PLACAR

Zheng volta a superar Osaka, Azarenka derruba Sakkari

Qinwen Zheng (Foto: WTA)

Berlim (Alemanha) – Depois de vencer duas partidas e chegar às quartas de final em ‘s-Hertogenbosch na semana passada, a japonesa Naomi Osaka não passou da estreia no WTA 500 de Berlim. Enfrentando a chinesa Qinwen Zheng, sua algoz nas oitavas de Roma há pouco mais de um mês, a ex-número 1 do mundo novamente foi superada pela vice-campeã do Australian Open, agora caindo em três sets, parciais de 6/4, 3/6 e 6/3 após 2h10 de confronto.

O desempenho de Zheng no saque chamou atenção nesta terça-feira. Ela disparou 23 aces, marca que é a maior na atual temporada da WTA, superando os 19 aces de Karolina Pliskova contra Anna Kalinskaya em Doha.

“Eu estava tentando melhorar a consistência do saque porque sei que é muito importante, especialmente em quadras de grama. Com uma quebra e você ganha ou perde o set. Foi exatamente isso que aconteceu hoje”, avaliou Zheng após a partida desta terça-feira. Ela agora lidera o histórico de confrontos por 2 a 1.

Zheng segue agora para enfrentar Katerina Siniakova, que venceu na última segunda-feira a norte-americana Emma Navarro em sets diretos, com placar final de 6/4 e 6/3. As duas já se enfrentaram duas vezes, com vitória da tcheca na grama de Wimbledon no ano passado e da chinesa no piso sintético de Miami na atual temporada.

Quem avançar desse embate poderá enfrentar na sequência a quarta principal favorita da competição, a norte-americana Jessica Pegula, que pegou bye na rodada inicial e estreia adiantada na segunda fase contra a croata Donna Vekic, responsável por eliminar a anfitriã Jule Niemeier com uma virada por 1/6, 6/1 e 6/3.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Ainda no quadrante de cima, a tcheca Linda Noskova foi outra estrangeira a derrotar uma tenista da casa, marcando as parciais de 7/6 (7-4), 2/6 e 6/4 diante da ex-número 1 do mundo Angelique Kerber. Ela agora aguarda pela chinesa Xinyu Wang ou a tunisiana Ons Jabeur.

Vika elimina Sakkari, Rybakina conhece primeira adversária

Na parte de baixo da chave, um dos duelos mais aguardados desta primeira rodada foi entre Victoria Azarenka e Maria Sakkari. Melhor para a bielorrussa, que bateu a grega por 6/4 e 6/2 e agora a turca Zeynep Sonmez, apenas a 157ª do ranking e vinda do quali, que derrotou a holandesa Arantxa Rus de virada, marcando 3/6, 6/2 e 6/1.

Desse duelo pode sair a adversária da cazaque Elena Rybakina nas quartas de final. Antes, no entanto, a número 4 do mundo precisar confirmar o favoritismo diante da russa Veronika Kudermetova, que venceu também de virada a compatriota Liudmila Samsonova, campeã na grama de ‘s-Hertogenbosch no último domingo, com o placar de 3/6, 6/4 e 6/4.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Wimbledon seleciona os melhores backhands de 1 mão

Os históricos duelos entre Serena e Venus em Wimbledon

PUBLICIDADE