PLACAR

Zverev vence duelo alemão, Kokkinakis desafia Dimitrov

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Melbourne (Austrália) – Em um duelo alemão na primeira rodada, o número 6 do mundo Alexander Zverev estreou com vitória no Australian Open. Ele começou atrás no placar, mas superou o canhoto Dominik Koepfer, 62º do ranking, por 4/6, 6/3, 7/6 (7-3) e 6/3 em 3h12 de partida nesta terça-feira.

“No começo eu não estava jogando o meu melhor. As estreias nunca são fáceis, mas você tem que focar em si mesmo e nos próprios golpes, além de tentar encontrar seu ritmo de alguma forma, e eu consegui”, disse Zverev na entrevista em quadra. O jogador de 26 anos tem como melhor campanha na Austrália a semifinal de 2020.

“Quando sai o sorteio e você vê que está jogando contra um alemão, você sempre deseja o melhor para seus compatriotas”, acrescentou o alemão, após marcar a terceira vitória contra o compatriota. “Você está jogando com um dos seus, e ele está jogando extremamente bem. Sei que acabou de ganhar um challenger em Canberra e que está se recuperando de uma lesão”.

Depois de se destacar na disputa da United Cup, com o título da equipe alemã em Sydney, Zverev tenta aproveitar a confiança para seguir em busca do primeiro título de Grand Slam. “Acho que fiz um ótimo torneio na United Cup em Sydney, mas obviamente é muito diferente vir aqui para Melbourne e jogar um Slam”.

O próximo adversário de Zverev será o eslovaco vindo do quali Lukas Klein, 163º do ranking, que derrotou o sul-coreano Soonwoo Kwon por 7/6 (7-0), 4/6, 7/6 (7-3) e 6/3. O confronto entre eles é inédito no circuito.

Kokkinakis sobrevive a duelo de cinco sets
O australiano Thanasi Kokkinakis sobreviveu a um duelo de cinco sets na estreia. O atual 80º do ranking superou o austríaco Sebastian Ofner, 37º colocado, com parciais de 7/6 (7-1), 2/6, 6/7 (4-7), 6/1 e 7/6 (10-8) em uma longa partida com 4h21 de duração. O resultado também representou um alívio para Kokkinakis, que havia perdido para Andy Murray em condições muito parecidas no ano passado.

“Sei que é apenas a primeira rodada, mas esta vitória significa muito”, disse Kokkinakis após a partida. Ele agora desafia o búlgaro Grigor Dimitrov, número 13 do mundo. “Grigor é um excelente jogador, já está há bastante tempo no circuito e está em ótima forma agora. Mas eu já venci jogadores de ranking mais alto antes, assim como já perdi para jogadores de ranking mais baixos. É apenas um número. O importante é jogar meu melhor tênis”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE