PLACAR

Após abandono, Svitolina diz que nunca sentiu dor parecida

Elina Svitolina (Foto: Tennis Australia)

Melbourne (Austrália) – Durou muito pouco a apresentação de Elina Svitolina nas oitavas de final do Australian Open. Com fortes dores na região lombar, a tenista ucraniana precisou abandonar a partida depois de jogar apenas três games contra a tcheca Linda Noskova e acabou eliminada do primeiro Grand Slam do ano. Logo após o jogo, a ex-top 3 conversou com a imprensa e deu mais detalhes sobre o problema.

Segundo ela, foi algo que nunca tinha sentido antes. “Tive talvez um espasmo, não sei exatamente, mas senti uma dor aguda nos dois últimos pontos do primeiro game e minhas costas ficaram completamente travadas. Acho que nunca tive isso antes, uma dor aguda como essa. Tive algumas lesões nas costas, aquele cansaço no dia seguinte à partida, mas essa veio do nada. Eu senti como se alguém tivesse atirado em mim pelas costas”, explicou.

Ainda sem saber exatamente o que aconteceu e como será a recuperação, Svitolina pensa em voltar o quanto antes para as quadras. “Espero me recuperar em curto prazo e voltar a treinar talvez em uma semana. Terei um voo longo e isso não vai ajudar, mas de certa forma preciso viver um dia de cada vez, fazer exames assim que chegar em casa e me recuperar. Espero não ter nada sério”, enfatizou.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Ao menos por enquanto, ela admite que sente muitas dores e dificuldades até para fazer movimentos básicos. “Me sinto realmente travada na região lombar. Estou com muita dor, mesmo andando, virando. Não consigo me mover de um lado para o outro. Está muito estranho”, revelou.

Decepcionada por deixar o torneio por causa de um problema físico, Svitolina lamentou o ocorrido, mas sai bastante satisfeita com o seu desempenho ao longo da competição. “Fiz bons jogos aqui. Eu estava em boa forma e por isso é ainda mais decepcionante. É realmente difícil encontrar pontos positivos agora, mas sinto que obtive boas vitórias e aproveitei meu tempo em quadra. Me senti bem fisicamente e creio que estava fazendo tudo certo”, finalizou a jogadora de 29 anos e atual número 23 do mundo.

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Gisele Matias
Gisele Matias
5 meses atrás

Chatissima

Leo realista
Leo realista
5 meses atrás
Responder para  Gisele Matias

Concordo.

Gustavo M.
Gustavo M.
5 meses atrás
Responder para  Gisele Matias

Seu tênis, inclusive (sobretudo?)

Ubiratan (Black)
5 meses atrás

Não poder participar/continuar por contusão, problema físico, é dureza, uma m****.

SANDRO
SANDRO
5 meses atrás

Coitada, a coluna travou e não deu para continuar. Precisava do atendimento de um Quiropraxista para pôr a coluna no lugar…

Gustavo M.
Gustavo M.
5 meses atrás

É triste precisar abandonar uma partida por lesão, principalmente em Slam e tal. Porém, vamos combinar que a Linda parecia que dominaria amplamente o confronto com a ucraniana saudável. Os primeiros games deram essa impressão.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE