PLACAR

Alcaraz não chega 100%, mas busca grande resultado

Foto: Rolex Paris Masters

Paris (França) – O desgaste da longa temporada, que está em sua reta final, não poupa nem mesmo os mais jovens, pelo menos é o que acredita o espanhol Carlos Alcaraz, que chega para a disputa do Masters 1000 de Paris sem estar em condições plenas. Apesar disso, o atual vice-líder do ranking acredita que tenha o suficiente para brigar pelo título na competição.

“Não vou dizer que estou 100% porque estaria mentindo. Nesta época do ano, depois de uma temporada tão longa, acho que praticamente todos os jogadores têm algum tipo de problema no corpo, para ser sincero.Sinto um pouco de dor, algum desconforto, mas tive uma recuperação muito boa nas últimas semanas. Chego aqui me sentindo bem para conseguir um ótimo resultado”, disse Alcaraz.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Questionado sobre quem tem mais chances de conquistar o título, ele ou o sérvio Novak Djokovic, o espanhol preferiu destacar o equilíbrio e lembrar que há outros tenistas em boa fase que também podem brigar pela taça no Palácio de Bercy.

“Não sei se ele tem mais chances do que eu. Jannik (Sinner), por exemplo, está jogando em um nível impressionante, (Daniil) Medvedev também. Há muitos grandes jogadores que estão atuando em um nível magnífico. Acho que a chave está bastante aberta e há muitos jogadores que podem vencer este torneio”, opinou Alcaraz.

Depois de treinar com Djokovic no domingo, ele falou um pouco sobre o ocorrido. “Acho que a melhor forma de se preparar para este torneio é treinar com os melhores. Conversamos antes de chegar a Paris e conversamos sobre se poderíamos treinar juntos um dia. Aconteceu e ele ganhou. Espero que isso só aconteça nos treinos (risos)”, finalizou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE