e categoria que nenhum deles já teve.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
8 dias atrás
Responder para  wagner roberto moretti

Provavelmente, toda vez que se esforçava, perdia.
40×15 Forever!

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  wagner roberto moretti

Também acho,mas Djokovic também é genial e fez o que dava pra fazer agora é se preparar para WIMBLEDOM que é o maior torneio do tênis mundial.

Marcos
Marcos
8 dias atrás
Responder para  wagner roberto moretti

kkkkkk é tênis não balé antes ele era goat porque tinha mais grande slam aí a Rolex mudou a propaganda pra elegância

Ana
Ana
8 dias atrás
Responder para  wagner roberto moretti

Aff

Ivens
Ivens
8 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Inclusive todos os adversários dele são fãs que achavam que ele podia ir pra final

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
8 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Já vinha falando q após roland garros djokovic não volta ao número 1

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
8 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Q tenha uma boa recuperação

Danilo BR
Danilo BR
8 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Paulo, não é questão de ser fã, mas por ser o maior vencedor de Slams da história ele era o grande favorito ao título

leonardo
leonardo
8 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Calma, sua colocação parece um pouco precipitada. Que caiu de produção pela idade é fato e totalmente normal, mas jamais duvide de um gênio do esporte. Quantas vezes já enterraram o Nadal e depois ele ganhou grand slam.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Paulo Mala

Tirou sim cara porque era o maior nome dos presentes em RG, incluindo tênis feminino ou masculino e estava se entregando de corpo e alma, mas tudo bem ele fez o que dava para fazer porque estava com físico baixo mesmo e sem nível físico é difícil competir no saibro, agora ele alcançou a 370 vitória passando o MAESTRO por isso acho que ele cumpriu o que queria,mas se tivesse em condições físicas poderia ter chegado na final de novo agora é se preparar pra WIMBLEDOM e tentar chegar a 25 slam e se ocorrer isso empataria com maestro em conquistas da grama sagrada,8 para cada, e aí fechar a carreira como soberano.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Não é idade meu caro.
Alcaraz e Sinner não deviam ter deixado de participar de vários torneios importantes antes de RG, fosse assim, certo?

Fernando Romero
Fernando Romero
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Mesmo os que torcem contra, reconhecem o valor do servio. Indiscutível sua superioridade sobre Federer e Nadal. Mas esta história está muito mal contada. Ontem tomou 3 ou 4 comprimidos de Melhoral e voou em quadra nos 2 últimos sets. Replay do jogo anterior. Na hora da parada dura, lesão no menisco? Eu nunca imaginei que um analgésico pudesse fazer um tenista com menisco lesionado se movimentar daquela maneira. Conta outra. Ele sabia que o Ruud não é um Cerundolo da vida.

Fernando
Fernando
8 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

Excelente colocação. Djokovic parece utilizar diversas vezes de “artimanhas” para desconcentrar os seus adversários – assisti à vários jogos onde ele parecia estar passando muito mal – e de repente voltava jogando como nunca…acho que isto sempre o diminui – atitudes que o tornam inferior à Federer e Nadal, mesmo tendo ganho mais slams, pois esta comparação do melhor é sempre relativa – uma vez que cada um deles tem feitos que o outro não tem, portanto os 3 são excepcionais e inigualáveis jogadores, porém, em atitudes, Federer e Nadal sempre foram superiores.

Fernando Romero
Fernando Romero
8 dias atrás
Responder para  Fernando

Caro Fernando, a superioridade do Djokovic a que eu me referi baseia-se nos resultados e títulos conquistados. Como cidadão, a história é outra. 10 a 0 para o Nadal e Federer.

Renato
Renato
8 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

Aí entramos na mesma discussão do Senna. Em uma pesquisa há alguns anos feita entre pessoas do meio (após Schumaker e antes do Hamilton), a grande maioria dos entrevistados declarou que Senna era o maior piloto da história, mesmo tendo diversos recordes quebrados posteriormente. Quem votou eram pessoas que viviam F1. Se pegar os números, não há dúvida que Schumaker, Hamilton, Fangio, Proust… enfim, muitos tem melhores números. Portanto, esporte não são só números. Melhor que os outros? A pergunta é: em qual critério?

Alessandro Siqueira
Alessandro Siqueira
8 dias atrás
Responder para  Renato

Senna morreu e esse é o pressuposto para a beatificação. Tirando esse requisito canônico, absolutamente ninguém, em sã consciência, coloca o brasileiro acima de multicampões. As marcas do brasileiro foram pulverizadas. No mais, recordo-me de uma entrevista dele no Fantástico no final de 93, quando anunciou a ida para a Williams: O MELHOR PILOTO, NO MELHOR CARRO, DEVERÁ GANHAR TUDO. O que ele ganhou em 94? Nada, absolutamente nada.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Alessandro Siqueira

Perfeito. Senna foi um dos maiores, mas nunca superou nem Fangio nem Prost. Hoje pega um sexto lugar empatado com outros tricampeões.

Em qualquer esporte, GOAT é quem detém os principais recordes.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
8 dias atrás
Responder para  Fernando Romero

que comentário ridículo cara , o cara que ganho inumeros Slam , Finals e M1000 , de RF ,de Nadal , de Murray e outros destacados tenistas , iria tremer pro um Ruud da vida , deixando de bandeja o #1 e um possivel 25 slam ???

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
8 dias atrás

O problema do Djokovic é que ele estava acostumado a ganhar as primeiras rodadas com extrema facilidade. Poupava o físico para a reta final do torneio, mas desta vez por não ter feito um boa preparação para Roland Garros acabou ficando muito tempo em quadra. 3 Rodada 4h e 39m, 4 Rodada 4 h e 39m. A idade de 37 anos pesa nessa hora. É um fenômeno mas a idade começa a pesar.

Gilvan
Gilvan
8 dias atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Além disso, ele neste ano de fato pegou uma chave se saibristas, o que tem sido cada vez mais incomum em Roland Garros; principalmente desde que foi promovida a pasteurização do circuito.
Como eu tinha previsto, Djovocid chegaria na 2a semana, mas seria vencido pelo seu próprio corpo. Será a tônica da carreira do sérvio daqui pra frente.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Não, você previu que ele cairia nas primeiras rodadas e que até o Monteiro daria uma surra nele. Está tudo registrado.

CARLOS ALBERTO RIBEIRO DA SILVA
CARLOS ALBERTO RIBEIRO DA SILVA
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Quanta pretensão nessa previsão, hein! Dê números específicos que aí veremos se você é bom mesmo pra prever o futuro.

Gilvan
Gilvan
8 dias atrás

Números: Djocovid nunca mais voltará a ser o número 1 do mundo.
Números: Djocovid nunca mais ganhará um Grand Slam
Números: Djocovid se aposentará sem ter faturado 1 medalha olímpica.

Ficam aqui as minhas previsões.

Luis Ricardo
Luis Ricardo
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Nossa !!! vc é o Nostradamus do seculo 21 ???? quanta inteligencia a sua , porque não previu isso a 4 ou 5 anos atras ??? aí sim teria valor , General depois da guerra ???? muito facil ,né !!!

Marcelo Reis
Marcelo Reis
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Ele ganhou bronze em 2008.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Pra chamar de Djokovid, já vi que deve torcer para algum dos principais rivais dp GOAT. As suas previsões são um tanto quanto óbvias mas o tempo vai dizer se você está certo ou não. A sua sorte é que, se você errar alguma dessas previsões, não sofrerá nenhuma consequência pelo erro. É apenas um achômetro acompanhado de bastante torcida para que você esteja certo e o Djokovic não aumente a diferença para o seu ídolo.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Apenas corrigindo o final da primeira frase: …………deve torcer para algum dos principais rivais do GOAT…………..

Geraldo
Geraldo
8 dias atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Dennis Silva, que bom um comentário sensato como o teu!

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  Geraldo

Geraldo parece que ele esta aprendendo,pois antes pensava tanta viagem por ser um fã da polonesa de uma nota só e agora ele usou a coerência. Agora Djokovic fez o que dava pra fazer, mesmo assim fez grandes jogos e foi bem para quem não o esperava chegar nem nas quartas agora é recuperar o físico para Wimbledom,maior torneio de tênis.

Marcio
Marcio
8 dias atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Foi um tombo. Pode acontecer com qualquer um. Qualquer idade em qualquer momento da competição, independente de estar muito tempo em quadra ou não

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Finalmente um comentário bom do fãn da polonesa kkk, até que enfim um comentário bão o seu viu Dennis ,né. kkkkk

Rubem Barros
Rubem Barros
8 dias atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Realmente, esta sempre foi a tônica do Big 3 nos Slams. Passar fácil pelas primeiras rodadas e chegar à semi tendo deixado apenas um ou dois sets pra trás, quando muito. O Zverev, por exemplo, foi outro que já teve muito desgaste no torneio. Pelo menos por enquanto, acabou-se o tempo de vencer slams sem perder sets, como fizeram Federer, Nadal e Djoko. Sobre este último, resta saber se conseguirá jogar Wimbledon, pois menisco muitas vezes exige cirurgia. Apesar de hoje o tempo de recuperação ser bem menor, pode prejudicá-lo, caso precise operar ou ficar fora das quadras algumas semanas.

Danilo BR
Danilo BR
8 dias atrás

O Ruud ganhou de bandeja essa semifinal, provavelmente ia amarelar diante do Djoko. Vejo esse norueguês como fraquissimo no lado emocional. As duas últimas finais de Roland Garros mostraram muito bem isso. Ele é muito passivo e limitado

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Se ele que chegou em duas finais e vc dessa forma, imagine os que nunca chegaram, vc deve pensar o que?

Danilo BR
Danilo BR
8 dias atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Dennis, se vc assistiu às finais que ele jogou em Roland Garros certamente percebeu de forma clara que ele já entrou derrotado, não tem atitude de um grande campeão. A final contra Nadal mesmo foi um vexame de passividade

Vera
Vera
7 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Ele é tão fã do Nadal que parece que ficaria feliz mais com Nadal ganhando do que ele. Não se impôs.

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  DENNIS SILVA

Não acho o Ruud limitado só que era sem sorte e meio conformista, limitado mesmo é o tênis feminino atual.

Edson
Edson
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Terceira vez na Semi final decRoland Garros, não pode ser fraco emocional. Esse ano ganhou o seu primeiro Master 1000 , está muito bem .

João
João
8 dias atrás
Responder para  Edson

Não ganhou Master 1000, ganhou o ATP 500 de Barcelona

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Cara, Ruud pode ser o que for sob seu ponto de vista, mas ganhar uma ou duas finais de RG, lutando contra Nadal e Djokovic respectivamente, qualquer das duas teria sido zebras.

Flavio Norberto
Flavio Norberto
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

O Rud é muito consistente, quase não erra, um adversário chato, difícil de ser batido.

CARLOS ALBERTO RIBEIRO DA SILVA
CARLOS ALBERTO RIBEIRO DA SILVA
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Realmente, as finais que ele disputou foram fáceis, né! Em 2022 contra o Nadal e em 2023 contra o Djokovic. E ainda perdeu a final do US Open 2022 contra o Alcaraz. Com certeza, foram adversários muito fáceis de se enfrentar.

Danilo BR
Danilo BR
8 dias atrás

Não tem o brilho dos grandes campeões assim como era o Tomás Berdych e também o Zverev… chegam mas não levam!

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

O Casper Ruud? Brilho se constrói com títulos. Não tem um estilo específico que garanta a conquista de um título. O Ruud já mostrou que tem bastante qualidade, está lutando pra evoluir, está evoluindo, porém está faltando dar esse passo a maior, subir um degrau, pra se firmar como um grande tenista. Está com 25 anos de idade e o tempo vai dizer se ele conseguirá.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás
Responder para  Danilo BR

Apenas corrigindo: porém está faltando dar esse passo a mais……

DENNIS SILVA
DENNIS SILVA
8 dias atrás

Perfeito

João Sawao ando
João Sawao ando
8 dias atrás

Já era esperado

Flávio
Flávio
8 dias atrás
Responder para  João Sawao ando

Uma hora o corpo iria pesar mesmo,mesmo sendo gênio só que com 37 anos é difícil poque o nível do tênis masculino neste RG foi muito alto e sem físico era impossível,mas Djokovic fez o que dava pra fazer e se não tem condições fez o certo.

Lee
Lee
8 dias atrás

Inevitável quando se trata de joelho.

Thiago Pereira
Thiago Pereira
8 dias atrás

Que lástima! Tirou bastante o brilho do torneio. Deve ter sido muito grave para um guerreiro como o Djokovic, abrir mão de um título de GS,em uma quarta de final. Ele é o Nadal são os maiores lutadores do circuito, principalmente,o espanhol. Acho que pesou bastante as olimpíadas, onde ele tem o sonho de ganhar o ouro olímpico,e poderia não chegar em condições ideais. Particularmente, eu preferia que ele entrasse em quadra, mesmo baleado . Tomara que chegue bem em Wimbledom. Tem sido um ano pavoroso para o sérvio até o momento.

wagner roberto moretti
wagner roberto moretti
8 dias atrás
Responder para  Thiago Pereira

Não acho que tirou o brilho, pelo contrário, já deu o que tinha que dar o sérvio, está fazendo hora extra, o corpo já está mostrando. Reta final, só jogo bom e ótimos tenistas.

Thiago Pereira
Thiago Pereira
8 dias atrás
Responder para  wagner roberto moretti

kkkkkk,cada coisa que a gente tem que ler por aqui. E,o pior é que a figura ainda ganhou três likes por escrever uma bobagem dessa.

Luis Vanderley Santana
Luis Vanderley Santana
8 dias atrás
Responder para  Thiago Pereira

Os melhores do momento ainda estão no torneio,alcaraz campeão

Marcos Roberto Veiga Cabral
Marcos Roberto Veiga Cabral
8 dias atrás

Agora lascou tudo….
Era a única alegria esportiva que me restava, visto que meu timão só anda para trás

Lee
Lee
8 dias atrás

Tá certo o Djokovic 37 anos não dá para arriscar e depois ficar fora de Wimbledon onde ele tem a maior chance de ganhar.

Nabil
Nabil
8 dias atrás

Uma pena mesmo…O icone deste esporte com recordes magnificos, deixa um vazio na competicao….Vamos torcer para uma recuperacao rapida e ve-lo em Wimbledon…

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás

Era meio que esperado mesmo. Teria que fazer um esforço sobrenatural pra ganhar de Ruud, Zverev e Alcaraz/Sinner.

No entanto, é melhor sacrificar esse torneio do que o resto da temporada e da carreira.

JClaudio
JClaudio
8 dias atrás

Djokovic nunca mais estará 100%, assim como quase todos atletas de alto rendimento.
Antes seu atleticismo encontrava com sua juventude, conseguia jogar.
Agora, veterano, terá muitas dificuldades de conseguir manter o nível, as recuperações serão lentas, o esforço para jogar será maior, a tendência é sofrer (fisicamente e mentalmente) daqui para frente.
Tanto Federer e Nadal não souberam determinar o momento de parar.
Acho que apenas Sampras soube o momento.

Última edição 8 dias atrás by JClaudio
marcos
marcos
8 dias atrás
Responder para  JClaudio

Bem lembrado, o Sampras já estava começando a apanhar. ganhou seu ultimo US Open e parou.

Marcelo Calmon
Marcelo Calmon
8 dias atrás
Responder para  JClaudio

Quem tem que determinar a hora de parar são os próprios tenistas !! Cada um tem um objetivo na vida. O Borg, pra mim o melhor de todos os tempos, parou de jogar antes dos 30. Opção dele. Foi o único que saía do saibro e ia direto pra grama e ganhava os dois e várias vezes !! Acho que ninguém fez isso na história !!

Rubem Barros
Rubem Barros
8 dias atrás
Responder para  Marcelo Calmon

Federer fez isso em 2009 e Nadal em 2008.

Jonas
Jonas
8 dias atrás

Foi a melhor escolha, considerando que ainda tem Wimbledon e Olimpíadas próximos. Nessa idade não dá pra forçar, até porque teoricamente ele teria que vencer 3 jogos pra ser campeão do torneio. Se fosse apenas a final ele até poderia tentar tomar algum remédio, mas não é o caso.

Bom, tecnicamente ele está melhor do que no início do ano, parece ter achado a equipe mais adequada para o momento atual, em que ele parece querer dar uma atenção maior à vida pessoal. A gente só vai ver aquele Djokovic focado mesmo em eventos como esse ou nas Olimpíadas/Finals. Nos demais torneios, mesmo os masters 1000, imagino que vai pular a maioria ou só jogar como preparatório para algum Grand Slam.

Nenhum tenista chega próximo do que esse cara conquistou, então eu penso que é um raciocínio correto: aumentar recordes (nessa edição bateu dois), ou seja, ganhar mais título relevante, Djoko já deixou claro que só torneio grande importa pra ele, a questão maior a meu ver é sua motivação. Pra um cara que já ganhou tudo e mais um pouco é complicado, mas lenha pra queimar com certeza ele tem.

Robério
Robério
8 dias atrás

Lamentável! O último dos “deuses”, está retornando para o Olimpo do tênis. Wimbledon talvez seja sua última grande aparição, caso não seja grave sua lesão. Torcer a favor, ou contra, o Nole, foi sem dúvidas uma das maiores experiências como admirador desse maravilhoso esporte. Vale gigante!

Lee
Lee
8 dias atrás

Pela primeira vez desde 2003 teremos nos dois primeiros Grand Slam do ano um vencedor que não é um Big 3 e o Djokovic como o último big 3 sobrevivente em Roland Garros lutou muito contra jogadores bem mais novos que ele e se não fosse pela condição física ele ia levar esse Roland Garros.

wagner roberto moretti
wagner roberto moretti
8 dias atrás
Responder para  Lee

Com certeza não levaria, hoje , o espanhol e o italiano estão um degrau acima dele.

Paulo Mala
Paulo Mala
8 dias atrás

Como eu venho dizendo, se aposenta quase junto do Nadal. Além do nível ter baixado, as lesões se tornam mais frequente quanto mais velho estiver

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás

É uma pena. No entanto, ainda tem as Olímpiadas, WB, o US OPEN + mais alguns masters 1000. Idemo!

Lee
Lee
8 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

O mesmo pra Alcaraz Sinner Zsverev etc etc

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Lee

Pelo histórico, Djoko é sempre o favorito (24 > 2 > 1). O que pesa contra é apenas a idade.

Lee
Lee
8 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Amigo esse histórico não vale nada com 15 anos a mais!

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Lee

Valeu em 2023

Lee
Lee
8 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Passado…

Marcelo Costa
Marcelo Costa
8 dias atrás

O saibro exige muito menos do joelho que a grama, acho que não volta 100% para wb, resta recuperar pra olimpíada.

Guilherme E.S. Ribeiro
Guilherme E.S. Ribeiro
8 dias atrás

Que notícia horrível. Sinner será o novo número 1, o primeiro italiano a conseguir tal feito. Uma pena, atrapalhou a fase final de um torneio de altíssimo nível.

Gilvan
Gilvan
8 dias atrás

Diferentemente dos fãs do sérvio, que no ano passado ficaram fazendo chacota do Alcaraz por conta da lesão sofrida no jogo contra o Djocovid (amarelão pra baixo) desejo apenas melhoras para o sérvio.
Infelizmente, no alto rendimento, o corpo sempre cobra a conta.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Ele teve cãibras, que é bem diferente de lesão. Bom, o próprio Alcaraz falou na entrevista que elas aconteceram por estar muito nervoso de enfrentar o Djokovic. Quem somos nós para contestá-lo…

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
8 dias atrás
Responder para  Paulo Almeida

Alcaraz também disse que não fosse o Nadal, Djokovic seria o maior jogador sobre o saibro da história.

Lee
Lee
8 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

Ah muito provável, Alcaraz deve ter bebido a água suja do sérvio pra falar isso né.

CRAS
CRAS
8 dias atrás
Responder para  Luiz Fabriciano

Se não me engano quem falou foi o Holger Rune. Alcaraz e Sinner jogam muito. Provavelmente serão os melhores no tenis daqui em diante. O fato é que o que Sérvio fez, e talvez ainda poderá fazer, vai ser difícil ser superado por qualquer outro tenista. Não importa se você acha o Federer ou o Nadal melhor do que o Djoko. Só não enxerga o talento, a garra, a genialidade a doção que ele deu a esse esporte e toda sua qualidade, quem não quer. Força e obrigado Djoko pelos melhores jogos de tenis que eu assisti graças a você!!

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
7 dias atrás
Responder para  CRAS

Correto, foi o Rune mesmo quem disse!

Vera
Vera
7 dias atrás
Responder para  CRAS

Assistindo ao Djokovic e vendo sua história passei a gostar de tênis e fã de Djokovic. Determinado. Focado , genuíno , solidário, grande dentro e fora das quadras. Melhoras campeão.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Deixe de ser mentiroso. Fica inventando doping de Djoko e agora vem com esse papinho.
Obs: Alcaraz não teve lesão em RG, mas câimbra porque estava nervoso: o mesmo confessou em entrevista.

Jonas
Jonas
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

Cara, foi o Alcaraz que disse que amarelou, ficou nervoso etc.

Gilvan
Gilvan
8 dias atrás
Responder para  Gilvan

E assim seguem. Não aprenderam nada e não esqueceram nada, mesmo com o seu ídolo em cacarecos, caindo pelas tabelas.

Rafael
Rafael
8 dias atrás

E teve gente achando que ele estava fingindo contusão…é cada um. Uma pena e uma perda gigante para o torneio. Porém, o sérvio deve ter avaliado que voltará a tempo para Wimbledon e depois as olimpíadas! Força, Nole!

Sandra
Sandra
8 dias atrás

Pois é é ainda teve muitos comentários sobre fingimento.Nenhum jogador revela tudo , exemplo o Nadal que diz que está avaliando . A idade chega e ninguém consegue o que ele conseguiu durante 20 anos na base do fingimento. Vamos aproveitar essa era do tênis, onde esses gênios estão no final da carreira. O tênis não verá mais esses três, independente da sua preferência, temos que respeitar.

trackback

[…] – Novo número 1 do mundo, com a liderança sendo assegurada enquanto estava em quadra, com a desistência do sérvio Novak Djokovic de Roland Garros, o italiano Jannik Sinner comemorou o feito com uma vitória nesta terça-feira. Ele fez mais uma […]

Rockton
Rockton
8 dias atrás

Cerundolo, Argentino amarelão, deve estar se roendo todo. Se é para perder perde lutando e atirando, perder se encolhendo é muito pior.

Paulo Mala
Paulo Mala
8 dias atrás
Responder para  Rockton

Lamentável o argentino. Não se perde uma partida dessas. Talvez ele devesse voltar aos challengers

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
8 dias atrás

Pronto, a mentira, o teatro, a milonga foi agora concretizada com sua retirada oficial do torneio!

Helena Abreu
Helena Abreu
8 dias atrás

Muitos duvidaram se estava contundido porque por várias vezes, quase sempre qdo está perdendo faz cara de contundido e acaba ganhando. Desta vez foi mesmo. Nesse caso a fama foi responsabilidade dele. Se fosse o Federer ninguém ia duvidar dele porque nunca recorreu a este artifício.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Helena Abreu

Isso mesmo. Ele ganhou 24 majors porque sempre fingia contusão.

Renata Brittes
Renata Brittes
8 dias atrás

Pra mim ele está dando migué. Viu que estava a ponto de tomar um vareio e abandonou. Aposto que não vai ter cirurgia e que em Wimbledon vai estar lá para jogar 100%

Lee
Lee
8 dias atrás
Responder para  Renata Brittes

Ele fez muito bem em desistir pois em Roland Garros ele não precisa provar mais nada e se ele arriscar jogar e depois ficar fora de Winblendon e perder a chance derrubar o único recorde que o Federer ainda possui e tem que estar 100% mesmo lá, piso onde ele é sempre o favorito.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Renata Brittes

Você sabe a gravidade da lesão e se precisa de cirurgia? Sabe se vai ter condição de jogar Wimbledon?

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Renata Brittes

Eu não sei porque vocês ainda torcem contra Nole. Federer já não tem mais nenhum recorde relevante. Será que é por causa da humilhação do aumento da distância entre os dois?

Fábio S
Fábio S
8 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Se o Federer foi humilhado, qual palavra você vai utilizar para outros tenistas? Vocês são doentes…

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Fábio S

Interpretação de texto passou longe.

Sandra
Sandra
8 dias atrás
Responder para  Renata Brittes

Ele está dentro das regras…com vários ou sem vários o único título que o Novak não quer é não tem é Miss simpatia. Detentor de quase todos os recordes, não tem nada mais a provar. Estamos vivendo a transição de uma era no tênis que jamais veremos…Cada um escolhe o seu e tá tudo certo. Acho o Federer e o Nadal gênios, mas sempre torci pelo Novak. Uma pena que muitos aqui não aceitem que a preferência é individual e o respeito também

Rafael Lucena
Rafael Lucena
8 dias atrás
Responder para  Renata Brittes

Seu ódio é tão colossal que dá pra ler nas entrelinhas sua própria contradição pra ficar do lado das 2 possibilidades quando lhe convir: no jogo, ele fingiu lesão. Depois do jogo, continua fingindo porque tem medo do imbatível Ruud. Mas, mesmo fingindo, vc gostaria de uma cirurgia pra tirar ele de Wimbledon. Te desejo melhoras

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
8 dias atrás
Responder para  Renata Brittes

Vai ter cirurgia mesmo, inclusive a NASA já tem o protótipo do joelho biônico que colocarão nele e tudo acertado para ganhar Wimbledon sem perder sets e depois o ouro olímpico, de volta a Paris.

Davidson Daniel
Davidson Daniel
8 dias atrás
Responder para  Renata Brittes

Nesse tipo de lesão, geralmente, repouso e fisioterapia são suficientes. Então, nada a ver falar de ” Migué “

João Lima
João Lima
8 dias atrás

Final antecipada Alcaraz e Sinner, ou o Grego pode dar o beliscada? Pois o outro lado da chave ficou desnivelada.

Juliano
Juliano
8 dias atrás
Responder para  João Lima

Desnivelada zverev contra rudd na semifinal isso sim será uma final antecipada ninguém tira o slam do zverev esse ano

Vitor
Vitor
8 dias atrás

Acabou a graça do torneio.
Divide a taça entre os mortais restantes e vamos pra Wimbledon.
Por mim pode ganhar qualquer um, nem vou me dar o trabalho de assistir.

trackback

[…] o anúncio da retirada de Novak Djokovic em Roland Garros, após realizar exames no joelho direito nesta terça-feira em Paris, pela primeira vez na […]

Paulo
Paulo
8 dias atrás

O cara com problemas no joelho e ainda conseguiu vencer. Realmente, de tirar o chapéu!

Ma Long
Ma Long
8 dias atrás

A verdade é que desde novembro do ano passado o corpo do Djokovic não tem sido mais o mesmo. Algum evento aconteceu que fez com que a fortaleza física do sérvio desmoronasse. O que será que foi?

Lee
Lee
8 dias atrás
Responder para  Ma Long

O único evento que não tem justificativa amigo “seus 37 anos ou será 38 anos”?

Daniel Macedo
Daniel Macedo
8 dias atrás

Sinner, rumo ao golden slam.

José Alexandre
José Alexandre
8 dias atrás

Com certeza foi o grande nome do torneio, apesar de desde o início todos saberem que não brigaria pelo título. Se não fosse suas 2 últimas partidas estaria sendo um dos Slans mais sem graça dos últimos tempos.

wagner roberto moretti
wagner roberto moretti
8 dias atrás

Bem, já deveria ter perdido a duas rodadas atrás e a última contra o argentino, também, os caras bobearam, essa é a verdade. Já não é o melhor do circuito, o italiano e o espanhol, são melhores hoje, melhor coisa é se aposentar no final do ano, pra não começar a passar vergonha.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás

Por que esses fãs de Federer ainda torcem contra Djoko? A distância entre eles é tão grande em termos de grandes conquistas e recordes que dá até pena. Será que é por medo do aumento da humilhação?

Cabelão de Boneca 2024
Cabelão de Boneca 2024
8 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Chora não baby….. vai se recompor e no próximo slam vc volta com seus comentários.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Cabelão de Boneca 2024

Por que chorar? Todos os recordes são do sérvio. Não dá para ganhar sempre.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Cabelão de Boneca 2024

Você torce para quem mesmo?

Cabelo de Boneca 2024
Cabelo de Boneca 2024
8 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Cara, quando o Djocovid perde é muito engraçado ver a sua reação kkkkkkkkk.

Paulo Sérgio
Paulo Sérgio
8 dias atrás
Responder para  Cabelo de Boneca 2024

Você não revela paranquem torce. Por que vou perder meu tempo discutindo com você?

Lee
Lee
8 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Eh realmente quanta peninha! E bla blábláblá

Vera
Vera
7 dias atrás
Responder para  Paulo Sérgio

Boa pergunta e resposta.

natanael
natanael
8 dias atrás

Agora que ficou interessante RG….teremos um novo campeão….vai ter um BRILHO novo

Marcelo Costa
Marcelo Costa
8 dias atrás
Responder para  natanael

Mas não precisava ser assim

Gilson
Gilson
8 dias atrás

Não sei porque as noletes tipo P. Almeida estavam tão empolgadas. A realidade fria dos fatos é que as vitórias “épicas” do Bode foram em cima de dois jogadores intermediários e que vinham em um apático 2024. Bodão chegaria no máximo na semi, onde seria massacrado por Alexander Zira. Nole já era, joelho não tem volta quando o cara é véio.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Gilson

Não deixam de ser vitórias épicas do e mereceram muito ser celebradas.

Será que seria massacrado por um jogador que só passou da terceira rodada porque o Griekspoor amarelou feio com 4-1 e saque? E que precisou de 5 sets contra o Rune de novo?

No mais, que bom que pelo menos você sabe quem é o dono do esporte e maior atleta já visto.

Julio Cesar
Julio Cesar
8 dias atrás

O que me parece: existe uma lesão mas não é tão grave e ele parou pra não ter a possibilidade de agravar e não jogar as olimpíadas, que parece ser o seu objetivo deste ano.

André Aguiar
André Aguiar
8 dias atrás
Responder para  Julio Cesar

Partilho de sua opinião, embora tenho dúvida se ele prefere ganhar o inédito ouro olímpico ou o oitavo título de Wimbledon, a fim de igualar o recorde do Federer e ultrapassar o número de Slams da Margareth Court.

Leonardo
Leonardo
8 dias atrás

Ano passado, Djokovic chegou às finais de todos os quatro Grande Slams – venceu três delas. Não estamos nem na metade de 2024 e o pessoal já está dando a carreira dele como encerrada. As coisas mudaram rápido.

Souza Oliveira
Souza Oliveira
8 dias atrás

Como disse volto a dizer tudo normal no tênis,baita jogador e é isso pessoal vocês sabem… Avanteee sérvio Nunca será e tá tudo certo continuará sendo um craque. Paz

Horacio
Horacio
8 dias atrás

Nesses casos a ATP deveria permitir jogar as quartas ao perdedor, nesse caso Cerundolo. Sem que ganhe os pontos de QF.

Luiz Fabriciano
Luiz Fabriciano
8 dias atrás
Responder para  Horacio

Perdedor, entendeu o adjetivo?
Novak Djokovic ganhou o jogo na bola, sem mais.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás
Responder para  Horacio

Em Wimbledon 2022 o Nadal ganhou as quartas de final do Taylor Fritz, se classificou pra jogar a semifinal contra o Nick Kyrgios, mas sentiu lesão no abdomen, desistiu da semifinal e o Kyrgios se classificou para a final contra o Djokovic. Em torneios eliminatórios, se o cara perdeu, acho que não tem que ter outra chance. E aquele que ganhou tem o direito de desistir se estiver lesionado ou se for correr risco de se lesionar ou agravar alguma lesão já existente. Ou seja, pra bem do esporte, acho que as regras têm que continuar do jeito que estão.

Felipe
Felipe
8 dias atrás

Assim continua o ano sem titulo…
Esta bem claro que chegou ao fim.
De fato já estava bem apagado no torneio.

Ricardo Ortegal
Ricardo Ortegal
8 dias atrás

Que se recupere a tempo para Wimbledon

Gilson
Gilson
8 dias atrás

Muito barulho por nada. Muita empolgação por causa de duas vitórias “épicas” que, na verdade, foram batalhas contra jogadores intermediários que viviam uma temporada apática — um esforço desproporcional para um cabeça 1 no meio de um Slam. Nadal já fez isso infinitas vezes, sem tanto alarde. Se tiver que operar o joelho, Nole não volta mais ao número 1. Pode até ganhar torneios, mas, aos 37, já era. O pano começou a baixar..

Ma Long
Ma Long
8 dias atrás
Responder para  Gilson

Exatamente. A briga de Djokovic daqui pra frente vai ser com essa galera: a turma do Top-50, top-30, que disputa no máximo um título de ATP 250.
Nos Grand Slams e M1000? Vai ser só sapatada.

DANILO AFONSO
DANILO AFONSO
8 dias atrás
Responder para  Ma Long

Nobre igualmente ao Ma Long, goat do tênis de mesa, Djokovic não tem obrigação de vencer os torneios grandes. O que vier é lucro.

Paulo Almeida
Paulo Almeida
8 dias atrás
Responder para  Gilson

Você não sabe do futuro. De qualquer forma, não precisa ganhar mais nada, já que sua vantagem para os rivais é acachapante.

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás

As lesões fazem parte da vida do atleta. Ninguém melhor que o próprio atleta e sua equipe para decidir o que fazer quando elas aparecem. Vou torcer para que o Djokovic se recupere totalmente porque acredito que, estando saudável, ele ainda é um grande jogador e vai ser favorito nos torneios que disputar pelo menos neste ano de 2024 e aposto ainda num 2025 competitivo se ele estiver saudável e motivado, mesmo que o tênis não seja a sua prioridade número um nesse período. O Djokovic estando saudável sempre exigirá o melhor de seus adversários e isso faz elevar o nível dos torneios.

Lee
Lee
8 dias atrás

Enquanto vc entra em quadra sua prioridade continua sendo jogar! Se vai atrás de recordes é idiotice. Ideia narcisista! Saudável com 15 anos há menos faria ele favorito! Hoje não mais, foi assim com Federer, Nadal e Sampras, Agassi e tem uma lista enorme….e vai ser assim com todo atleta! Pergunta pro Bolts Phelps Tony Cross etc

Carlos Alberto Ribeiro da Silva
Carlos Alberto Ribeiro da Silva
8 dias atrás
Responder para  Lee

Você está comentando depois do ocorrido em 2024 em que ele não manteve o mesmo nível de 2023. Em comparação com 2023, os resultados de 2024 estão ruins mesmo, mas se analisar isoladamente, esses resultados não estão tão ruins assim. Semifinais no AO e no Master 1000 de Monte Carlo e oitavas de final de Roland Garros. Ir atrás de recordes você acha idiotice, eu não acho e imagino que o Djokovic também não acha. Acredito que é uma meta que ele traçou que serviu de motivação, de desafio pra ele melhorar. Ele está consciente da diferença de idade dele para a nova geração e que ficará cada vez mais difícil competir com os garotos em pé de igualdade. Em 2023 ele falou que enquanto estiver sendo competitivo contra a nova geração ele irá continuar. Quando a nova geração começar a vencê-lo com frequência, provavelmente ele vai parar. Então, acredito que o Djokovic vai se recuperar e voltará a competir pelo menos neste ano de 2024 e acredito que em 2025 ainda. Vamos ver o que acontece. Se ele vai voltar ou não e, se voltar, em que nível voltará.

Davidson Daniel
Davidson Daniel
8 dias atrás

Atitude sensata se retirar. Embora alguns só creditem à lesão à idade , discordo. Obviamente, com 37 anos, fica mais difícil, mas o contexto da lesão poderia ter acontecido com qualquer tenista. A recuperação nesse tipo de lesão é de 2 a 3 semanas , em regra.

Matheus Aquidauana MS
Matheus Aquidauana MS
8 dias atrás

Mesma lesão que tive no menisco medial jogando bola, se conseguir suturar, vai ficar uns 6 meses sem jogar e pode voltar no nível antes do rompimento do menisco, se tiver que retirar parte do menisco medial, a volta ao mesmo nível de hoje é bem improvável, mesmo pensando no monstro que é…..e olha que sempre torci para o Federer….que Deus o abençoe na caminhada.

Alírio
Alírio
8 dias atrás

É uma pena que o excepcional jogador sérvio não teve mais físico para continuar,no entanto ele fez bonito e sai de cabeça erguida pelo que fez e que venha Wimbledon.

Guina
Guina
8 dias atrás

É uma pena para os amantes do tênis! E uma bomba sobre o criticos q, todavia, o acusavam de simular contusões como fizeram ontem.

José Andrade
José Andrade
8 dias atrás

É, Novack, quantas vezes vi seus fãs tripudiar em cima do Nadal quando ele manifestava desconforto por lesão. Era sempre mais um migué do espanhol. Ninguém está a salvo dessas mazelas. Espero que certos torcedores repensem seus fanatismos e idolatrias, e que você retorne em breve para nos brindar com seu belo tênis.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE