PLACAR

Zverev vence e volta à semi de Halle após 6 anos

Halle (Alemanha) – Para festa da torcida da casa, o alemão Alexander Zverev segue fazendo bonito no ATP 500 de Halle. Nesta sexta-feira, ele conquistou mais uma vitória, batendo o chileno Nicolas Jarry, algoz do grego Stefanos Tsitsipas na rodada anterior, em sets diretos e com o placar final de 7/5 e 6/3, depois de 1h57 de confronto.

Esta é a segunda semifinal seguida de Zverev, que também chegou à penúltima rodada em Roland Garros, parando no norueguês Casper Ruud, e a primeira que ele faz na grama desde 2017, quando foi vice-campeão justamente em Halle, superado pelo suíço Roger Federer. Seu próximo rival na competição será o cazaque Alexander Bublik.

O tenista da casa vai encarar Bublik pela segunda vez na temporada, tendo batido o cazaque de virada no saibro do Masters 1000 de Monte Carlo. Contudo, Zverev leva a pior no retrospecto entre eles, já que perdeu os outros dois embates que travaram, o primeiro deles em 2021, no ATP 500 de Roterdã, e o outro na final do ATP 250 de Montpellier no ano passado.

A partida foi bastante disputada e os dois sets definidos com uma quebra apenas de diferença. No primeiro, Zverev deixou escapar três break-points no sexto game e só fechou ao bater o saque do chileno no 12º e último. Já a história da segunda parcial foi quase a oposta, com a quebra saindo logo de cara e o alemão abrindo 3/0, para depois administrar a vantagem até o final.

Sinner desiste e preocupa, Bublik avança

Próximo adversário de Zverev na competição, Bublik precisou de apenas 52 minutos para superar o italiano Jannik Sinner na partida que abriu a rodada desta sexta-feira na quadra central, contando com a desistência do rival quando vencia por 7/5 e 2/0. Esta foi sua 13ª vitória na grama nos dois últimos anos, o que o coloca como o maior vencedor neste piso no período.

Enquanto Bublik chega à sua primeira semifinal em um torneio acima dos ATP 250, Sinner novamente deixa no ar a preocupação sobre seu físico, já que não é a primeira vez que ele desiste de um evento por precaução antes de uma grande competição, focando suas energias na disputa de Wimbledon, que começa em menos de duas semanas.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE