PLACAR

Zverev acha desrespeito anteciparem os finalistas

Foto: Andrew Ong/USTA

Nova York (EUA) – Uma possível final entre o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Carlos Alcaraz é o que muitos fãs de tênis gostariam de ver neste US Open. Contudo, para o alemão Alexander Zverev, antecipar este confronto, vislumbrando desde já o duelo entre os dois primeiros do ranking na decisão, é um desrespeito com todos os tenistas que estão na disputa.

“Acho que é muito natural que os meios de comunicação procurem uma história, e neste momento a história é Alcaraz e Novak. Ano passado foi tipo Rafa (Nadal) contra todo mundo e em 2021 foi uma espécie de triângulo com Novak, Daniil (Medvedev) e eu”, declarou o alemão na última quinta-feira, após sua vitória por 3 sets a 0 sobre o compatriota Daniel Altmaier.

“É natural que a mídia encontre rivalidades, mas acho que, como falei da última vez, e Novak falou muito bem, há outros jogadores que podem jogar bem na chave, há outros jogadores para os quais esses dois podem perder. De certa forma, acho que é desrespeito falar da final quando o próximo adversário ainda está lá, sabe”, acrescentou Zverev, que enfrentará o búlgaro Grigor Dimitrov na terceira rodada.

O germânico ainda fez questão de dizer que mesmo Alcaraz e Djokovic têm noção da dificuldade que é chegar até a decisão. “Esses dois caras ainda não estão pensando na final, eles sabem que têm adversários até lá, e estamos todos aqui tentando vencer”, disparou o vice-campeão do US Open em 2020.

Questionado se ele se considera um dos principais obstáculos para os dois, Zverev mostrou confiança em seu tênis mas pediu um pouco mais de tempo. “Estou no meu ano de retorno. Atualmente spi o número 12 do mundo e não o 3, acho que no próximo ano será um momento mais razoável para falar sobre isso. Talvez minha classificação também mude”, observou o alemão.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE